AL/ES barra propostas de Majeski que beneficiavam idosos e pessoas com deficiência | Melhorias e quadras em escolas estaduais | 2/9

propostas de Majeski  para a construção de quadra de esporte em 72 escolas estaduais

O deputado estadual Sergio Majeski (PSB) propôs ao Governo do Estado do ES a construção de quadras de esportes em escolas estaduais que não contam com a estrutura pela Secretaria da Educação

O objetivo é favorecer a criação de espaços adequados em 72 escolas que não possuem quadra para as aulas de EducaDETALHES DO ANEXO QuadraEscElzaLemos-FotoLeonardoTononi.jpegção Física, parte obrigatória da Base Nacional Curricular Comum, e para o desenvolvimento de outras atividades esportivas e culturais importantes para o desenvolvimento dos alunos.

Foto: Leonardo Tononi
No bairro Ilha das Caieiras, em Vitória, a escola estadual Elza Lemos Andreatta possui quadra coberta e bem estruturada, favorecendo o desenvolvimento da prática esportiva.

“Com as visitas que realizamos nas escolas é fácil observar os casos em que as aulas de Educação Física ficam prejudicadas. Quando não há um espaço apropriado, os professores têm que improvisar ou sair com os alunos do espaço escolar para fazer as aulas em quadras municipais. Por outro lado, em muitas unidades as quadras são bem estruturadas, com dimensões adequadas, permitindo ótimas aulas. É preciso que todas as escolas tenham estruturas apropriadas, para garantir oportunidades iguais aos alunos”, destaca Majeski.

No artigo 217, a Constituição Federal determina que é dever do Estado fomentar práticas desportivas, devendo ser destinados recursos para promoção do desporto educacional.

Da mesma forma, a Lei de Diretrizes e Bases da Educação estabelece que os conteúdos curriculares da educação básica promoverão o desporto educacional e apoiarão as práticas desportivas não-formais, sendo a Educação Física parte obrigatória da Base Nacional Curricular Comum.

“Está claro que as quadras poliesportivas são estruturas essenciais às escolas para fins de cumprimento do dever do Estado em relação à oferta de uma educação pública de qualidade”, completa Majeski.

R$ 324 milhões a mais para investimentos na Rede Pública

Após o Supremo Tribunal Federal confirmar, no final de 2020, a denúncia apresentada pelo deputado Sergio Majeski sobre a ilegalidade da manobra praticada pela administração estadual capixaba desde 2011, ao computar o pagamento de inativos como investimentos em Manutenção e Desenvolvimento da Educação, para 2021, o orçamento da Secretaria estadual de Educação foi ampliado em cerca de R$ 324 milhões, sendo de R$ 2,685 bilhões, contra R$ 2,361 bilhões em 2020, em números arredondados.

Em 10 anos, com a manobra condenada, cerca de R$ 6,1 bilhões deixaram de ser investidos na Rede Pública Estadual. Para tentar recuperar o prejuízo, o deputado Majeski apresentou a Proposta de Emenda à Constituição 4/2021, que aumenta gradualmente de 25% para 30% o repasse obrigatório de recursos ao sistema público educacional capixaba.

Foto_Pixabay.jpgPropostas de Majeski beneficiavam idosos e pessoas com deficiência

Semana ruim para as pessoas com deficiência e idosos nas votações de projetos na Assembleia Legislativa (Ales). Numa mesma sessão, duas propostas do deputado estadual Sergio Majeski (PSB) que favoreciam gratuidade no transporte coletivo rodoviário foram derrotadas em Plenário.

Por 17 votos a sete, os deputados confirmaram o veto do governador Renato Casagrande à emenda do deputado Sergio Majeski (PSB), que garantia gratuidade para idosos e pessoas com deficiência em mais linhas e horários nos ônibus intermunicipais.

Pela proposta do parlamentar, aprovada no Projeto de Lei Complementar (PLC) 10/2021, os ônibus classificados como convencionais e executivos deveriam garantir a reserva de duas vagas gratuitas para idosos e duas vagas gratuitas para pessoas com deficiência. Entretanto, o governador vetou o artigo que regulamentava a proposta, mantendo o benefício apenas nos ônibus convencionais, e a maioria dos deputados acompanhou o veto.

“Em vários municípios capixabas a quantidade de ônibus executivos é bem maior que a de convencionais. E há casos que só existe uma linha convencional. Nesse veto há uma maldade imensa com as pessoas com deficiência e com os idosos, que exclui direitos. A procuradoria da Ales fez parecer pela rejeição do veto, em junho o projeto foi aprovado aqui na Ales por unanimidade e agora como se justifica o veto? Pressão das empresas?”, desabafa Majeski.

Pessoas com visão monocular

Mesmo com pareceres de constitucionalidade das Comissões de Justiça e de Saúde da Ales, por 16 votos a nove, os deputados arquivaram o Projeto de Lei Complementar nº 18/2018, do deputado Sergio Majeski, que garantia gratuidade às pessoas com visão monocular no transporte coletivo do Sistema Transcol.

A proposta assegurava aqui no Espírito Santo parte dos direitos estabelecidos pela Lei Federal que classifica a visão monocular como deficiência sensorial, do tipo visual, para todos os efeitos legais.

Foto: Pixabay

 Montagem_Divulgacao.jpeg Majeski prioriza melhorias em escolas estaduais

O deputado estadual Sergio Majeski (PSB) teve aprovado na Assembleia Legislativa um conjunto de indicações ao Governo do Estado orientando melhorias em escolas da Rede Pública Estadual.

As necessidades foram identificadas nas visitas técnicas regulares que o parlamentar realiza desde 2015. Ao todo, Majeski já foi ver de perto a realidade de 277 unidades.

“É um trabalho que realizamos desde o início do primeiro mandato, para conhecer a realidade das escolas, propor melhorias e cobrar para que os profissionais da educação e os alunos tenham a estrutura necessária no dia a dia do ambiente escolar. É sempre importante lembrar que Educação é investimento”, destaca Majeski.

Para a escola estadual Germano André Lube, localizada no município da Serra, a indicação aprovada contempla a realização de reparos na cobertura da quadra de esportes, climatização das salas de aula, melhor acesso à internet e modernização do auditório.

Localizada no município de Vila Velha, a escola Domingos José Martins é uma unidade de Ensino Fundamental que atende cerca de 270 crianças. A indicação de Majeski orienta a construção de quadra de esportes, criação de laboratório de informática, adequação da sala de recursos e climatização.

 Sergio_Majeski_cropped.jpg
sergio majeski

Melhorias também em escolas de Vitória

Cinco escolas da Rede Estadual de Ensino, localizadas no município de Vitória, também contam das indicações do deputado Majeski ao Governo do Estado para a realização de melhorias.

Para a escola estadual Hildebrando Lucas, localizada em Maruípe, a indicação contempla prioritariamente investimentos em acessibilidade, climatização e isolamento acústico das salas de aula, para amenizar o barulho constante provocado pelo trânsito de veículos na avenida que passa ao lado da escola.

Já para a escola Maria Ortiz, no Centro de Vitória, a indicação orienta a aquisição do terreno ao lado da unidade para a construção da tão sonhada quadra de esportes.

Na Praia do Canto, com cerca de 1.100 alunos, a escola Irmã Maria Horta é uma das mais tradicionais da Capital e funciona nos três períodos, com a oferta do Ensino Médio. O próprio Majeski foi professor na unidade e a indicação aprovada é para uma reforma completa, com modernização.

Escola exclusiva para Ensino Médio Profissionalizante, a Arnulpho Mattos, em Bairro República, possui 18 turmas no período matutino e outras 18 turmas no vespertino. Com a indicação, Majeski orienta a ampliação da oferta de vagas no período noturno e a modernização dos equipamentos dos cursos técnicos.

E para a escola Almirante Barroso, de Goiabeiras, dentre outras melhorias necessárias, a indicação contempla reforma na quadra de esportes e climatização.

[email protected]

Fone: (27) 33823582 / 999999422

https://donoleari.com.br/historias-que-inspiram/

https://www.al.es.gov.br/

propostas de Majeski

propostas de Majeski

propostas de Majeski

propostas de Majeski

propostas de Majeski

propostas de Majeski

propostas de Majeski

propostas de Majeski

propostas de Majeski

COMPARTILHE:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp
Don Oleari - Editor Chefão

Don Oleari - Editor Chefão

Radialista, Jornalista, Publicitário.
Don Oleari Corporeitcham