Quem somos[email protected]

Search

Thiago Orletti, coordenador do Polo de Irrigação Norte do ES com 32 municípios apresenta relatório a ministro Goes, em Brasília

Polo de Irrigação Norte

Polo de Irrigação Norte

Orletti também é presidente da Associação de Irrigantes, que mostrou em Brasília a “pujança” do Polo de Agricultura Irrigada 

Mazinho esteve com o secretário de Segurança Hídrica, Giuseppe Vieira numa pauta do Polo de Agricultura Irrigada no Norte do ES

Na primeira reunião dos 12 polos de agricultura irrigada do País, no Ministério da Integração e Desenvolvimento Regional, o coordenador do Grupo Gestor do Polo do Norte Capixaba, Thiago Orletti, presidente da Associação dos Irrigantes, expôs ao ministro Waldez Góes o que representa a produção da agropecuária nos 32 municípios que integram o Polo e acentuou ser “absolutamente seguro investir na agricultura irrigada no Espírito Santo”.

tiago-orletti.jpg
30 de janeiro de 2024
19 KB
thiago orletti

Nessa exposição Orletti incluiu expressivos dados econômicos eentregou um documento ao ministro com as cinco demandas prioritárias do Grupo Gestor, depois das indicações dos mais de 100 participantes da oficina de criação do polo, realizada em outubro último, em Pinheiros/ES.

Para ampliar a produção irrigada capixaba, foram solicitadas Patrulhas mecanizadas para construção de barragens; compra e instalação de 12 estações meteorológicas com sistema para rede de monitoramento hidrometeorológico e disponibilização de dados; estudos de mapeamento de uso de águas (superficiais e subterrâneas); construção de pontes, barragens e/ou poços artesianos; diagnóstico de potencialidades, particularidades e identificação de demandas com reuniões presenciais nos municípios contemplados pelo polo.

“O Polo do Irrigante Norte atualmente possui um parque irrigado com mais de 200 mil hectares, apresentando um crescimento médio de 4% ao ano e projetando alcançar 400 mil hectares nos próximos anos. Atualmente, o agronegócio representa 30% do PIB do Espírito Santo, sendo a principal atividade em 80% dos municípios do estado. As exportações do agronegócio capixaba atingiram 1,7 bilhões de dólares em 2022, alcançando mais de 100 países. No Norte do Estado, 100% da agricultura é irrigada”, disse Thiago.

Prioridade

Durante a reunião, o ministro Waldez Góes disse que a irrigação é uma pauta prioritária e que defende a transversalidade do tema e inclusão no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

“Estamos construindo a política sem parar de rodar os polos e os perímetros públicos. A ideia é estabelecer parcerias público-privadas para melhorar o que falta ser instalado nos projetos públicos e alocar recursos dos fundos constitucionais na irrigação”, afirmou.

giuseppe.jpg
30 de janeiro de 2024
26 KB
giuseppe vieira

O secretário nacional de Segurança Hídrica, Giuseppe Vieira, explicou que a inclusão da irrigação no PAC garantiria a celeridade das políticas e demandas do setor:

“Hoje o ministério trabalha para isso, porque o governo entende que a irrigação é fundamental para o combate à fome, redução das emissões de gases e da desigualdade social”.

O presidente da Comissão Nacional de Irrigação da Confederação Nacional da Agricultura (CNA), David Schmidt, destacou a importância da entidade em fornecer subsídio técnico e apoio às ações estruturantes para a Política Nacional de Irrigação, com o objetivo de alavancar o setor e melhorar a qualidade das políticas públicas.

“A irrigação é uma atividade estratégica para o Brasil tanto na questão da sustentabilidade, como na geração de renda. A reunião foi fundamental para tratar de pautas que dificultam o desenvolvimento da irrigação no país e para fortalecer o canal de comunicação entre o governo e os produtores”, disse David.

Criação

A criação do polo de agricultura irrigada no Norte do Espírito Santo surgiu de uma iniciativa do deputado estadual Mazinho dos Anjos (PSDB), que acionou o Ministério da Integração e Desenvolvimento Regional. Em seguida a uma reunião virtual com a equipe da diretora do Departamento de Irrigação, Larissa Oliveira Rêgo, em que foram traçadas as diretrizes para sua criação, o polo avançou rapidamente e foi reconhecido por Portaria da Secretaria Nacional de Irrigação publicada no dia 29 de dezembro.

“Em agosto, recebemos a visita da equipe do Ministério para uma reunião com o vice-governador Ricardo Ferraço, designado pelo governador Renato Casagrande para comandar, pelo Estado, o projeto; mobilizamos a Associação dos Irrigantes, liderada pelo Thiago e o Érico Orletti; em setembro, eu estive em Brasília visitando o secretário nacional Giuseppe Vieira, fortalecendo o pedido de criação do polo; em outubro, fizemos a oficina e em dezembro o polo já estava reconhecido. Essa capacidade de mobilização capixaba foi reconhecida pela própria diretora Larissa Rego como fundamental para criar o nosso polo em tempo recorde, em menos de cinco meses”, disse Mazinho.

mazinho.jpg
30 de janeiro de 2024
29 KB
mazinho dos anjos

No próximo dia 22 de fevereiro, a Frente Parlamentar de Desenvolvimento Econômico e Social do Noroeste e Extremo Norte do Espírito Santo, presidida pelo deputado Mazinho dos Anjos, fará em Pinheiros, sede da Associação dos Irrigantes e, logo, do próprio Polo de Agricultura Irrigada, a primeira reunião do ano.

Nessa reunião, serão tratados avanços em relação a essa conquista, bem como se discutirá infraestrutura de escoamento de produção, com a participação do CEO da Petrocity Portos, José Roberto Barbosa da Silva, e a criação de um polo têxtil na região.

Destaques

As principais culturas do Polo de Agricultura Irrigada do Norte Capixaba são café, mamão, pimenta do reino, banana e grãos. Com 18 milhões de sacas, o Espírito Santo é o maior produtor de café conilon do Brasil e projeta tornar-se o maior do mundo nos próximos anos, consolidando o Brasil como líder global em conilon e arábica, segundo Thiago Orletti, presidente da Associação dos Irrigantes.

De acordo com Thiago, “o Polo de Irrigação, com 210 mil hectares, investe em tecnologia de irrigação, genética de plantas e conhecimento técnico, sempre com foco na sustentabilidade ambiental, social e econômico”.

Atualmente, o estado do Espírito Santo é referência como maior produtor de pimenta-do-reino no Brasil, com potencial de crescimento em áreas irrigadas nos próximos anos.

“Destacamos a diversidade de culturas no estado, com ênfase na importância da fruticultura irrigada, impulsionando a economia de diversos municípios, gerando emprego e sustento para milhares de famílias. Esses resultados são possíveis graças à prática sustentável da irrigação, sendo a área de atuação do nosso polo notável não apenas pelas culturas plantadas, mas pelos inúmeros investimentos realizados em eficiência dos sistemas de irrigação instalados e em infraestrutura para segurança hídrica”, disse Orletti.

O coordenador do Grupo Gestor acrescentou:

“A área de atuação do nosso polo, que depende 100 % da irrigação, colhe os frutos do seu comprometimento com a sustentabilidade e eficiência do uso dos recursos naturais. Este é um panorama do sucesso da agropecuária capixaba, que tem destaque não apenas pelos produtos de altíssima qualidade, mas também por ter os pilares fundamentais da sustentabilidade inseridos nos processos produtivos”.

Polo de Irrigação Norte

Edição, Don Oleari – [email protected]

https://www.facebook.com/oswaldo.oleariouolearehttps://twitter.com/donoleari

Secretária Wanderleia Assunção comanda 1ª Reunião Pedagógica | Folia dia 3 em BG | Carnaval na Escola Eucalipto

José Caldas da Costa: Espírito Santo tem total apoio da Sudene para desconto na energia de irrigação | 29/1

Pedro Costa: jovem promessa musical do ES se prepara para novos voos | 29/1

As Certinhas do Oleari + Poesia | Vinicius de Moraes – Dia da Criação (Porque hoje é sábado) | 27/1

As Certinhas do Oleari + Poesia | Vinicius de Moraes – Dia da Criação (Porque hoje é sábado) | 27/1

Tags

COMPARTILHE:

Don Oleari - Editor Chefão

Don Oleari - Editor Chefão

Radialista, Jornalista, Publicitário.
Don Oleari Corporeitcham

Posts Relacionados