Ensino médio noturno em todo o ES, propõe Majeski na AL/ES – 22

noturno

Majeski propõe ensino médio noturno em todo o ES.

–  “Durante minha juventude, em Santa Maria de Jetibá, trabalhava o dia inteiro e estudava à noite. Se não houvesse a oferta de ensino regular no período, não poderia ter estudado (Sergio Majeski).

Já está tramitando na Assembleia Legislativa proposta do deputado estadual Sergio Majeski (PSB) para incluir na legislação a obrigatoriedade de o Estado do eS oferta séries do Ensino Médio regular noturno em todos os municípios, em ao menos uma unidade de ensino, independentemente da quantidade de alunos frequentadores.

O objetivo é favorecer o acesso dos jovens aos estudos, principalmente àqueles que, por conta do trabalho ou outras particularidades, não podem estudar durante o dia.

– “Recentemente fizemos indicação ao Governo do Estado para a retomada da oferta do ensino regular noturno nos municípios onde a modalidade não é ofertada. Mas para garantir que independentemente da vontade de um ou de outro gestor, esteja na lei, de forma clara, que o Ensino Médio sempre seja ofertado também no período noturno”, destaca Majeski.

Outros nove deputados estaduais assinaram a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) nº 002/2021 apresentada pelo deputado Majeski e lida no Expediente da Sessão Virtual Ordinária desta segunda-feira (21).

Atualmente, a Secretaria da Educação (Sedu) só oferta o ensino regular no período noturno em 23 dos 78 municípios capixabas. Nos outros 55 municípios, quem quiser estudar à noite é obrigado a buscar escolas em outros locais.

Tal omissão deixa milhares de jovens à margem do acesso à educação, retirando-lhes a oportunidade de ascensão social, cujo principal meio é a qualificação.

Ensino noturno

– “A oferta do ensino noturno regular é fundamental. Como já me manifestei em diversas ocasiões, sempre estudei em escola pública. Durante a minha juventude, no município de Santa Maria de Jetibá, trabalhava o dia inteiro e estudava à noite. E assim foi até o final do Ensino Médio. Ou seja, se não houvesse a oferta de ensino noturno regular naquela ocasião eu não poderia ter estudado. Quem estuda à noite não faz isso por opção. É justamente por falta de opção que há a necessidade de buscar as escolas no período noturno”, completa Majeski.

De acordo com levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgado em 2020, cerca de 96 mil jovens com idade entre 15 e 17 anos, faixa etária correspondente do Ensino Médio, estavam fora da escola no Espírito Santo.

Outro estudo referente ao ano de 2020 e divulgado agora em 2021, pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), apontou que quase 78 mil estudantes, com idades entre 6 e 17 anos, pararam de estudar no Espírito Santo, dentre outras causas, pelo agravamento da pandemia da Covid-19.

https://donoleari.com.br/educacao-majeski-55-municipios/

https://www.sergiomajeski.com.br/post/retomadadoensinonoturnoem55municipios

Noturno

Quem estuda à noite não faz isso por opção. É justamente por falta de opção que há a necessidade de buscar as escolas no período noturno”, completa Majeski.

A Constituição Federal, no artigo 208, estabelece de forma clara que é dever do Estado garantir a oferta de ensino noturno regular adequado às condições do educando.

A Constituição Estadual, no artigo 170, destaca que o ensino será ministrado respeitando as condições peculiares e inerentes ao educando trabalhador.

De acordo com a base de dados da Transparência da secretaria de Educação (Sedu), não há  oferta do ensino regular noturno nos municípios de Água Doce do Norte, Águia Branca, Alegre, Alto Rio Novo, Apiacá, Aracruz, Atílio Vivácqua, Baixo Guandu, Barra de São Francisco, Boa Esperança, Bom Jesus do Norte, Cariacica, Castelo, Conceição do Castelo, Divino São Lourenço, Domingos Martins, Dores do Rio Preto, Ecoporanga, Fundão, Governador Lindenberg, Guaçuí, Ibatiba, Ibiraçu.

O quadro negativo se completa com os municípios de Ibitirama, Iconha, Irupi, Itaguaçu, Itapemirim, Itarana, Iúna, Jerônimo Monteiro, João Neiva, Laranja da Terra, Linhares, Mantenópolis, Marataízes, Marechal Floriano, Marilândia, Mimoso do Sul, Montanha, Mucurici, Muqui, Pancas, Pedro Canário, Ponto Belo, Presidente Kennedy, Rio Bananal, São Domingos do Norte, São Gabriel da Palha, São José do Calçado, São Roque do Canaã, Sooretama, Vargem Alta, Venda Nova do Imigrante e Vila Pavão.

https://www.al.es.gov.br/Deputado/SergioMajeski

COMPARTILHE:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp
Don Oleari - Editor Chefão

Don Oleari - Editor Chefão

Radialista, Jornalista, Publicitário.
Don Oleari Corporeitcham