“Quer namorar comigo?” perguntou a mulher do personal que agrediu morador de rua Givaldo Alves

quer namorar comigo?

Quer namorar comigo?

Sugestão de leitura da matéria do Congresso em Foco do jornalista Claudio Nelson.

GIVALDO ALVES

Morador de rua agredido por ter transado no carro com mulher do personal tem 4 partidos para ser candidato a deputado federal.

A notícia repercutiu na imprensa nacional e nas redes sociais.

O morador de rua Givaldo Alves, de 48 anos, já foi procurado por, pelo menos, quatro partidos políticos. A intenção das legendas é lançá-lo candidato a deputado na Câmara Federal ou na Câmara Legislativa do Distrito Federal nas eleições do fim do ano. ]

Gilvado Alves ficou conhecido nacionalmente em decorrência de um vídeo em que aparece sendo espancado pelo personal trainer Eduardo Alves de Souza, em Planaltina, no DF, após ter mantido relações com a mulher dele dentro de um carro.

“Quer namorar comigo?”

À imprensa, Givaldo afirmou que não houve qualquer tipo de violência durante o ato sexual. O morador de rua disse que foi abordado na rodoviária da cidade e ambos seguiram no carro da mulher para um lugar menos movimentado – ele também afirmou que não sabia que se tratava de uma mulher casada. À polícia, ele ainda disse que a relação foi consensual:

“Eu andava pela rua e ouvi um grito: ‘Moço, moço’.

Olhei para trás e só tinha eu. E ela confirmou comigo dizendo: ‘

“Quer namorar comigo?’”.

Givaldo Alves foi agredido pelo marido de uma mulher com quem estava tendo relações sexuais.

Foto: Caio Barbieri/Metrópoles

BBB 22: desclassificado da prova do Líder, Artur bate boca com produção

Quer namorar comigo?

https://congressoemfoco.uol.com.br/projeto-bula/reportagem/morador-de-rua-agredido-por-personal-e-convidado-para-ser-candidato-a-deputado/?utm_source=pushnews&utm_medium=pushnotification

Tags

COMPARTILHE:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp
Don Oleari - Editor Chefão

Don Oleari - Editor Chefão

Radialista, Jornalista, Publicitário.
Don Oleari Corporeitcham