Don Oleari: Paulo Hartung é candidatíssimo a Senador no Espírito Santo | 26/8

paulo hartung

Paulo Hartung – ele não teria dito que o “ciclo político” dele no Espírito Santo tinha se encerrado? Daí, ter buscado a cena nacional  para possíveis vôos mais altos?

Como vão reagir os círculos que o apoiam e os que não querem vê-lo voltando ao quintal das aldeias da Capiania do Espírito Santo? Como no cenário político há um conceito de que nunca se diz não e que aliados e adversários são figuras de retórica não definitivas, pode acontecer qualquer coisa.

 Don-Oleari-Corleone-1-1.jpg
Don Oleari

Inclusive nada, comenta alguém da nossa tchiurma.

 

Coluna POLÍTIKA – Don Oleari

 

Caiu no meu colo, não tenho como não mandar pro mundão da inferneti.

Um lero com uma fonte política atuante e de molho, “apenas observando a cena”, me confidenciou que o ex-tudo Paulo Hartung “é candidatíssimooooo” a Senador.

Ele vem atiçando muitos nomes para as candidaturas a governador, segundo meu informante, que diz não ter uma convicção do que “vai vingar” dessa movimentação de Hartung. Experiente e competente articulador, qual ventríloquo virtuoso, ele manipula cordas e bonecos a seu bel prazer e gostos de cada momento.

 audifax-leonardo_sa-1465.jpg
audífax barcelos – Foto: leonardo sá, do seculodiario
DETALHES DO ANEXO Guerino.jpg 26 de agosto de 2021
guerino zanon

Avaliando o quadro, meu interlocutor destaca o nome de Audifax Barcelos, “que deve sair” da Rede e possivelmente formar parelha com o prefeito de linhares Guerino Zanon para uma candidatura a governador pelo PSD.

Outro nome que aparece na cena de candidaturas a governador sob a sombra de Hartung é o de Eugenio Ricas, da Polícia Federal, que vem aparecendo bastante nas mídias.

DETALHES DO ANEXO Roberto-carneiro.png
roberto carneiro
 delegado-pazolini-
prefeito lorenzo pazolini

Na verdade, segundo essa fonte, essa movimentação de Paulo Hartung não se configura como um grupo homogêneo.

Ele controla quatro partidos – PSDB, MDB, Novo e Republicanos. Se não controla, tem bastante influência sobre todos eles.

Resta saber se o Novo e o Republicanos se submeterão a essa suposta influência. O Republicanos principalmente, comandado por Roberto Carneiro, atualmente secretário de Governo da Prefeitura de Vitória, comandada por Lorenzo Pazolini, expoente do partido.

DETALHES DO ANEXO casagrande-erick-felizes.jpg
casagrande e erick musso: “felizes para sempre”?

No Republicanos se abrigam também o presidente da AL/ES, deputado Erick Musso, e o deputado federal Amaro Neto.

Considera-se que qualquer candidato a cargos majoritários jamais desprezaria uma aliança com esse forte grupo, que, segundo meu interlocutor, representa um novo e expressivo braço político.

Nem o suposto esquerdista Renato Casagrande, nem o ex tudo Paulo Hartung, nem qualquer candidato da direita.

Minha fonte, no entanto, arrisca uma opinião. No quadro que se esboça, “não há nada melhor do que a reeleição de Renato Casagrande”, diz.

 arnaldinho-e-marcelo.jpg
arnaldinho e marcelo
 marcelo-e-euclerio-1.jpg
marcelo e euclério

Os prefeitos

Há muitas perguntas no ar. Para onde irá o Podemos, do prefeito eleito de Vila Velha Arnaldinho Borgo, do ex-prefeito de Viana Gilson Daniel e do deputado estadual Marcelo Santos?

Para onde irão os prefeitos de Cariacica, Euclério Sampaio, e da Serra, Sergio Vidigal?

Casagrande e Hartung, nascidos politicamente no inexpressivo PCdoB, o primeiro, e no “!Partidão” – PCB – o segundo, jamais dispensaram o apoio de quaisquer partidos, sejam da esquerda, da direita ou do centrão, de frente, de lado ou de fundos.

marcelo-e-euclerio.jpg
theodorico e norma
 ricardo-ferraco-filho.jpg
ricardo ferraço filho

Sempre foram radicais costureiros de amplas alianças de todos os matizes.

A única ideologia concreta que sempre praticaram foi a do voto. Outra incógnita é a quietude dos líderes do DEM Theodorico Ferraço filho, do filho ex-senador Ricardo Ferraço, e da deputada federal Norma Ayub. Certamente, com o potencial disponível, o grupo terá participação proximamente na cena política estadual.

No jogo político, um patrimônio expressivo assim, como o dos Ferraço, não ficará à margem. Porque de alianças feitas – e desfeitas – eles entendem bem.

E como entendem. E tá aí o “candidatíssimo” candidato a senador Paulo Hartung pranun midexá mintí sozim (Don Oleari).

https://donoleari.com.br/paint-a-future-pintar-um-futuro/

https://novo.org.br/

 

 

 

– “Democracia e Constituição são temas geminados, imbricados logicamente, uma realidade inapartável. A democracia é a menina dos olhos da Constituição”, disse Ayres, citando ainda “Soneto”, do poeta Vicente de Carvalho”, para resumir essa relação. “É como se a Constituição dissesse para a democracia: Sou quem sou por serdes vós quem sois”.

Esclarecendo que a Constituição é a anterior ao Estado, visto que este é criatura daquela, o ex-ministro defendeu que cabe ao poder executivo cumpri-la e defendê-la, pois sem os princípios fundamentais a sociedade brasileira perde a sua identidade. “Ela se desboroa, desmilingue, se decompõe… Protege-se o indivíduo para ele experimentar superávits de existência”, explicou Ayres.

Concluindo sua participação, acrescentou que os direitos e as garantias fundamentais constituem a personalidade humana. “Tudo é um. Eles elementarizam, são a quinta essência, sem eles o indivíduo se torna subindivíduo. Estão a serviço da soberania, da cidadania, da liberdade. O direito existe para a vida, para se colocar a serviço da justiça”, conclui Ayres.

paulo hartung

paulo hartung

COMPARTILHE:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp
Don Oleari - Editor Chefão

Don Oleari - Editor Chefão

Radialista, Jornalista, Publicitário.
Don Oleari Corporeitcham