Montanha da Esperança, uma obra de amor, que educa, ensina e participa | 1/11

montanha da esperança

Montanha da Esperança – educa, ensina e participa

 IMG-20211027-WA0038.jpg
Ronaldo com Thiago Wagner

 

Coluna AQUI CARIACICA – Ronaldo Chagas Vieira, correspondente comunitário

 

A Montanha da Esperança é uma organização da sociedade civil em funcionamento em Cariacica/ES – Sede – oriunda de uma organização internacional, denominada HOPE UNLIMITEO (Esperança Sem Limites). São ofertados cursos profissionalizantes e oficinas de esportes, música, além de acolhimento para adolescentes em risco social, tudo gratuitamente.

A Montanha da Esperança é um centro de formação profissional, abre periodicamente inscrições para diversos cursos com o professores: Funilaria Automotiva, Marcos; Panificação, José Nilton; Pintura Automotiva, Josias Brito; Corte e costura, Cintia; Solda de Eletrodo, David Silva; Informática, Lázaro; Artes, serigrafía e Música,Carlos Alberto; Auxiliar administrativo e Departamento pessoal, Mary.

É uma organização sem fins lucrativos, ofertando cidadania e nova oportunidade para jovens e adultos na região metropolitana da Grande Vitória.

São cursos de curta, média e longa duração para a comunidade. São ministrados em diversas áreas, tendo como diferencial o encaminhamento para processo seletivo em empresas parceiras para contratação.

 ong-am ong-americana-do-ronaldo.jpgericana-do-ronaldo.jpgOs treinamentos são na própria sede da instituição, em Roças Velhas, região de Cariacica – Sede. por professores e instrutores que são pagos com recursos particulares doados pelo empresariado norte americano por meio da ONG Internacional HOP Unlimited.

Existem parcerias com o Poder Público, mas contam sobretudo com apoio da comunidade para suprir as necessidades da instituição e manter os cursos, importantes para o desenvolvimento pessoal e profissional das comunidades.

As principais necessidades são: materiais de consumo para os cursose lanches para os alunos. Muitos alunos não têm condições de pagar as passagens para freqüentar os cursos, o que leva a muitas evasões.

Importância na formação

Uma formação profissionalizante colabora para que os estudantes adquiram várias competências aplicáveis em um ramo de atuação. Assim, eles se tornam aptos a desempenhar mais de uma função, ampliando suas possibilidades de carreira. Os cursos profissionalizantes são feitos para quem deseja se inserir no mercado em curto prazo.

A educação profissional no Brasil é uma das principais apostas para melhoria da competitividade da indústria brasileira. O investimento no ensino profissionalizante vai permitir a retomada do crescimento econômico do país de forma contínua, gerando melhores oportunidades de emprego e renda para jovens e adultos.

As transformações econômicas operadas na sociedade, de alguns anos para cá, fazem com que o país viva um processo contraditório de desenvolvimento, utilizando-se, cada vez mais, de uma tecnologia restritiva de mãode obra, trazendo à tona o problema da não absorção de uma reserva de força de trabalho urbana.

 IMG-20211027-WA0017.jpgDiante disso, vejo como de suma importância a formação profissional.

O contingente populacional que está nesta situação não tem acesso ao trabalho, à moradia, a programas de saúde e urbanização, à escolaridade, à profissionalização.

A questão é o debate da exigência do mercado, em conflito com as oportunidades oferecidas. Quando me refiro ao curso técnico de média e curta duração, digo que ele vem ao encontro da necessidade de inserção em vagas de trabalho para sobrevivência.

Esta forma de manutenção se dá, principalmente, porque este imenso contingente populacional constitui mão de obra acessível, e uma reserva de força de trabalho vultosa.

Cepromem

Nos anos 80, o governo do Estado criou o Cepromem –  Centro de Profissionalização de Menores. Lá eu fiz os cursos de tornearia e Ajustagem mecânica. Na época, eu estudava na escolinha de aplicação no Complexo Escolar São João Batista. Passava as tardes no IESBEM, onde minha mãe labutava como servente, se aposentando nessa atividade.  O atual sub secretário Municipal de Obras em Cariacica, Roberto Aldrigues Amorim, fez o curso de Eletricista de automóveis e empreendeu, se tornando um dos melhores profissionais na área.

Paulo Sérgio Bellúcio, hoje Juiz de Direito, cursou gráfica e impressão. No inicio dos anos 90, o governo encerrou as atividades voltadas à comunidade. Mais tarde permitiu que somente os menores internos pudessem fazer os cursos na unidade. Este vácuo foi preenchido com a chegada da Montanha da Esperança, que abriu as portas para todos.

Passeata da Esperança

No dia 25 de Novembro, a partir das 9 horas da manhã, considerando o período oficial  de campanha contra o câncer de mana e de próstata, a instituição Montanha da Esperança vai promover uma passeata de conscientização referente aos temas apresentados. O evento contará com a presença dos profissionais de educação e também dos alunos e simpatizantes  da instituição.

Será uma caminhada do Morro Novo até a praça Marechal Deodoro da Fonseca, na sede do município, onde será realizado o ato de encerramento da caminhada.

Edição: Don Oleari

https://donoleari.com.br/

https://www.facebook.com/montanhadaesperancaoficial/

Montanha da Esperança

Montanha da Esperança

Montanha da Esperança

COMPARTILHE:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp
Don Oleari - Editor Chefão

Don Oleari - Editor Chefão

Radialista, Jornalista, Publicitário.
Don Oleari Corporeitcham