Centenário Rubens Gomes, líder trabalhista, educador e desportista: 100 anos em 23 de setembro

rubens gomes

Rubens Gomes, líder trabalhista, educador e desportista, 100 anos em 23 de setembro. Preso pela ditadura.

DETALHES DO ANEXO rubens-gomes-2-1.jpg
rubens gomes

Natural de Vitória e filho caçula de José Joaquim Gomes e Eugênia Vervloet Gomes, Rubens José Vervloet Gomes faria 100 anos neste 23 de setembro.  Irriquieto, foi professor, advogado, economista, político e apaixonado pelo Santo Antônio Futebol Clube. Teve uma vida agitada  em todas essas áreas.

Mais capixaba da gema, impossível. Nasceu em 1921 na Ladeira da Matriz (hoje, rua Cerqueira Lima), na Cidade Alta,  coração de Vitória/ES, numa casa que foi demolida para que seus pais construíssem o Hotel Majestic, inaugurado em 1926. Foi um feito importante, que teve até a presença do então governador Florentino Avidos.

Foi casado com Margarida Câmara Gomes durante 35 anos e teve 6 filhos: Ingrid Maria, Sigrid, Astrid, Rubinho, Fernando e Beto. Em segundas núpcias, foi casado com Angela Maria de Souza, com quem teve uma filha, Rebeca Souza Gomes. Rubens Gomes morreu aos 85 anos, em 31 de agosto de 2007.

Florentino-Avidos_3.jpg
Florentino Avidos 

Como professor, realizou em 1966 um sonho antigo: fundou o Colégio Brasileiro de Vitória no prédio onde seu pai havia construído o Hotel Majestic e formou mais de 30 mil alunos em seus cursos profissionalizantes  de Contabilidade, Administração de Empresas, Edificações, Ciências Biológicas, dentre outros, até encerrar as atividades 30 anos depois, em 1996.

Com uma trajetória marcante na vida político-social do Estado, Rubens Gomes foi presidente da Federação do Comércio do Espírito Santo entre 1956 e 1958, quando construiu o Sesc da Praça Misael Pena, no Parque Moscoso, em Vitória, onde foi pioneiro no atendimento médico-odontológico gratuito para os comerciários do Estado.

A militância política começou quando foi candidato a prefeito de Vitória pelo PTB, em 1958.  Perdeu a eleição para Adelpho Poli Monjardim (UDN), uma vitória do conservadorismo dominante. Mas a campanha foi animada.

A candidatura de Rubens José Vervloet Gomes teve até jingle criado por Maurício de Oliveira e a presença de João Goulart, então ministro do Trabalho do presidente Juscelino Kubitschek, que veio prestigiar um de seus comícios.

 rubens-gomes-Inauguracao-do-estadio-RG.pngSanto Antônio Futebol Clube, uma paixão

Perdeu a eleição, mas não a paixão pelo futebol. Naquele mesmo ano  foi inaugurado, no bairro Soteco, o Estádio Rubens Gomes, do Santo Antonio Futebol Clube, na gestão de Antônio Cruz.

Antonio Cruz, presidente em exercício do Santo Antonio (foto da direita), discursa na inauguração do estádio ao lado do presidente licenciado Rubens Gomes, que era candidato do PTB a prefeito de Vitória.

Rubens José Vervloet Gomes havia presidido o time de 1953 a 1957. No jogo inaugural o Santo Antônio enfrentou o Botafogo de Garrincha, Didi, Nilton Santos e Zagalo (foto dos dois times).

 Santo-Antonio-x-Botafogo-RJ.jpg
Santo Antônio x Botafogo-RJ

“Fotogarfada” do blogui Memorial do Futebol Capixaba.

Dois meses antes, os quatro haviam conquistado o primeiro título mundial do Brasil na Suécia ao lado de Pelé, Zito, Belini, Mazola e outros craques brasileiros.

Voltou a presidir o Santo Antonio na conquista do bicampeonato em 1960 e 1961 em histórica decisão contra o Rio Branco no Estádio Rubens Gomes, quando os antoninos venceram por 6 a 1.

fontana-que-comecou-no-sto.-antonio.jpg
fontana, que começou no sto. antonio

O Santo Antonio tinha sua sede social no bairro de origem em Vitória, onde teve que preparar um espaço especial para exibir os inúmeros troféus que conquistou.

Em 1960, depois de ter presidido a Caixa Econômica Federal no Espírito Santo durante os sete meses do governo Jânio Quadros, coordenou a campanha “Mãos Limpas” e presidiu o Movimento Trabalhista Renovador no Estado.

Em 1962, foi candidato a deputado federal na coligação do MTR com o PSD, e ficou como primeiro suplente.

Dentre as causas populares com as quais se envolveu, está a campanha O Petróleo é Nosso e a luta pela encampação da Bond & Share (que era concessionária de energia elétrica inglesa, nacionalizada com o nome de Escelsa anos depois).

 majestic-hotel.jpgNa ditadura, prisões

Em 1964, 1º de abril de 1964, dia do golpe militar,  Rubens Gomes estava na manifestação que apoiou a legalidade e pressionou o governador Francisco Lacerda de Aguiar (Chiquinho) a resistir com Jango e o governador Brizola, o que lhe valeu alguns meses preso no quartel do Corpo de Bombeiros, em Vitória, juntamente com outras dezenas de políticos contrários ao golpe.

Foi preso novamente no dia da decretação do AI-5. Naquela noite de 13 de dezembro de 1968 ocorreu a formatura da turma de Ciências Econômicas da Ufes. Rubens José Vervloet Gomes foi o orador da turma que havia escolhido D. Helder Câmara para paraninfo da turma.

O arcebispo emérito de Olinda e Recife desembarcou em Vitória, foi recebido no aeroporto pelo arcebispo de Vitória D. João Batista da Motta e Albuquerque, mas foi impedido pelos militares de comparecer à cerimônia no Cine Juparanã, onde Rubens José Vervloet Gomes foi o único orador. Saiu da solenidade preso pela Polícia Federal. Além disso, enfrentou processo na Auditoria da Aeronáutica juntamente com outros capixabas perseguidos pelo regime de exceção.

Depois da anistia, com o regresso dos  cassados e exilados ao Brasil, voltou à política como presidente do PDT no  Estado e candidato a governador pela legenda em 1986. Em 1989 coordenou a campanha de Leonel Brizola à Presidência da República no Espírito Santo, na primeira eleição presidencial depois da redemocratização do país.

 claudiovereza_03092013_baixa_reinaldocarvalho.jpg.jpg
claudio vereza

Seu último ato político foi  o comparecimento a uma das sessões da Comissão da Assembléia Legislativa presidida pelo deputado Cláudio Vereza, que resgatou as vítimas da repressão pelo regime militar no Estado em 1996.

Com quatro de seus filhos, Rubens José Vervloet Gomes criou o Centro Educacional Brasileiro, que, a partir de 2002, transformou o prédio do antigo Hotel Majestic em centro cultural na Cidade Alta, em Vitória, com apoio do governo estadual e prefeitura de Vitória.

sto-ant-inicio.jpg

DETALHES DO ANEXO sto-ant.jpg

sto-ant-2.jpg

 

 

 

 

 

 

 

DETALHES DO ANEXO sto-ant-e-vitoria-1.jpgsto-ant-3.jpg

Formatação do texto com base em informações do acervo de Rubens Gomes pela jornalista Lena Mara.

Com Rubinho Gomes.

Edição: Don Oleari

[email protected]

Prédio do antigo Hotel Majestic será reaberto ainda este ano 

https://www.seculodiario.com.br/cultura/predio-do-antigo-hotel-majestic-sera-reaberto-ainda-este-ano

https://donoleari.com.br/paulo-wanderley/

https://sedu.es.gov.br/

rubens gomes

rubens gomes

rubens gomes

rubens gomes

 

COMPARTILHE:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp
Don Oleari - Editor Chefão

Don Oleari - Editor Chefão

Radialista, Jornalista, Publicitário.
Don Oleari Corporeitcham