Eustaquio Palhares: De gado, jumentos e afins…

gado

Gado

Coluna Contraponto – Eustaquio Palhares 

Gado, o efeito manada

Pelas leis da aerodinâmica, besouro não pode voar.
O bichinho não estudou física e por isso, negacionistamente, a desmente.

besouro
O saldo de uma pandemia que vitimou mais CNPJs do que CPF no curso dos seus 14 meses, que flagrou a comunidade médica pouco ou nada sabendo a mais do que o cidadão comum – e com essa ignorância potencializando a letalidade da pandemia  – são dados desconcertantes.

Criação de mais de milhares de postos de trabalho, saldo comercial, saldo primário positivo, reversão de expectativa da queda do PIB para uma insuspeita inflexão positiva de mais de três por cento. Como explicar tais resultados com tantas empresas cerrando suas portas, reinventando-se – ou encolhendo-se –  como estratégia de sobrevivência?

jumento
Jumento

São os dados concretos que acirram as bolhas à direita e à esquerda e consequentemente desfocam críticas objetivas que melhor seriam compreendidas se descontaminadas do passionalismo e do reducionismo que promovem uma imbecilização coletiva.

As medidas não são avaliadas pelo seu mérito mas estritamente por sua paternidade. Desde que seja de um lado é mais do que obrigatório que seja torpedeada pelo outro. Gado esticando o cabo de guerra com o rebanho de jumentos.

Tsunami de informações

Assim se vê com a questão do dito protocolo de tratamento médico. Há médicos convictos de que defendê-lo seria rasgar o diploma, por consagrar o “não cientificamente comprovado”; há os que sustentam convictamente, baseados em suas experiências de consultório, que as mais de 400 mil mortes produzidas pela Covid seriam reduzidas em pelo menos 40% se fossem adotados. o joio das fakes do trigo das informações consistentes

O fato é que a doença parece se constituir em uma  loteria do mal, quando se compara a relação entre população, total de contaminados e total de óbitos. Claro que não se trata de reduzir uma vida a uma cifra, um número. Principalmente quando a perda é mais próxima e o impacto dessa perda é proporcional à proximidade afetiva.

A tsunami de informações promovida pelas redes sociais, tanto quanto instalou o risco permanente das fakes news desqualificando as narrativas, tem como contraponto positivo o acesso a informações no formato multiemissão.

Gado

Sucateados os tradicionais cartórios de informação da mídia tradicional a informação flui de várias fontes, demandando do usuário a peneira calibrada para separar o joio das fakes do trigo das informação consistente, verídica.

gado
Manada

Mas do ponto de vista de manada – outro termo ressignificado pela conjunção política – causa estranheza que como as fakes, as teorias conspiratórias são os rótulos com que se reduzem as informações que mereceriam ao menos produzir reflexões. Como os insistentes registros de que o vírus da Covid é uma criação de laboratório  em ensaios prelilminares de domínio de conhecimento para uma eventual guerra biológica.

Ou o que explica a baixa  letalidade da doença para uma  larga maioria que sobrevive sequelada ou mesmo assintomática. Uma reflexão que em momento algum encontrou guarida nas mentes mais inquisidoras ou mesmo críticas.

A velocidade com que se produziu em cerca de oito meses vacinas que atendessem ao anseio desesperado da profilaxia foi um dado absolutamente inédito dos anais da medicina. Em parte até se explica pela também inédita concentração de esforços, recursos e prioridade para obter esse preciosíssimo salvo conduto.

Gado

Mas há que se ventilar os protocolos clássicos, aqui abandonados, que preveem o tempo de latência de eventuais efeitos colaterais, igualmente solenemente ignorados, ou de eficácia controvertida. Claro que vacinar sim, desde que isso restrinja em qualquer percentual a letalidade da doença.

Mas só de dentro do rebanho não se fareja que, para além do elevado ideal do resgate de vida, há uma clara orientação mercadológica atiçada por um mercado potencial de 7,6 bilhões de consumidores.

 eustaquio-palhares.jpg
Eustáquio Palhares

 

Eustaquio Palhares, jornalista

eustaquio-palhares-logomarca.png

https://www.google.com/search?q=imagens+de+jumenhtos&tbm=isch&ved=2ahUKEwjv9a275I3xAhU_s5UCHegbDjkQ2-cCegQIABAA&oq=imagens+de+jumenhtos&gs_lcp=CgNpbWcQAzoECCMQJzoFCAAQsQM6AggAOgYIABAIEB46BAgAEB5Q66UUWJuvFGCluRRoAHAAeACAAZECiAHjCZIBBTAuOC4xmAEAoAEBqgELZ3dzLXdpei1pbWfAAQE&sclient=img&ei=52XCYK_mDb_m1sQP6Le4yAM&bih=568&biw=1366&rlz=1C1GCEA_enBR815BR815#imgrc=Lavh6MaRtwy83M

https://donoleari.com.br/tororo-de-parpite-portal-don-oleari-coluna/

Gado

 

COMPARTILHE:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp
Don Oleari - Editor Chefão

Don Oleari - Editor Chefão

Radialista, Jornalista, Publicitário.
Don Oleari Corporeitcham