Ex-prefeito de Colatina, Sergio Maneghelli pode ser candidato a governador, diz jornalista Paulo Cesar Dutra na nova Coluna Aqui Colatina | 0

colatina

 

colatna
Paulo Cesar Dutra

Colatina já foi conhecida como Capital do Norte do ES.

Sergio Meneghelli, ex-prefeito de Colatina pode ser candidato a governador do ES.

Coluna Aqui COLATINA – Paulo César Dutra

(Cesinha)  [email protected]

 

Eu nasci em Colatina – Meu nome é Paulo César Dutra, nascido em Colatina/ES, no dia 25 de agosto de 1951, na casa de Saúde e Maternidade Silvio Avidos.

Sou conhecido na minha cidade como César ou Cesinha! Quando nasci a minha família morava no bairro Avenida Rio Doce, em uma casa construída pelo meu pai, Joaquim da Silva Dutra, que ficava entre o Rio Doce e a ferrovia da Vale.

Depois em 1955, mudamos para o distrito de São Jacinto, em Santa Teresa, onde ficamos até o final de 1956.

Voltamos para morar em uma casa construída pelo meu pai no bairro Maria Esmênia, em Colatina. E em 1957, meus pais venderam as duas casas e compraram um terreno em frente à estação ferroviária no bairro Esplanada, em Colatina, de onde mudamos em janeiro de 1961 para Ipatinga, em Minas Gerais.

Voltamos para Colatina em 1965 e aqui ficamos até 1971. Eu fui trabalhar em Ipatinga. A partir daí só voltei a Colatina para rever familiares (tios e primos) e meus amigos.

Moro em Vitória desde 1974, onde comecei a trabalhar em A Gazeta, como “foca”. Naquela época ainda não havia o estagiário de jornalismo. E nesta área estou em atividades até o dia em que Deus desejar.

Sergio-Meneguelli.jpg
Sergio Meneguelli

De Prefeito a Presidente

Quem tem cacife para ser presidente da República não precisa ser deputado federal, senador ou governador.

Basta ser um bom administrador como prefeito, como foi o ex-prefeito de nossa terra, Colatina.

De acordo com fontes políticas entendidas no assunto, o ex-prefeito de Colatina, Sérgio Meneghelli, é uma surpresa na opinião pública.

Está apto para ser o próximo governador do Espírito Santo.

Wady Jarjura, In Memoriam

Wady Jarjura

Um cidadão de maior respeito, que conheci muito e admirei na política municipal da minha terra natal foi o vereador Antônio Wady Jarjura.

Entrou para o foclore da política de Colatina com sua forma de atrair os eleitores.

Sempre Cortez, adorava encerrar os comícios dizendo “um abraço a todos os meus eleitores do sempre, amigo de vocês, o candidato Antônio Wady Jarjura, vulgo Crocodilo”. Era uma atração nos comícios.

DETALHES DO ANEXO renato-casagrande-outra.jpg
Renato Casagrande

Bateu, levou

O governador José Renato Casagrande (PSB) quando prestava conta na Assembleia Legislativa do Espírito Sant0 (AL/ES(, ao criticar o meio ambiente do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) levou umna cipoada do deputado estadual Carlos Von (Avante).

Carlos Von disse que o chefe do Executivo do ES deveria se preocupar com o desmatamento desenfreado no Estado, que está acabando com o que resta da Mata Atlântica em nosso Estado.

desmatamento-santa-teresa.mov-
Desmatamento Santa Teresa

Bateu, levou II

O município de Santa Teresa/ES é um exemplo claro e escancarado de desmatamento desenfreado.

Tanto é que o governo do Estado tirou a Policia Militar Ambiental do município para não prejudicar os cabos eleitorais.

Quem são eles? Eles são os proprietários das empresas de loteamentos em Santa Teresa. Para quem não sabe, as fontes de águas naturais estão secando no município.

Fogo que mata

Em virtude dos graves incêndios que assolaram os biomas brasileiros em 2020, e com a chegada da temporada de seca no país, os deputados federais Célio Studart (PV-CE) e Israel Batista (PV-DF) encaminharam ao novo ministro do Meio Ambiente, Joaquim Leite, requerimento de informações questionando a respeito de ações de prevenção e de combate planejados pelo MMA e órgãos vinculados.

Fogo que mata II

colatina

Ano passado ficará marcado pela catástrofe ambiental que assolou, principalmente, o Pantanal, provocando danos incalculáveis à biodiversidade local. A foto é de Poconé, Mato Grosso.

Nos demais biomas, a situação não é muito diferente, com ênfase para os assustadores índices, tanto na Amazônia brasileira como no Cerrado, fundamental para amenizar os efeitos da crise hídrica que novamente nos atinge.

Fogo que mata III

No documento, o parlamentar questiona as providências efetivadas pelo Ministério do Meio Ambiente e no âmbito de suas autarquias vinculadas neste momento de começo do período de secas no Brasil voltadas ao combate ao desmatamento, e, especialmente, às queimadas.

Transição energética fiesp.jpg

O Brasil foi indicado pela Organização das Nações Unidas (ONU) como uma das lideranças mundiais no tema transição energética. A informação foi dada pelo ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, em reunião virtual com executivos ligados à cadeia do agronegócio no País.

O encontro foi organizado pelo COSAG  – Conselho Superior do Agronegócio –  juntamente com o CONIC – Conselho de Inovação e Competitividade – e o COINFRA – Conselho Superior de Infraestrutura, todos da FIESP, Federação das Indústrias de São Paulo. O encontro foi conduzido pelo presidente do COSAG, Jacyr Costa Filho.

Caixa vacina empregados

A Caixa, em conjunto com o Ministério da Saúde, segue atuando para implementar medidas para a prevenção e o combate à COVID-19 como forma de proteção do seu quadro de empregados.

Em anúncio feito nesta terça-feira (6/7), o Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e o presidente da CAIXA, Pedro Guimarães, informaram que os bancários serão incluídos no Programa Nacional de Imunizações (PNI) contra o novo coronavírus. Além da CAIXA, o Banco do Brasil e Correios também foram incluídos na decisão da pasta. Cerca de 84 mil funcionários do banco terão acesso à vacina.

LBV precisa de doaçõescolatina

A Legião da Boa Vontade (LBV) solicita doações para intensificar ações emergenciais que vem prestando a milhares de famílias em situação de vulnerabilidade social e em risco alimentar, afetadas fortemente pela pandemia do novo coronavírus.

Por meio da Campanha SOS Calamidades de enfretamento à Covid-19, a LBV vem entregando cestas de alimentos não perecíveis e kits de higiene e de limpeza em dezenas de cidades brasileiras.

As doações para a campanha podem ser feitas no site www.lbv.org.br ou por transferência bancária via PIX, pelo e-mail: [email protected].

O resultado das ações realizadas pode ser conferido no endereço @LBVBrasil no Instagram e no Facebook.

2022 se aproxima

Com um olho no pleito que se avizinha, e outro nas denúncias que pululam por aí, o Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro (sem partido) prorroga auxílio emergencial por mais 3 meses e promete uma Super Bolsa Família para novembro.

Fim do monopólio?

Mais do que vender os Correios, que nem parece ser a melhor opção, o que o governo deveria era encerrar o monopólio postal. Com isso, o problema se resolve. Mas como não é resolver o problema postal o objetivo, e sim engordar a burra pública, periga tentarem vender com o monopólio. Quanto a este ponto, falta combinar com os russos (leia-se ministros do Supremo), que não vão deixar isso acontecer.

Novos tempos!

O empresário Josué Gomes da Silva foi eleito presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) nesta segunda-feira (5). Ele concorreu em chapa única e recebeu 97% dos votos.

Josué comandará a instituição de 1º de janeiro de 2022 até 31 de dezembro de 2025. Ele vai substituir Paulo Skaf, que ocupa a presidência da Fiesp desde 2004.

Notícia-crime

Maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) votou, em plenário virtual, para arquivar notícia-crime contra o presidente Jair Bolsonaro por supostos depósitos de cheques por Fabrício Queiroz na conta da primeira-dama Michelle Bolsonaro. É forçoso convir que os ministros do STF, diante da manifestação do MPF, de que não houve indícios do cometimento de crime, não teria outro caminho.

Mulher prestigiada

Desafios no acesso à educação e ao mercado de trabalho, preconceito em processos seletivos, dificuldade de ser ouvida pelos líderes e colegas, menos oportunidades de crescimento profissional, falta de rede de apoio para conciliar carreira e família, disparidade salarial.

É a realidade encontrada por grande parte das brasileiras que buscam ou estão em um emprego e também daquelas que querem empreender. Com o objetivo de transformar esse cenário, a TIM uniu grandes empresas em uma iniciativa para acelerar o desenvolvimento de carreiras e o acesso das mulheres ao mercado de trabalho no Brasil.

Nove companhias líderes de seus segmentos são as primeiras a aderir ao movimento: Accenture, Adidas, Enel, Generali, Microsoft, Oracle, Pirelli, Stellantis e Via.

Página Home – Prefeitura Municipal de Colatina

 

COMPARTILHE:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp
Don Oleari - Editor Chefão

Don Oleari - Editor Chefão

Radialista, Jornalista, Publicitário.
Don Oleari Corporeitcham