Quem somos[email protected]

Search

Mestre Álvaro | Casagrande, Lula, Renan Filho, prefeito Sergio Vidigal e deputados federais inauguram rodovia do Contorno do Mestre Álvaro | 15/12

Mestre Álvaro

Mestre Álvaro

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, participou da inauguração das obras de implantação do Contorno do Mestre Álvaro,  município da Serra, vna tarde desta sexta-feira (15).

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, e o ministro dos Transportes, Renan Filho, estiveram presentes. A obra teve investimento federal de R$ 500,9 milhões e deve beneficiar cerca de dois milhões de pessoas.

 casagrande-no-contorno.jpeg 15 de dezembro de 2023 122 KB“Receber o presidente Lula é uma honra. Quero agradecer pela retomada da pauta federativa. Desde o primeiro dia de seu governo retomamos esse debate que é fundamental. Quero agradecer a união de esforços para tocar obras e programas importantes para o Espírito Santo. A primeira Zona de Processamento de Exportação (ZPE) do País será criada em Aracruz, norte do ES. Na segunda-feira [18], anunciaremos a parceria com o Programa Minha Casa, Minha Vida para construção de casas populares”, disse o governador.

Com 19,7 km de extensão, a rodovia tem pista dupla e conta, em cada sentido, com uma faixa de segurança interna, duas faixas de rolamento e um acostamento externo. Ela conta com um tráfego de aproximadamente 50 mil veículos por dia. Com a implantação das novas pistas, além do ganho em segurança, estima-se que haverá uma redução do tempo de viagem na BR-101/ES.

O Contorno do Mestre Álvaro inicia no km 249 da BR-101, próximo ao bairro Jacuhy, no Contorno de Vitória, a capital, e segue até o km 279, chegando ao bairro Chapada Grande. A expectativa é que o empreendimento reduza o tráfego em até 35% na região do município da Serra.

 casagrande-e-lula-no-contorno.jpg 15 de dezembro de 2023 46 KB“Iniciamos a obra ainda no meu primeiro mandato, em 2014, durante a gestão da ex-presidente Dilma que fez o primeiro repasse. Demos a ordem de serviço, desapropriamos as áreas e depois esse contrato foi para o DNIT  – Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes – quando passou a ser uma obra federal. De 2019 até 2022, as intervenções só foram adiante porque a bancada federal do ES direcionou recursos para ela”, pontuou o governador Casagrande.

Casagrande continuou:

“E agora, na gestão do presidente Lula, a União colocou os recursos necessários para terminar a obra. Uma rodovia importante para o município da Serra, para o Espírito Santo e para o Brasil. A Serra terá sua rodovia de volta. O antigo trecho da BR-101 vai virar avenida e será entregue novamente ao cidadão. Somos um Estado que é referência em serviços públicos. Temos resultados que mostram nossa capacidade de realizar, de conviver com as diferenças e de fazer boas parcerias”.

 a-foto-de-sergio-vidigal-no-contorno.jpg 15 de dezembro de 2023 42 KBAo longo da construção foram movimentados cerca de 5.000.000 metros cúbicos de terra, solo mole e rocha nos serviços de terraplenagem. Foram produzidos e aplicados cerca de 200.000 metros cúbicos de concreto na construção do pavimento rígido, vias elevadas, viadutos, dispositivos de drenagem e outros.

Foram cravadas cerca de 5.000 estacas com profundidades de até 50 metros e fabricados e montados mais de 40.000 elementos estruturais pré-moldados de concreto na construção das obras de arte especiais. A obra teve investimentos federais de R$ 500,9 milhões.

Foram construídas ainda três vias elevadas com cerca de 2,3 quilômetros de extensão para transposição de áreas ambientalmente sensíveis, além de 40 passagens subterrâneas de fauna, garantindo a preservação das espécies nativas do entorno da rodovia.

Ainda durante a solenidade de inauguração, o presidente da República sinalizou favoravelmente a outros pleitos do Espírito Santo na área de infraestrutura, apontados como prioritários pelo governador.

“Retomar as obras da BR-101 é fundamental para nós, assim como a integração da Ferrovia Litorânea Sul até o município de Anchieta, no litoral sul do ES, e depois até o estado do Rio de Janeiro. Outras obras importantes são as duplicações das BRs 262 e 259. Queremos ser um Estado que seja a porta de entrada e saída do Brasil para o mundo. Para isso, precisamos cada vez mais dessa parceria com o Governo Federal”, completou Casagrande.

Mestre Álvaro

Edição, Don Oleari – [email protected]

https://www.facebook.com/oswaldo.oleariouoleare

Com informações do DNIT) e de Giovani Pagotto, da Assessoria de Comunicação do Governo do ES

COMPARTILHE:

Don Oleari - Editor Chefão

Don Oleari - Editor Chefão

Radialista, Jornalista, Publicitário.
Don Oleari Corporeitcham

Posts Relacionados