“Brasil gera R$ 100 bilhões por ano em exportações de produtos agropecuários”, diz Evair de Melo

Brasil gera

Brasil gera

Nesta terça-feira (22), o vice-líder do Governo na Câmara dos Deputados falou aos alunos do Curso de Agronomia, em Aula Magna no IFES.

É como diz o velho ditado popular: “O bom filho à casa torna”.  Na tarde desta terça-feira (22), passou um filme na cabeça do vice-líder do Governo na Câmara, deputado Evair de Melo, quando ele retornou ao Campus de Alegre do Instituto Federal do Espírito Santo (IFES), onde aprendeu muito do que sabe e se formou como Técnico em Agronomia.

A diferença é que desta vez Evair não foi estudar. Foi para compartilhar conhecimento e experiências. Atendendo ao convite do diretor-geral do IFES de Alegre, Rômulo Matos de Moraes, o parlamentar participou da Aula Magna do Curso de Bacharelado em Agronomia,  no auditório do campus e que simbolizou um tradicional gesto acadêmico de “boas-vindas” aos novos alunos da instituição.

Convidado a fazer uso da palavra durante a solenidade, Evair conteve a emoção e a saudade dos velhos tempos e disse sentir-se honrado pelo convite e pela oportunidade de voltar ao lugar onde sua jornada começou. Ele se dirigiu à turma para falar sobre como o Brasil se tornou uma potência no setor agropecuário e como o país conseguiu atingir uma produção rural capaz de gerar R$ 570 bilhões por ano.

Brasil gera

“Nosso país é o quarto maior exportador de produtos agropecuários do mundo e movimenta mais de US$ 100 bilhões por ano em exportações. Também lideramos as exportações mundiais de café, carne bovina, frango, suco de laranja, açúcar e soja”, ressaltou o deputado, que é vice-presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária e membro da Comissão de Agricultura da Câmara.

Segundo Evair, mesmo com pouco subsidio, os produtores brasileiros são altamente competitivos.

“Produzimos com menor uso de pesticidas e elevado grau de preservação ambiental. Vendemos para mais de 200 países com qualidade e eficiência. Temos sustentabilidade na produção, respeito ao meio ambiente e vocação para alimentar o mundo. E vocês, que hoje iniciam o curso de Agronomia, em breve se tornarão profissionais com qualificação técnica necessária para contribuir com o desenvolvimento da produção agrícola nacional e com o aumento da nossa competitividade no mercado internacional”.

Em sua exposição aos novos alunos do IFES, o parlamentar mostrou que em 40 anos, as áreas de plantio do Brasil aumentaram de 38 milhões de hectares para 61 milhões.

“Neste período, a produção nacional de grãos e fibras aumentou de 58 milhões de toneladas para 240 milhões. Isso mostra que, com tecnologia e boas práticas agronômicas, é possível aumentar a produtividade e reduzir o custo. Até porque, no Brasil, os produtores não dependem de tantos subsídios como acontece em outros países que também estão entre os maiores produtores do mundo”, disse ele.

Filho de pequenos agricultores do interior do município de Conceição do Castelo, Evair de Melo também falou sobre os cuidados na lavoura, o uso racional de fertilizantes, os rigores da legislação ambiental e a importância de se produzir sem desmatar. O deputado destacou, ainda, que as culturas de soja, milho, cana e algodão – utilizadas principalmente como matéria-prima para produtos industrializados – concentram 81% dos pesticidas usados no país e que 60% desses produtos são herbicidas.

Abordando questões referentes ao Código Florestal e à produção de renováveis como etanol e biodiesel, o parlamentar encerrou sua apresentação aos novos alunos do IFES lembrando que 25% das áreas preservadas do Brasil estão em propriedades rurais e que o país vai honrar o “Acordo de Paris”, que tem como metas, até 2030, reduzir as emissões de gás carbônico em 43%, reflorestar 12 milhões de hectares, recuperar 15 milhões de hectares de áreas degradadas e fazer com que 45% da energia elétrica brasileira seja proveniente de fontes renováveis.

Além de técnico agrícola, Evair de Melo é graduado em Administração de Empresas, com MBA em Gestão de Projetos. Durante oito anos ele atuou como secretário de Agricultura e Meio Ambiente do município de Venda Nova do Imigrante e, por cinco anos, presidiu o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper).

Exercendo seu segundo mandato na Câmara dos Deputados, ele já garantiu, de 2016 a 2022, recursos de mais de R$ 87 milhões para investimentos no setor agrícola.

Brasil gera

Que país é este, de tantos privilégios?

Brasil gera

https://alegre.ifes.edu.br/

Brasil gera

Brasil gera

Tags

COMPARTILHE:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp
Don Oleari - Editor Chefão

Don Oleari - Editor Chefão

Radialista, Jornalista, Publicitário.
Don Oleari Corporeitcham