Calígula e o cavalo senador romano – Jomar Federici – 21

NEC = Nota do Editor Chefão Don Oleari – Meditabundo – Nosso prezado parceiro Jomar Federici, lá dos alpes austríacos, filosofa sobre cavalos e  autoridades. 

– O textim de Federici  nos remeteu à história antiga, ao imperador Calígula e seu cavalo, Impetuoso. O Imperador exigia que os senadores despachassem com o colega equino.
Matutando – Por Jomar Federici
Eu sempre pensei que nomear um cavalo como senador romano tivesse sido o exemplo mais significativo de que o poder sempre foi exercido por excrescências.

Em vista do que tem acontecido no Brasil, principalmente, nos últimos anos, já tô achando o exemplo histórico uma sacada de mestre.

Cavalo não fala, não se deixa corromper, dá pouquíssima despesa ao contribuinte e não tripudia sobre ninguém.
Taí: hoje, precisamos com urgência de cavalos no judiciário e cavalos no legislativo.

É certo que não avançaríamos, mas, pelo menos, não seria mais o povo a comer grama.
O país precisa despertar!
jomar-federici.
Jomar Federici

Jomar Federici, Áustria, Oropa!

O cavalo Incitatus

calígula
Calígula e Incitatus

Incitatus é o cavalo do imperador que foi nomeado senador e sacerdote. Tinha uma guarda pretoriana com 18 integrantes, que cuidavam do seu sono nas véspera de corridas.

O terceiro imperador de Roma, conhecido como Calígula, nutria um amor profundo por seu cavalo preferido, chamado Incitatus (Impetuoso)

por Redação Cavalus

Incitatus – em latim, Impetuoso – era o preferido do Imperador Romano – reinado de 37-41 d.C.. Tratava-se de um cavalo de corrida trazido da Hispânia – nome dado a Península Ibérica na Roma Antiga – de onde, na época, Roma importava cerca de 10 mil cavalos por ano.

De acordo com biografia de Calígula escrita por Suetónio, Incitatus tinha cerca de dezoito criados pessoais. Assim como era enfeitado com um colar de pedras preciosas e dormia no meio de mantas de cor púrpura. A saber, essa cor era destinada somente aos trajes imperiais, ou seja, um monopólio real.

O terceiro imperador de Roma, conhecido como Calígula, nutria um amor profundo por seu cavalo preferido, chamado Incitatus (Impetuoso)

Calígula

O devotamento era tão grande que ele fez uma estátua de Inciatus em tamanho real, de mármore, com um pedestal em marfim. Conta a história, então, que Calígula incluiu o nome de Incitatus no rol dos senadores e ponderou a hipótese de fazer dele cônsul.

Ninguém na cidade podia fazer barulho em véspera de competição, a fim de não incomodar o sono do animal,

Além disso, Calígula nomeou o cavalo como sacerdote. E ainda designou uma guarda pretoriana – força militar romana criada para guardar o imperador e seus familiares – para tomar conta de seu sono. A história conta ainda que mantinham Incitatus em um luxuoso estábulo dentro do palácio imperial. E Calígula exigia que os senadores despachassem com o colega equino.

O terceiro imperador de Roma, conhecido como Calígula, nutria um amor profundo por seu cavalo preferido, chamado Incitatus (Impetuoso).

Sua ideia era humilhar o Senado romano e mostrar que se podia nomear um cavalo sacerdote e senador, podia fazer qualquer coisa com a vida de qualquer pessoa.

Um cavalo no Senado

O Senado romano, em latim Senatus, foi a mais antiga assembléia política da Roma Antiga, originária nos Conselhos de Anciãos da Antigüidade, como se lê no Wikipedia, neste verbete. Eis a origem de seu nome: senex, em latim, velho ou idoso.

Era integrado por representantes das famílias patrícias locais que, antigas em suas áreas de influência e detentoras de propriedade imobiliária, apresentavam estes dois requisitos essenciais para a conquista de poder, – tradição e propriedade – correlação clássica e constante na história humana, cujo rompimento só começa a ocorrer a partir do recente século XIX, quando o fator trabalho adquire representação político-partidária e começa a influir, marginalmente, em algumas assembléias legislativas.

Poder maior durante o período da republica romana (de 509 a.C. a 27 a.C.), o Senado conheceu a redução de seus poderes durante o longo período imperial que transcorreu a partir de então, e até 476 d.C., o que justificava uma recalcada ou explícita ideologia de oposição aos imperadores, o que alguns senadores exibiam, conflitando com e mesmo hostilizando imperadores, chegando a ocorrer assassinatos.

https://donoleari.com.br/negocios-mg-ambiente-bom-don-oleari/

https://cavalus.com.br/geral/incitatus-e-o-cavalo-do-imperador-caligula-que-foi-nomeado-senador/

COMPARTILHE:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp
Don Oleari - Editor Chefão

Don Oleari - Editor Chefão

Radialista, Jornalista, Publicitário.
Don Oleari Corporeitcham