Comissão de Agricultura da AL encontra fraudes nas marcas Café Pedigo, Café Cachoeirinha e Café Pelé.

café

Café

Operação contra fraude no comércio de café apreende mais 33 mil pacotes de café irregular em supermercados da GV

A Comissão de Agricultura da Assembleia Legislativa do ES, presidida pela deputada Janete de Sá (PMN), realizou na manhã desta quinta-feira (10)  operação conjunta com a Delegacia Especializada de Defesa do Consumidor, que tem como titular o delegado Eduardo Passamani, em supermercados da Grande Vitória.

Foi mais uma etapa da operação para combater a fraude no co

mércio de café.

Foram apreendidas mais de 33 mil unidades de café de 3 novas marcas Café Pedigo, Café Cachoeirinha e Café Pelé.

Cascas, paus, umidade

No Café Pelé foram encontradas irregularidades em seis lotes. O problema do produto é umidade, o permitido no café torrado e moído é 5% e nos lotes apreendidos esse percentual ultrapassa esse montante.

Esses produtos irregulares induzem o consumidor a erro por misturar alta quantidade de cascas e paus; por estarem fora de padrões mínimos de qualidade, com alto teor de umidade, o que diminui a qualidade do produto; ou, ainda, por ausência de regras básicas de rotulagem, como indicação de lote, conforme laudos expedidos pelo Laboratório Central (LACEN).

 janete-de-sa.jpg
janete de sá

Mais de 20% de casca e pau misturados ao café

“Desde o início do ano estamos trabalhando em parceria com a delegacia do consumidor na retirada desses cafés de qualidade do mercado. Em janeiro fizemos duas operações e apreendemos 40 mil unidades de café de outras 3 marcas. Hoje, mais esse montante. Uma das marcas apreendida tem mais de 20% de casca e pau misturados ao café. Esses produtos trazem prejuízo para o consumidor e ainda atuam negativamente no setor de café, uma vez que tiram o espaço de comercialização do produtor do ES, que produz café de alta qualidade”, declarou a deputada Janete de Sá.

A ação comandada pelo delegado Eduardo Passamani fiscalizou três estabelecimentos comerciais em Vila Velha, Cariacica e Guarapari.

 cafe-das-montanhas.jpgO material apreendido ficou em um depósito dos supermercados fiscalizados. As empresas produtoras serão investigadas por crime contra relação de consumo.

Café Campestre, Café Minete e Tem +

O Consumidor que comprou algum desses produtos deve procurar o estabelecimento comercial para troca ou ressarcimento.

Na primeira quinzena de janeiro, graças a denúncias recebidas pela deputada Janete de Sá, presidente da Comissão de Agricultura da Assembleia Legislativa, foram apreendidas 40 mil unidades de café, das marcas Café Campestre, Café Minete e Tem +.

Denúncias podem ser encaminhadas pelo email; [email protected]

Com Nety Façanha

https://donoleari.com.br/mediocre/

Café

https://www.al.es.gov.br/

Tags

COMPARTILHE:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp
Don Oleari - Editor Chefão

Don Oleari - Editor Chefão

Radialista, Jornalista, Publicitário.
Don Oleari Corporeitcham