Assembleia aprova PEC que muda vida de 1.500 pedagogos do ES 

bruno-lamas-1.jpg
Pedagogos vão ter direito a duas cadeiras no ES.
Agora é pra valer! Por 22 votos a favor e uma abstenção, a Assembleia Legislativa aprovou em segundo turno nesta terça-feira (22) a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) de autoria do presidente da Comissão de Educação, deputado estadual Bruno Lamas (PSB), que garante duas cadeiras no serviço público aos pedagogos do ES.
Batizada de PEC dos Pedagogos, a proposta é uma bandeira antiga, uma vez que a Constituição Federal só garante dois vínculos para profissionais da Saúde e professores.
Agora, o Espírito Santo se une ao Rio de Janeiro e ao Paraná, únicos estados da federação que fizeram mudanças nas suas constituições estaduais para garantir o benefício. No Estado, a expectativa é de que 1,5 mil profissionais sejam beneficiados com a medida.
“A vida do profissional vai melhorar com o aumento de salário e ele não será mais perseguido. Poderá fazer concursos públicos e processos seletivos com a regra clara. É uma conquista histórica! Corrigimos aqui no Espírito Santo uma injustiça que é cometida em todo o País com os pedagogos.
Atualmente, o profissional é impedido de ter duas cadeiras, mesmo que tenha disponibilidade de horário. Então, agora acabou isso no ES”, comemorou Bruno, que fez duas audiências públicas para unir a categoria.
Pela emenda aprovada, o pedagogo poderá exercer duas cadeiras no Estado ou duas no município; ter um cargo estadual e outro no ensino municipal ou federal; ou, ainda, um cargo municipal e outro federal.
“Agradeço aos colegas deputados que apoiaram minha proposta. Agradeço à  Secretaria de Educação e também ao governador Renato Casagrande, ao Ministério Público, à OAB, que se manifestaram favoráveis. É uma vitória de todos! Parabéns, pedagogos!”, vibrou o deputado.
 *PRIMEIRO TURNO*
Por 23 votos favoráveis e uma abstenção, a Assembleia já havia aprovado a PEC em primeiro turno.
Mas para que a proposta de Bruno pudesse ser analisada com celeridade pela Assembleia foi necessária uma articulação de peso, que envolveu conversas com o governador Casagrande, com o presidente da Assembleia Legislativa, Erick Musso (Republicanos), e com todos os deputados estaduais, além da criação de uma Comissão Especial para analisar a PEC. O trabalho deu resultado.
Agora, com a PEC aprovada em plenário, caberá à Mesa Diretora da Assembleia Legislativa promulgar a emenda à Constituição Estadual, o que deverá o ocorrer no Diário do Poder Legislativo de quinta-feira (24).

Tags

COMPARTILHE:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp
Don Oleari - Editor Chefão

Don Oleari - Editor Chefão

Radialista, Jornalista, Publicitário.
Don Oleari Corporeitcham