CRAS móvel da PMC atende a 99 famílias do entorno do hospital Pedro Fontes | 5/4

CRAS

CRAS

ronaldo-foto-prassinatura-da-coluna-1-1-1-1-1-1.jpg
ronaldo chagas vieira

 

Coluna AQUI CARIACICA – Ronaldo Chagas Vieira, Correspondente Comunitário

A prefeitura de Cariacica realizou ações importantes através do CRAS móvel (Centro de Referência e Assistência Social), atendendo à região do entorno do hospital Pedro Fontes. Nunca antes na história do bairro, foram ofertados tantos serviços necessários ao desenvolvimento da comunidade.

 giliane-lemos-1-1.jpg
giliane lemos, coordenadora do Cras

O prefeito Euclério Sampaio deu total apoio ao evento, que foi coordenado pela Secretária de Assistencial Social, Danyelle Lirio, que disponibilizou grande equipe para cumprir todas as etapas, desde a divulgação até o encerramento.

 mat-ronaldo-3-1-1.jpg

A coordenadora do CRAS MÓVEL é Gilliane Lemos. Cristina Cabral (de boné, na foto à esquerda) , experiente pedagoga, planejou o evento, juntamente com a Gerente de Proteção Social Básica,  Andressa Biancardi (em primeiro plano, na foto) e sua equipe.

Foram inscritas no Cadastro Único 99 famílias. O Cadastro Único, como o próprio nome diz, é um cadastro que reúne diversas informações sobre as famílias brasileiras, em situação de pobreza ou de extrema pobreza.

Para se inscrever, precisa comprova r renda mensal familiar, de até 3 salários mínimos, ou possuir renda maior, desde que o cadastramento esteja vinculado á inclusão em programas sociais nas três esferas do governo.

No ato da inscrição, um entrevistador social, que é um funcionário da Prefeitura,  perguntas sobre vários aspectos da realidade da família: quem faz parte da família, características do domicílio, despesas, se há pessoas com deficiência na família, grau de escolaridade dos integrantes, características de trabalho e remuneração dos componentes.

Os inscritos no CadUnico podem ter acesso a diversos programas: Programa Auxilio Brasil, Minha Casa Minha Vida, Beneficio de Prestação Continuada, Programa de Erradicação do Trabalho Infantil, Programa de Fomento Agrícola, bem como aquisição de alimentos.

O cadastro Único constitui-se em importante ferramenta de apoio à formulação e à implementação de políticas públicas capazes de promover a melhoria de vida dessas famílias, na medida em que reúne um conjunto de dados que permite aos gestores o conhecimento dos riscos e das vulnerabilidades a que a população pobre e extremamente pobre está exposta.

O cadastramento não significa a inclusão automática da família nos programas sociais, inclusive no programa Auxilio Brasil. A seleção e o atendimento da família por estes programas ocorre de acordo com os critérios e procedimentos de cada um deles.

A ação social contou com apoio da secretaria de Saúde, que vacinou centenas de pessoas, atualizando o calendário vacinal, bem como prestando orientações para o dia a dia das famílias.

Esteve presente, representando o prefeito, o Assessor de Gabinete, Emerson Corteletti.  O Sub Secretario de Agricultura, Jorge Rocha Cardoso, também participou. O ex-secretário de Governo, Messias Donato, passou toda a manhã no local, recordando seus tempos de criança, quando passava por ali com frequência.

A Policia Militar deu apoio a todas as ações, através da prestimosa colaboração do Sargento Sabino, que atendeu o chamado e planejou todo o atendimento. A comunidade gostou muito e isso foi constatado pelos elogios nos grupos de redes sociais.

Depósito Humano

O Hospital Pedro Fontes foi criado em 1937 para isolar pacientes com Hanseníase, doença também conhecida como Lepra, normalmente retirados de maneira violenta do convívio familiar e social.

Os filhos dos internos, por sua vez, eram encaminhados para o Educandário Alzira Bley, também em Cariacica, criado em 1940. O leprosário, também chamado de Colônia de Itanhenga, nasceu no contexto da política de isolamento e internação compulsórios de pacientes com Hanseníase no primeiro governo do presidente Getúlio Vargas. Dr. Arildo Gimenes, foi voluntário da instituição por muitos anos.

Eu fui aluno do Colégio São João Batista e junto comigo estudavam vários internos do educandário, entre eles, meu amigo Heraldo Pereira, que hoje preside a Associação de Filhos que foram separados pelos pais (Ronaldo Chagas Vieira).

EDP lança duas novas turmas da Escola de Eletricistas para mulheres no ES 

CRAS móvel

CRAS móvel

https://www.cariacica.es.gov.br/

COMPARTILHE:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp
Don Oleari - Editor Chefão

Don Oleari - Editor Chefão

Radialista, Jornalista, Publicitário.
Don Oleari Corporeitcham