Quem somos[email protected]

Search

Champagne Day: Cibele Alves Siqueira, sommelière da Wine, fala dos vários estilos do champanhe | 27/10

cibele-siqueira.jpg 27 de outubro de 2023 27 KB

Champagne Day

Sommelière da Wine apresenta as características de versões clássicas, safradas e não safradas. Confira dicas de rótulos para celebrar a data

taca-de-vinho-e-pedra-azul-1-1-e1684368407948.jpg 17 de maio de 2023 26 KB
taça de vinho e pedra azul | Foto: Fabio Vicentini

COLUNA MEU VINHO MINHA VIDA

Don Oleari

Com Bruno Costa Cardoso

don-oleari-novo-don-corleone-1-202x300-1.jpeg
Don Oleari, “engólogo”

Em 2023, o Dia Mundial do Champagne, #ChampagneDay, é comemorado em 27 de outubro. A data surgiu em 2009 e, segundo o Comité de Champagne, entidade que agrupa os principais atores da produção e comércio de champagne no mundo, deve ser comemorada toda quarta sexta-feira do mês de outubro. Ou seja, a cada ano, o dia de comemorá-lo não é fixo.

“Essa versatilidade – diz Cibele Siqueira – representa bem essa bebida que pode ser apreciada em vários estilos. Consumido nos quatro cantos do mundo, pode ser encontrado em versões como Vintage, que são as que possuem safra e seguem o padrão Blanc de Blancs (feito somente de uvas brancas), Rosé ou Blanc de Noir (feito apenas com uvas tintas) e até as produções não safradas – sempre todos elegantes”.

 Champagne-Day_-aprenda-mais-sobre-este-estilo-de-vinho-e1698413335583.jpg 27 de outubro de 2023 56 KBDenominação de origem

A sommelière da Wine fala sobre as borbulhas:

“Champagne é uma Denominação de Origem na França, que produz espumantes pelo Método Tradicional ou Champenoise. É um método que inicialmente gera um vinho tranquilo que, após uma segunda fermentação, ganha borbulhas e se transforma num delicioso champagne, produzido com uvas Pinot Noir, Chardonnay e Meunier”,

Antes de um rótulo de champagne – ou champanhe, em português – ganhar as gôndolas e vitrines mundo afora, ele deve repousar por no mínimo quinze meses em adegas.

Porém, se for um exemplar safrado, o prazo se estende para no mínimo 3 anos.

“Esse é um fato interessante que observei durante minha visita à cidade francesa Reims, onde vi que deixavam as garrafas descansar por mais tempo. A maioria das Maisons entende que, para os não safrados, esse tempo extra agrega maior complexidade à bebida. Já para as produções safradas, a maioria das vinícolas deixa 5 anos ou mais. Isso mostra uma preocupação de todos em oferecer ao mercado uma bebida de qualidade e consistência”, complementa.

Champagne Day

Mitos e verdades

Possivelmente você já ouviu a famosa frase de Dom Pérignon:

“Estou bebendo estrelas”. De acordo com a sommelière da Wine, isso é um mito. O monge beneditino Dom Pérignon ganhou destaque ao fazer o primeiro Blanc de Noir, ou seja, o primeiro vinho branco preparado com uvas tintas, após realizar diversos testes em garrafas de vidro inglesas que se demonstravam mais resistentes. Porém, não foi ele que inventou champagne, visto que esta é uma bebida que sofreu evoluções e se aperfeiçoou durante o tempo.

Outro detalhe importante é que, para os franceses dessa região, não é adequado falar em Champagne “Sur Lie”, expressão usada em espumantes que não passam pelo processo de degorgement, ou seja, continuam com as leveduras dentro da garrafa, mesmo após o término da segunda fermentação.

Há muitos espumantes no mercado que são turvos por conterem leveduras, mas não foram submetidos ao dégorgement. Para eles, é de extrema notoriedade poder observar a limpidez do líquido como um fator qualitativo. Por isso, a Remuage, método atribuído a Nicole Barbe, é importante, pois ajuda a levar os sedimentos até o gargalo da garrafa para depois sofrer o degorgement.

Champagne Day

A Nicole Barbe, mais conhecida como Veuve Clicquot, criou a Remuage que hoje é utilizada por todas as Maisons de uma forma mais tecnológica como gira pallets.

Todo esse processo é realizado para levar uma bebida premium às taças dos apaixonados por champagne.

“A cultura local de Reims é encantadora. É normal sentar num café na semana ou num happy hour e pedir uma taça de champagne. Dão muito valor a essa bebida e é isso que a torna única”, aponta Cibele.

https://www.wine.com.br/vinhos/champagne-veuve-clicquot-brut/prod4197.html

Neste dia do Champagne Day, erga sua taça e celebre momentos! Não se engane, diferente de muitos outros espumantes, o Champagne é uma bebida clássica e marcante em cada gole! Se estiver na dúvida de qual rótulo escolher, há duas opções com grande potencial para  harmonizar com pratos de sabor marcante em momentos de confraternização.

Uma é o Champagne Montaudon Grande Rose, elaborado a partir de uvas provenientes de um mesmo vinhedo e que apresenta abundante e delicada perlage e revela um aroma complexo, maduro, com toques florais, nuances de especiarias e pão torrado.

https://www.wine.com.br/vinhos/champagne-montaudon-grande-rose/prod4762.html

Outra alternativa para festejar o Champagne Day é apostar no Champagne Moet Chandon Imperial Brut, a mais completa expressão do estilo da clássica Möet & Chandon. Com mais de cem vinhos diferentes, com cerca de 30% de vinhos de reserva, a vinícola expressa nesse exemplar muito requinte, elegância e complexidade, além de ser uma produção pontuada por Vinous e Wine & Spirits.

https://www.wine.com.br/vinhos/champagne-moet—chandon-imperial-brut/prod4192.html

Champagne Day

cibele-siqueira.jpg 27 de outubro de 2023 27 KBCibele Siqueira é coordenadora de seleção de produtos e sommelière da Wine. Com 15 anos de experiência no ramo de bebidas, é Sommelière formada pelo Senac e Fisar/ UCS, além de certificada pelos principais cursos de vinho, como EVP, WSET 3 e FWS – French Wine Scholar. É formada em Direito pela Faculdade de Direito de Franca. Possui MBA em Gestão Empresarial pela FGV, MBA em Liderança, Inovação e Gestão 3.0 pela PUC-RS, XBA Exponential Business Administration pela StartSe e Nova SBE Executive Education, EXP Entrepreneur’s Xponential Program pela Babson College e Digital Marketing: Customer Engagement, Social Media, Planning & Analytics pela Columbia Business School.

Hobby e paixão

Cibele conclui dizendo: “O vinho é um hobby que virou uma paixão! Amo o que faço e sou incansável aprendiz sobre o vinho e o varejo. Comecei tomando uma tacinha para acompanhar meu pai e logo me apaixonei pelo vinho. Quando vi já estava inserida em estudos e fazendo workshops. Hoje, estar na Wine mostra que estou no caminho certo, falando desse universo e da cultura do vinho para todos! De fato, o vinho pra mim conecta pessoas”, conta Cibele.

Champagne Day

Edição, Don Oleari – [email protected]

https://www.facebook.com/oswaldo.oleariouoleare

COMPARTILHE:

Picture of Don Oleari - Editor Chefão

Don Oleari - Editor Chefão

Radialista, Jornalista, Publicitário.
Don Oleari Corporeitcham

Posts Relacionados

A Bicharada do Don Oleari.