Pintar um Futuro: Margô Dalla, da Holanda | Acervo museológico do Convento da Penha recebeu tratamento técnico | Francis Vieira, da Áustria | 26/8

pintar um futuro

Paint a Future  | Pintar um Futuro

 Andre-Pubel-Tania-Calazans-3.jpg
André Poubel & Tânia Calazans

Coluna Viva a Vida | Aqui tudo se sabe – André Poubel & Tânia Calazans

[email protected]

[email protected]

NEC = Nota do Editor Chefão, Don Oleari – Invado o espaço pra lembrar que é a segunda celebridade de Colatina/ES, nossa terra, a aparecer na coluna em duas semanas: a anterior foi a Carla Giurizatto. Hoje, é a Margô Dalla. 

 andre-margo-dalla.png
margô dalla

MARGÔ DALLA é capixaba de Colatina-ES, mãe, Jornalista, fotógrafa, videomaker, antropóloga visual, tem um programa no Instagram de entrevista a brasileiros em todos os continentes.

Títulos

Tem os títulos de Cavaleiro da Ordem do Rio Branco (homenagem prestada pelo Governo Brasileiro à mais alta distinção do Estado Brasileiro e tem como objetivo premiar as pessoas que contribuíram positivamente para o País); ex vice-presidente do Conselho de Cidadania Holandesa, Ex-consultora do Gabinete de Política e Cidadania Holandês; Relações Diplomáticas de Bradutch – Câmara de Comércio Brasileira na Holanda, Consultora de Comunicação e Mídia Social.

MARGÔ by MARGÔ

– “Sou inquieta, alma de aventureira, curiosa e sempre otimista, trabalho com fenômenos sociais contemporâneos; Fotógrafa há mais de 40 anos, gosto de registrar a diversidade brasileira em muitos países do mundo e amo fotografar mercados de rua. Tenho um sonho secreto de navegar por alguns lugares do mundo. Já fiz isso algumas vezes…mas quero continuar navegando por mares nunca navegados”.

adre-hetty.png
hetty van der linden, mentora do Paint a Future

Paint a Future  | Pintar um Futuro

Margô mora há muitos anos em Amsterdã, na Holanda. De lá, ela falou com exclusividade para esta coluna sobre um projeto muito interessante. Fala Margô:

– “Empregar a arte como instrumento para realização de sonhos e a missão do projeto PAINT A FUTURE, idealizado pela artista plástica holandesa HETTY VAN DER LINDEN”.

–  “Desde 2003 Hetty vem rompendo barreiras sociais e geográficas para realizar sonhos e promover a educação e o bem estar de crianças carentes ao redor do mundo, incluindo crianças brasileiras.

quadro-de-sonho-de-um-Brasileirinho.jpg
quadro de sonho de um Brasileirinho

Pintar um futuro, Paint a Future

O projeto começou com artistas convidados por Hetty pra pintar um sonho de uma criança. Conta Margô Dalla:

– “O projeto começou há quinze anos atrás, quando Hetty convidou vários artistas do mundo inteiro para  pintar um quadro sobre o sonho de uma criança carente ao redor do mundo”.

– “Então agora – continua Margô – 15 anos depois aquela criança, hoje pai e mãe de família, é contemplada com o valor arrecadado com a venda desses quadros. É o sonho de criança ajudando no futuro a ter uma vida melhor. A galeria tem quadros pintados por crianças do mundo inteiro e Hetty diz que atualmente tem uns 25 quadros com sonhos de brasileiros na galeria”.

 andre-margo-e-consul.png
margô dalla com o cônsul do brasil, césar amaral

Visita do Cônsul do Brasil

CESAR AMARAL é o Consul Geral do Brasil em Amsterdã, Holanda. Ele visitou o projeto PAINT A FUTURE da idealizadora e curadora HETTY VAN DER LINDEN. Nossa querida capixaba Margô Dalla esteve presente e registrou todo o encontro.

Reunião produtiva – Margô Dalla nos informou no fechamento desta coluna que a reunião foi muito produtiva.

– “Foi excelente o resultado da visita do Cônsul Cesar Amaral ao projeto Pintar um Futuro”, disse Margô.

Ela acrescentou que em outubro deste ano o Consulado do Brasil em Amsterdã realiza uma exposição de artistas brasileiros e o Cônsul Cesar Amaral confirmou que nessa exposição estarão vários quadros de sonhos de crianças brasileiras, do projeto da Hetty. O projeto é o 8o. “Ouvirandô O Grito da Cidadania” – @margodalla

 convento-restauracao-1.jpg
Trabalhos de tratamento de peças

@paintafuture_

@hetty.vanderlinden

Acervo museológico do Convento da Penha recebeu tratamento técnico

O Convento da Penha é o principal monumento do Estado do Espírito Santo e um dos mais antigos do Brasil. Sua longa história remonta a meados do século XVI, com a chegada de Frei Pedro Palácios em 1558.

Ele trouxe um painel de Nossa Senhora dos Prazeres, ou das Alegrias, pintura a óleo com detalhes, rica em ornamentos e vestes e de grande expressividade representativa, atribuída à Escola Castelhana da época..

 image_6483441-3.jpgimage_6483441-5.JPGTão logo chegou, Frei Pedro cuidou da construção de pequena ermida, a Capela de São Francisco, no local conhecido como Campinho, em Vila Velha/ES, dedicando-se depois à construção de nova capela no alto do morro, núcleo inicial do Convento de Nossa Senhora da Penha. foto-convento-oleari.jpg

Para lá transferiu o painel e colocou no altar a imagem vestida de Nossa Senhora, encomendada de Portugal. Dada a localização, no alto da pedra, a imagem assumiria a invocação de Nossa Senhora da Penha.

Os primeiros componentes do acervo museológico do Convento da Penha são o Painel e a escultura de Nossa Senhora, aos quais foram-se juntando novos itens, principalmente a partir do século XVIII.

Graças a voluntários dedicados ao Convento, que consideraram importante a preservação e divulgação desse acervo, o Convento da Penha e a Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil, em parceria com a Lei Aldir Blanc/Governo do Espírito Santo/Secretaria da Cultura/Ministério do Turismo/Governo Federal, realizaram o projeto Tratamento Técnico do Acervo Museológico do Convento da Penha.

DETALHES DO ANEXO Marcio-Antonelli-higienizando-obra-de-Benedito-Calixto-assistente-de-conservacao.jpeg
marcio antonelli higienizando obra de benedito calixto, assistente de conservação

A Província Franciscana conta com o Departamento de Bens Culturais, coordenado pelo museólogo Frei Róger Brunorio. Esse Departamento possui caráter multidisciplinar e visa conhecimento, preservação, conservação, valorização e divulgação do patrimônio histórico, artístico e cultural existente e produzido no território da Província.

É o responsável por políticas culturais e orientações museológicas relacionadas ao seu acervo de bens móveis e integrados e em conformidade com suas atribuições, tem acompanhado as atividades do Projeto e oferecido, por seu coordenador, preciosas contribuições.

Através do projeto, 570 peças foram identificadas por meio de Inventário Técnico, tratadas com higienização e armazenamento em Reserva Técnica e digitalizadas por processo fotográfico. Além disso, várias peças fragmentárias tiveram suas partes reunidas e aguardam restauração.

maria-clara-medeiros-santos-neves.jpg
maria clara medeiros santos neves

As 570 peças representam cerca de 50% do total do acervo do Convento. São esculturas, pinturas religiosas, mobiliário,  objetos litúrgicos variados, datados a partir do século XVI e de grande valor histórico. Todo esse trabalho foi realizado sob a responsabilidade da museóloga Maria Clara Medeiros Santos Neves.

O Projeto possibilitou dimensionar o acervo quantitativa e qualitativamente, proporcionando acesso ao conteúdo informacional de cada item para facilitar a comunicação entre a instituição e o público interessado, o que se concretizará pelo site oficial do Projeto.

celso-adolfo-2.jpeg
celso adolfo

No que se refere à preservação, o trabalho incluiu organização do acervo e dos espaços de trabalho, preparação de Reserva Técnica, avaliação do estado de conservação, identificando-se as necessidades de cada peça para oferecer as melhores condições de preservação física por higienização, adequado acondicionamento e armazenamento em Reserva Técnica, trabalho que esteve a cargo do conservador Celso Adolfo Salles Ramos.

 convento-convite-1.jpgPara divulgação do acervo e do projeto criou-se um site e se pretende, em futuro próximo, organizar exposições presenciais e tour virtual para visualização do conjunto do acervo.

“LIVE” – CONVITE

O site estará disponível após lançamento em Live na página do Convento no Instagram@conventopenha   no dia 1º de setembro, quarta-feira, às 19 horas. Não deixe de participar, seguindo o Convento no Instagram e enviando suas perguntas no post-convite da Live.  As perguntas enviadas até o dia 27/8, sexta-feira, serão respondidas durante a realização da Live.

O Convento da Penha conta com a sua participação neste importante momento de sua história! FONTE: EQUIPE DO PROJETO DE CONSERVACÃO ||| http://www.patrimonioconventodapenha.com.br

 PHOTO-2021-08-18-09-52-47.jpg
francis vieira

Francis Vieira oferece atendimento personalizado a partir de Viena, Áustria

Francis Vieira, brasileiro, mora em Viena há 45 anos e já morou também em Vitória – ES.

Ele tem uma proposta muito interessante de atendimento ao turista.  Veja o que ele propõe aos que desejam fazer turismo em alguns países da Europa, em especial na Áustria:

Viva a Vida – Para quem se interessar em ir para Viena, qual o serviço que você oferece?

PHOTO-2021-08-18-09-28-59.jpgDETALHES DO ANEXO PHOTO-2021-08-18-11-52-43.jpgFrancis Vieira – Eu ofereço um serviço de guia “concierge” pessoal mostrando detalhes sobre a cidade e suas histórias, com visitas aos pontos turísticos mais conhecidos.

VV – Quais cidades você atende?

FV – Quase todas as cidades na Europa, já que também trabalho como motorista-guia.  Busco clientes na Suíça ou Alemanha e faço vários países. Assim, os clientes conseguem conhecer verdadeiramente o país com sua história visitando lagos, grutas, montanhas, cidadezinhas charmosas desconhecidas. São passeios que os turistas não iriam conhecer caso fossem de avião, trem ou ônibus.

VV – É um tipo de turismo personalizado? Pode-se dizer que você é um guia exclusivo?

PHOTO-2021-08-18-11-47-19.jpg image_6483441-3-2.jpgFV – Sim. Não faço aqueles grupos grandes de agências de viagens.  São famílias, casais ou empregados de empresas que querem exclusividade.

VV – É como um amigo que te espera na Europa e providencia tudo para que o turista tenha  a melhor experiência?

FV – Exatamente. E esse é o motivo pelo qual muitos clientes voltam para conhecerem outros países com o “amigo” Francis.

VV – Sabemos que muitas pessoas deixam de viajar por não falarem o idioma, então não se sentem seguros.

FV – O idioma é importantíssimo. Eu falo alemão e Português como também Inglês e Espanhol fluentes. Com o italiano me viro bem também.

 francis-vieira-3.jpgFrancis Vieira com seus grupos de turistas

No Palácio Schönbrunn, onde Francis é autorizado a fazer tour interno;

– no HOFBURG Palácio Imperial; – Viagem a Budapest com    um grupo holandês para assistir a um jogo da Eurocopa; – no Museu Albertina, num tour em Viena, com a equipe da @carioca_film_production.

Informações:https://linktr.ee/dicasdeviena

 

 

 

 

 

Pintar um futuro

Pintar um futuro

Pintar um futuro

Pintar um futuro

Pintar um futuro

Pintar um futuro

Pintar um futuro

https://donoleari.com.br/rubens-pontes-salvadores-don-oleari/

COMPARTILHE:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp
Don Oleari - Editor Chefão

Don Oleari - Editor Chefão

Radialista, Jornalista, Publicitário.
Don Oleari Corporeitcham