Fernando Henrique e Lula – Colunista do PDO critica colega do PDO pelo artigo “A farsa Fernando Henrique Cardoso & Lula” 8

fernando henrique

Coluna Política é coisa séria – Haroldo Mathias do Passo

Colunista Rodrigo Mello Rego critica colunista Haroldo Mathias do Passo.

– “O artigo é das piores coisas que tenho ligo sobre política”, diz o jornalista Rodrigo Mello Rego.

farsa-2-grana.jpgComentário ao texto de Haroldo Mathias do Passo “A farsa Fernando Henrique Cardoso & Lula” – Haroldo Mathias do Passo

Este colunista recebeu do Editor Chefão o texto enviado pelo jornalista Rodrigo Mello Rego, também colunista do Portal Don Oleari.

Como as normas de redação dizem que neste veículo devemos conviver com as opiniões diversas, reproduzo na íntegra. E me reservo, pelas mesmas normas, ao “direito de reposta” ao meu crítico colega Mello Rego (Haroldo Mathias do Passo).

Texto enviado ao PDO pelo colaborador Rodrigo Mello Rego.

– Entendo que nenhuma opinião, sendo pessoal, poderá ser objeto de contestação, mesmo quando a abordagem do tema evidencie radicalismo partidário.

Assinou? é dele a responsabilidade do que escreveu. Mas há limites e até mesmo a Internet se preocupa com isso.

Mesmo com chancela que indica o autor de um texto, leviandade é uma postura inconveniente por ser negativa e sem base de confirmação.

fernando henrique
Fernando Henrique e Lula

Fernando Henrique

Figuras como Fernando Henrique Cardoso, Luiz Ignácio Lula da Silva e Nelson Jobim (personalidades enfocadas pelo autor do texto) merecem, no mínimo, respeito pelos seus seus adversários.

É bom lembrar aos de memória curta que a presidência de Itamar Franco, em poucos e tumultuados tempos, foi bastante para iniciar a regularização das contas brasileiras mergulhadas no caos da desvalorização da moeda e de uma altíssima inflação.

ddO Plano Cruzado implantado pelo Ministério da Fazenda, com a criação de uma nova moeda, foi ponto de partida para o equilíbrio então iniciado. O ministro da Fazenda era Fernando Henrique Cardoso, pasta que criou e desenvolveu o projeto.

Antes disso, exilado pela revolução, foi professor de Sociologia nos Estados Unidos, no Chile e na França.

Lula, eleito, quebrou uma tradição capitalista extremada dando continuidade a uma fase de governo democrático com importantes conquistas sociais.

NÃO VOTEI EM NENHUM DELES E NÃO ENCONTREI NENHUM MOTIVO PARA ME ARREPENDER.

Entendo que messianismo deixou marcas amargas no País: Jânio com sua vassourinha para varrer os corruptos, Collor ameaçando os marajás,

Bolsonaro brandindo o tacape de oratória contra a velha e superada política implantada no Congresso Nacional.

Deu no que deu.

Os democratas, os autênticos democratas, veem nas eleições que se  sucederão razões  para confirmar ou negar seu apoio ao político que admiram ou deixaram de admirar.

Tenho meu ponto de vista: o PT – embora seu estatuto de fundação seja de altíssimo nível, assinado por figuras que honram o Panteon da vida brasileira – não é o mesmo, mas fui contra o impecheament de Dilma Roussef, em quem não votei.

Foi legitimamente eleita? Só poderia deixar o governo quando, em novas eleições diretas, fosse derrotada nas urnas.

O candidato é escolhido para exercer a Presidência da República com o nosso voto. Nós, os eleitores, os elegemos. Nós, os eleitores, mesmo de curtíssima memória, podemos alija-los do Poder.

Os bolsonaristas são mais radicais do que os presidentes de sindicatos trabalhistas, mas o problema, se for problema, é deles.

Mas que não procurem me convencer com o radicalismo fascista de sua falsa e tendenciosa argumentação.

O artigo enfocado é das piores coisas que tenho ligo sobre política.

fernando henrique
Rodrigo Mello Rego

Rodrigo Mello Rego, jornalista, Mestre em Estudos Literários

Autor da coluna “As Certinhas do Oleari + poesia erótica”.

 

NEC = Nota do Editor Chefão, Don Oleari – Fernando Henrique e Lula, enfim, abrem uma prática inédita na imprensa botocuda, useira e vezeira em “não me toques”. Tenho dito aos colegas colaboradores que o “regulamento” no Portal Don Oleari é meiqui sem regulamento.

E nuntamu a fim também de mais do memo. Como disse a uma gentil colega assessora de imprensa que estranhou uma pergunta enviada ao assessorado, uqui nossa tchiurma pretende é levar as fontes a dizerem coisas que elas não dizem ou não têm dito, até porque não têm sido questionadas.

don-oleari-corleone.jpg
Don Oleari

Nossos dois colunistas, Haroldo Mathias do Passo e Rodrigo Mello Rego, com tal prática levaram o Editor Chefão do PDO a “um estalo de Vieira”. Ele imediatamente criou o “OBUNDASMAN” do Portal Don Oleari.

O nome, na verdade foi uma sacada do nosso guru Rubens Pontes, no clima ameno de sua varanda com vista para um vasto pasto. Do nosso sugerido “OMbundasMAN”, Pontes aperfeiçou para o nome defitivo. Nestes próximos dias, o ObundasMAN do PDO estreará nas nossas páginas infernéticas.

https://www.folhavitoria.com.br/geral/noticia/06/2021/morre-empresario-do-ramo-de-supermercados-agostinho-roncetti?utm_source=One%20Signal&utm_medium=Web%20Push&utm_campaign=Daily%20News

https://donoleari.com.br/dia-do-meio-ambiente-e-ecologia/

fernando henrique

fernando henrique

COMPARTILHE:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp
Don Oleari - Editor Chefão

Don Oleari - Editor Chefão

Radialista, Jornalista, Publicitário.
Don Oleari Corporeitcham