Secretaria de Cultura do ES abre chamada pública para exposição a céu aberto na Residência Oficial da Praia da Costa, VV/ES | 19/8

chamada pública para exposição a céu aberto

Parque-de-Esculturas-da-Residencia-Oficial-do-Governo-do-Estado-2-1.jpegGoverno do ES abre chamada pública para exposição a céu aberto na Residência Oficial

Seleção de propostas vai integrar parte das atrações do “Parque de Esculturas da Residência Oficial do Governo do Estado”, na Praia da Costa, Vila Velha/ES.

A Secretaria da Cultura (Secult) abriu nesta terça-feira (17) o Edital 001/2021 – Seleção de propostas artísticas para a implementação do parque de esculturas, referente ao projeto “Parque Cultural Casa do Governador”. O Edital é um projeto interdisciplinar e interinstitucional, unindo educação patrimonial, meio ambiente, botânica, ciência e tecnologia e artes visuais. O investimento é de R$ 1,3 milhão.

Conheça o projeto completo do Parque Cultural Casa do Governador.

A Chamada Pública para artistas visa à seleção de projetos de escultura, site-specifics e instalações sensoriais, que unem arte, tecnologia e meio ambiente, compreendendo a relação entre arte, paisagem e arquitetura. Os projetos selecionados irão compor a exposição permanente e exposições temporárias do “Parque de Esculturas da Residência Oficial do Governo do Estado”.

Parque-de-Esculturas-da-Residencia-Oficial-do-Governo-do-Estado.jpegPara exposição a céu aberto, inscreva-se pelo Mapa Cultural AQUI.

Serão selecionados sete projetos para a exposição permanente, em duas categorias de premiação, e oito projetos para a exposição temporária, com prazo de duração de um ano.

No caso de projetos para a exposição permanente, serão divididos da seguinte forma: quatro prêmios com valor de até R$ 100 mil reais e três prêmios com valor de até R$ 200 mil reais, ambos para projetos de escultura/instalação em escala monumental. Pelo menos cinco prêmios serão destinados a projetos inscritos por proponentes residentes ou sediados no Estado do Espírito Santo.

No caso de projetos para exposição temporária, serão oito prêmios com valor individual de até R$ 40 mil reais para projetos de escultura/instalação em escala monumental, nos  quais pelo menos cinco prêmios serão destinados a projetos inscritos por proponentes residentes ou sediados no Estado do Espírito Santo.

O edital se volta para a multiplicidade da produção tridimensional, desde de sua linguagem tradicional, a escultura, até proposições contemporâneas em técnicas, materiais, espacialidades, interatividades e tecnologias.

Propostas de instalações, por exemplo, podem compor um ambiente a ser percorrido pelo espectador em diversos níveis de interatividade, estimulando diálogos com a paisagem e o espaço de ocupação. Já propostas em site-specific (termo em inglês para local específico), podem trazer trabalhos artísticos a serem desenvolvidos para fazer sentido apenas em um determinado local.

 Nicolas.jpeg
nicolas soares

– “O Parque quer provocar também as possibilidades entre arte e tecnologia, em seu caráter aberto, entendendo tecnologia como um saber que envolve conhecimentos ancestrais, assim como inovações científicas, dinamizadas em instalações sensoriais”, explicou o coordenador da Galeria Homero Massena e coordenador do edital, Nicolas Soares.

Nicolas Soares pondera que as obras em escala monumental devem se relacionar com as áreas:

– “Estamos disponibilizando dez metros quadrados para cada trabalho e no entorno de cada área existem diversos elementos, árvores de médio a grande porte, troncos e afloramentos rochosos, que compõem este espaço em sua magnitude. Os trabalhos a serem propostos precisam se conectar de forma harmônica com a paisagem em sua escala e grandiosidade”, acrescentou.

Entenda a chamada para artistas

Os projetos terão que se relacionar com o espaço arquitetônico e paisagístico da Residência Oficial, interagindo e se integrando no espaço.

Escultura: formas espaciais em três dimensões, por meio da manipulação e materiais diversos em variadas técnicas, na tentativa de representar ou apresentar algo.

 casa-do-governador.pngInstalação: manifestação artística onde a obra é composta de elementos organizados em um ambiente. A obra se conecta ao espaço, com o auxílio de materiais e técnicas variadas, na tentativa de construir uma ambiência, cena e/ou experiência, cujo movimento é dado pela relação entre objetos, construções, o ponto de vista e o corpo do observador.

Instalações Sensoriais: trabalhos inovadores que articulem conceitos da arte e da tecnologia, correlacionados ao espaço/ambiente em que se inserem dessa forma, tirando proveito de situações, como luminosidade, sombras, vento, chuva etc.

Propõe-se, ao mesmo tempo, uma dinâmica interativa entre obra e público, a fim de estimular as percepções numa realidade aumentada.

Site-specific: são obras que configuram uma situação espacial específica, levando em conta as características do local e que não podem ser apreendidas senão ali. Tendência da produção contemporânea de se voltar para o espaço, incorporando-o à obra e/ou transformando-o.

Escala monumental: intervenções escultóricas e/ou instalativas que se harmonizem à paisagem e seus elementos, e/ou projeto paisagístico e à arquitetura, em uma relação de proporcionalidade entre dimensões, volumetria e a área a ser ocupada.

27 – 3132-8395

Com Aline Dias / Danilo Ferraz / Erika Piskac/ Jória Scolforo
(27) 3636-7111 / 99753-7583 / 99902-1627
[email protected]
 / c[email protected]

 

 

https://donoleari.com.br/direito-do-trabalho-e-previdencia/

chamada pública para exposição a céu aberto

chamada pública para exposição a céu aberto

chamada pública para exposição a céu aberto

chamada pública para exposição a céu aberto

chamada pública para exposição a céu aberto

chamada pública para exposição a céu aberto

Tags

COMPARTILHE:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp
Don Oleari - Editor Chefão

Don Oleari - Editor Chefão

Radialista, Jornalista, Publicitário.
Don Oleari Corporeitcham