Don Oleari, o Engólogo: ZERO imposto para o vinho nosso de cada dia

Coluna Meu vinho, minha vida

Foto de capa: Fábio Vicentini (a quem devo um pedido de autorização pra usar sua bela foto).

Redução de impostos:

Conclamo a todos aqueles que integram a cadeia produtora de vinhos, desde os que cuidam da terra, plantam as parreiras, manejam, colhem, transformam, engarrafam, transportam, comercializam, para criarmos o movimento VINHO NOSSO DE CADA DIA.

Justificativas:

1 – Vinho é alimento (como é tratado na França).

2 – Vinho é saúde (quinenqui dizem médicos)

3 – Conta a lenda que o primeiro porre da história do bichumano foi com um tipo de vinho. Noé deixou uma gamela de uvas num cantoalguns dias. Elas fermentaram e ele provou.

Provou e gostou pracas.

Ele e uma filha, com quem, segundo a lenda, “ele fornicou” – quinenqui dizem os parceiros Rubens Pontes e José Coco Fontan, pesquisadores de porres e de fornicações das antiguidades.

4 – Por último, caríssimo Carlos Fernando Lima, tem o lance da multiplicação do pão e do vinho: quer dizer,
não houve multiplicação de suco de uva, caramba!

COMPARTILHE:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp
Don Oleari - Editor Chefão

Don Oleari - Editor Chefão

Radialista, Jornalista, Publicitário.
Don Oleari Corporeitcham