Quem somos[email protected]

Search

Dia Nacional do Futebol: começa nesta quinta Copa Feminina do Mundo. Brasil joga segunda com Panamá | 19/7

Futebol
Futebol

Curiosidades sobre a Copa do Mundo de Futebol Feminino

Começa nesta quinta-feira, 20, mais uma edição do torneio mundial e, na próxima segunda-feira, a seleção comandada por Pia Sundhage entrará em campo contra o Panamá.

Texto: Alcindo Batista

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Neste 19 de julho, o país inteiro se enche de entusiasmo para celebrar o Dia Nacional do Futebol, data que reverencia a paixão que une milhões de torcedores ao redor do Brasil. E em meio a essa festa esportiva, é impossível deixar de destacar a grandiosidade e o brilho da Copa do Mundo de Futebol Feminino. Mais do que uma simples competição, esse torneio transcende fronteiras e gêneros, apresentando histórias de superação e momentos emocionantes que encantam o mundo.

Ao longo das últimas edições, a Copa do Mundo de Futebol Feminino conquistou um espaço cativo no coração dos fãs do esporte, tornando-se um evento de destaque no calendário esportivo global. Mas além dos lances magistrais e da rivalidade saudável entre as origens, essa competição é uma vitrine para talentos inspirados e uma oportunidade de quebrar estereótipos arraigados no universo do futebol.

No entanto, faltando 01 dia para início do torneio (e 05 para a nossa seleção entrar em campo), ainda existem muitas dúvidas para serem sanadas. De acordo com informações do Google, por meio do recurso “People Also Asked” (As pessoas também perguntam, em tradução livre do inglês), é possível observar questionamentos que variam desde a data do torneio até os países participantes;

Foto: Google.

Diante disso, nossa equipe analisou os principais questionamentos feitos na plataforma e procurou respondê-los. A ideia é ajudar os torcedores a estarem bem informados sobre o torneio e evitar cashout nas apostas esportivas para aqueles que gostam de fazer uma “fezinha”. Veja os destaques:

Onde vai ser a Copa do Mundo Feminina de 2023?

De acordo com a Federação Internacional de Futebol (FIFA), a Copa do Mundo Feminina FIFA 2023 será realizada em dois países-sede: na Austrália e na Nova Zelândia. O torneio começaq agora, dia 20 de julho, às 4 horas, com a partida entre a própria Nova Zelândia e a Noruega. O campeonato termina dia 20 de agosto com a final entre as duas melhores seleções do campeonato.

Quando o Brasil estreia?

A nossa seleção entra em campo no dia 24 de julho,  às 8h (horário de Brasília) contra o Panamá, na primeira rodada da fase de pontos corridos, pelo grupo F. Além do Brasil, França, Jamaica e Panamá.

Como será a Copa do Mundo Feminina?

A Copa do Mundo é uma competição que é realizada pela FIFA desde 1991, quando a edição inaugural, foi realizada na China. No formato atual da competição, as seleções disputam 31 vagas em uma fase de qualificação que tem duração de 3 anos. A seleção do país anfitrião é automaticamente classificada com a 32ª vaga.

Quanto à realização do torneio em si, não há diferenças em relação ao mundial masculino. São 32 equipes divididas em 8 grupos, com 4 seleções cada. A primeira fase do campeonato é de pontos corridos, que terá duração de 3 rodadas. Só os 2 melhores de cada grupo irão se classificar.

Depois, vem a fase de mata-mata já conhecida, com rodadas de oitavas, quartas, semifinais e, obviamente, a final. A equipe que vencer a última partida ganhará o título de campeã da 9ª edição da Copa do Mundo Feminina.

Quem vai jogar a Copa Feminina de 2023?

Assim como no caso da Copa do Mundo masculina, são 32 países selecionados para participar da versão feminina do evento. Para 2023, as seleções classificadas foram:

  • África do Sul;

  • Alemanha

  • Argentina

  • Austrália;

  • Brasil;

  • Canadá;

  • China;

  • Colômbia

  • Coreia do Sul

  • Croácia;

  • Dinamarca;

  • Espanha

  • Estados Unidos

  • Filipinas;

  • França;

  • Haiti

  • Holanda;

  • Inglaterra

  • Irlanda;

  • Itália;

  • Jamaica;

  • Japão;

  • Marrocos

  • Nigéria;

  • Noruega;

  • Nova Zelândia;

  • Panamá;

  • Portugal;

  • Suécia;

  • Suíça;

  • Vietnã;

  • Zâmbia

Qual seleção feminina tem mais copas do mundo?

De acordo com informações da FIFA, a seleção feminina de futebol que mais ganhou copas do mundo é a dos Estados Unidos que é, inclusive, a atual campeã mundial. Ao todo, foram conquistados 4 títulos, sendo eles em 1991, 1999, 2015 e — como citado acima —  em 2019, respectivamente.

Vai ter ponto facultativo nos dias de jogos da seleção?

Até o presente momento, não existe a confirmação de um ponto facultativo nos dias de jogos da seleção brasileira feminina de futebol. O que se sabe é que, antes do amistoso do Brasil com o Chile, no estádio Mané Garrincha, em Brasília, o Presidente da República, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), e a ministra do Esporte, Ana Moser, visitaram as jogadoras de Pia Sundhage e prometeram se esforçar para tornar possível a folga nos dias de jogos das mulheres.

“Vamos estar torcendo demais, vamos estar super focados em dar visibilidade. Vamos ver se a gente consegue fazer ponto facultativo nos dias de jogos. Quando tem jogo no masculino, não tem folga? Então, vamos tentar fazer o mesmo, dar a mesma importância”, afirmou a Ministra durante o encontro. Caso se confirme, a população poderá ter 7 pontos facultativos se chegar até a semifinal dos confrontos.

Quem ganha Copa do Mundo de Futebol Feminino de 2023?

Determinar quem ganhará um torneio antes dele começar pode ser difícil e até injusta, como afirmam alguns analistas. No entanto, tendo em vista o histórico das seleções até aqui, não há como destacar a possibilidade de título dos Estados Unidos, cujas jogadoras são as maiores e atuais campeãs da competição, a Alemanha e a França.

Além disso, para a jornalista Mariana Spinelli, da ESPN, o fato de ter vencido a última edição da Eurocopa Feminina também coloca a Inglaterra como candidata ao título:

“A Euro apresentou qualidade técnica, individual e física, esse resultado da competição tem a questão psicológica, de empolgação, de caramba ‘olha o nível de futebol que estamos acompanhando’, o aspecto de quais seleções são favoritas, qual o ‘gap’ que existe entre elas? A Inglaterra está muito à frente, pois apresentou o físico, o técnico, a empolgação, a parte psicológica e anímica, quatro partes fundamentais do futebol, pontos que outras seleções também apresentaram em um nível muito alto, isso mexe na ordem do favoritismo”,  disse a apresentadora em entrevista à Revista Esquinas, da Faculdade Cásper Líbero – Revista Esquinas, faculdade Cásper Líbero. 

Outra seleção que não pode ser desconsiderada é a do Brasil (afinal, o país tem um histórico tradicional no futebol, é o ano de despedida da rainha Marta dos gramados e a equipe tem conseguido resultados importantes nos últimos tempos). Que vença a melhor!

Futebol

Edição, Don Oleari – [email protected]https://twitter.com/donoleari

Com informações de Alcindo Batista

“Cartas para Mercedesssssss” e “Dramaturgia Negra para Dançar” entram em cena no Sesc Glória em 2 fins de semana

Mercado de cavalos, jumentos, burros e mulas movimenta cerca de R$ 30 bilhões por ano no país | 18/7

Coisas de Ruth leva para Espaço Thelema cantora e  compositora Luiza Dutra Na 81ª da edição do Projeto Ensaios

 

Tags

COMPARTILHE:

Don Oleari - Editor Chefão

Don Oleari - Editor Chefão

Radialista, Jornalista, Publicitário.
Don Oleari Corporeitcham

Posts Relacionados