Jovem atriz Klara Castanho fala pela primeira vez depois da carta aberta sobre seu triste caso | 7/7

Klara Castanho

Klara Castanho

A atriz falou dos últimos dias e agradeceu “cada palavra de amor, de afeto e de acolhimento” que  tem recebido.

 

Pela primeira vez desde a carta aberta sobre seu “caso de estupro e gestação indesejada”, Klara Castanho falou em publicação no Instagram. Klara, 21 anos, agradeceu “ao apoio que tem recebido de familiares, amigos, famosos e fãs”.

Klara postou foto de um pôr-do-sol na praia no seu Instagram e falou sobre seus sentimentos neste momento difícil.

“Os últimos dias não foram fáceis, mas eu queria vir aqui para agradecer por cada palavra de amor, de afeto e de acolhimento que eu recebi e venho recebendo”, iniciou Klara.

“Todo esse carinho tem sido muito importante para mim e eu precisava dividir a minha gratidão com vocês. Obrigada do fundo do meu coração. Eu sei que muitos de vocês estão preocupados comigo, mas quero dizer que estou me cuidando, fazendo acompanhamento psicológico e sigo cercada de profissionais que estão trabalhando para a preservação dos meus direitos”, continuou a atriz.

“O conselho manifesta sua solidariedade à atriz e reafirma seu compromisso cotidiano com a ética profissional da enfermagem”

Klara ainda agradeceu a quem a respeita e apoia neste momento:

“Quero agradecer a minha família, aos meus amigos, aos meus colegas de profissão, aos fãs que me acompanham e, também, a imprensa séria e responsável, que vem me respeitando durante este momento”, finalizou.

Os fatos

A atriz Klara Castanho, de 21 anos, revelou que foi estuprada e entregou o bebê para adoção, segundo permitido por lei.

Ela afirmou que queria manter “o caso em sigilo por se tratar de questão de fórum íntimo e dolorosa”, mas que acabou sendo exposta por Antonia Fontenelle – https://www.instagram.com/ladyfontenelle/ –

e por Leo Dias – https://www.metropoles.com/colunas/leo-dias . O tema, muito delicado, gerou comoção em todo o Brasil. O Conselho de Enfermagem disse entre outras coisas:

“O conselho manifesta sua solidariedade à atriz e reafirma seu compromisso cotidiano com a ética profissional da enfermagem”

Juntando cacos

“Esse é o relato mais difícil da minha vida. Pensei que levaria essa dor e esse peso somente comigo. No entanto, não posso silenciar ao ver pessoas conspirando e criando versões sobre uma violência repulsiva e de um trauma que eu sofri. Eu fui estuprada”, contou a atriz.

“Eu ainda estava tentando juntar os cacos quando tive que lidar com a informação de ter um bebê. Um bebê fruto de uma violência que me destruiu como mulher. Eu não tinha (e não tenho) condições emocionais de dar para essa criança o amor, o cuidado e tudo o que eu ela merece ter. Entre o momento que eu soube da gravidez e o parto se passaram poucos dias”.

“Esse é o relato mais difícil da minha vida. Pensei que levaria essa dor e esse peso somente comigo. Sempre mantive a minha vida afetiva privada, assim, expô-la dessa maneira é algo que me apavora e r…

No linki abaixo, o texto completo da carta escrita pela jovem atriz Karla Castanho sobre o caso:

http://Leia mais em: https://capricho.abril.com.br/comportamento/teve-vergonha-e-culpa-leia-na-integra-carta-da-atriz-klara-castanho/

Foto de capa: Reprodução/Instagram @klarafgcastanho – linki abaixo

https://www.instagram.com/klarafgcastanho/

Irmão de Bruno Gagliasso, ex-ator é condenado na Justiça | 5/7

Klara Castanho

 

COMPARTILHE:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp
Don Oleari - Editor Chefão

Don Oleari - Editor Chefão

Radialista, Jornalista, Publicitário.
Don Oleari Corporeitcham