Elon Musk encontra Bolsonaro em SP em agenda não oficial, para empresários | 20/5

Elon Musk encontra

Elon Musk encontra em SP

Por João Paulo Oleare

O bilionário Elon Musk se encontrou nesta sexta-feira, 20 de maio, com o presidente Jair Bolsonaro em Porto Feliz,  interior de São Paulo. Realizado em hotel de luxo num evento para cerca de 100 convidados, o encontro teve o propósito de anunciar o lançamento da rede Starlink, que fornecerá internet a 19 mil escolas e “monitoramento” da Amazônia.

O acordo nebuloso do governo com o bilionário foi anunciado em meio a questionamentos diversos. A Anatel já autorizara atividades do grupo Musk no Brasil nessa área.

Segundo a jornalista Andréia Sadi (colunista do G1), o encontro é visto como um trunfo na campanha de reeleição de Bolsonaro. Ambos se posicionam como “defensores irrestritos da liberdade de expressão”. Curiosamente, os dois possuem noções peculiares de “liberdade de expressão”.

A jornalista Julia Duailibi anotou o encontro como privado, promovido pelo excêntrico mega bilionário Musk com grandes expoentes do empresariado brasileiro. O encontro não constava da agenda oficial da presidência e não passou por procedimentos protocolares do Ministério das Relações Exteriores, como é a prática em encontros oficiais do Presidente da República.

Elon Musk encontra
elon musk

A vinda de Elon Musk ao Brasil teria sido uma resposta a uma sugestão do Ministro Fabio Farias num encontro nos Estados Unidos e foi toda organizada pelo dono da Spacex e da Tesla.

Ele se encontrou também com alunos do ITA (Instituto de Tecnologia da Aeronáutica), aos quais disse:

“Tentem ser úteis. É bem difícil”.

Musk, tuiteiro contumaz (a compra da rede social está momentaneamente suspensa), já declarou abertamente que apoiará golpes de Estado onde bem entender, “lidem com isso” – a declaração foi dada em meio à tentativa de golpe na Bolívia, detentora de enormes reservas de lítio, mineral essencial para as baterias de seus carros elétricos. A mineradora Vale também possui acordo com o bilionário para fornecimento de níquel.

O pesquisador David Nemer, capixaba radicado nos Estados Unidos que dá aula na Universidade da Virgínia e é associado a um centro de pesquisa em Harvard, alerta que o Brasil possui em torno de 95 mil toneladas do mineral – a sétima maior reserva do planeta.

Lembremos que o discurso ultranacionalista de Bolsonaro sempre pregou uma suposta soberania nacional em relação à Amazônia. O colunista do Uol Jamil Chade, um dos principais nomes da cobertura internacional em atividade no Brasil, aponta em sua coluna que a preparação da visita sequer passou pelo Itamaraty, “uma instituição que sempre soube o que era soberania”.

Ainda segundo Chade, “o que está em jogo hoje não é apenas a capacidade de monitoramento da Amazônia. Mas o controle sobre os dados que tal sistema irá gerar e que estarão nas mãos de um magnata estrangeiro”.

Especialistas disseram que a amazônia necessita é de extensa fiscalização porque os sistemas que monitoram desmatamentos e outras operações ilegais, como garimpos bancados por capitais predadores, são suficientes e “enxergam” os focos, o que não acontece com os satélites de Musk.

Elon Musk encontra

https://www.spacex.com/

Elon Musk encontra

Elon Musk encontra

Majeski pede suspensão de Termo de Ajustamento de Gestão que transfere 20 mil alunos às escolas municipais

COMPARTILHE:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp
Don Oleari - Editor Chefão

Don Oleari - Editor Chefão

Radialista, Jornalista, Publicitário.
Don Oleari Corporeitcham