O pintor de telas, Ronaldinho

O pintor de telas

O pintor de telas

ronaldo-foto-prassinatura-da-coluna-1-1-1-1-1-1.jpg
ronaldo chagas vieira

 

Coluna AQUI CARIACICA – Ronaldo Chagas Vieira, Correspondente comunitário

“A Sindrome de Down  não impede de interagir”

 

O hoje pintor de telas nasceu no dia 11 de agosto de 2004 na maternidade Santa Úrsula, em Vitória/ES. Precisou tomar um banho de luz para cumprir os procedimentos médicos.

Quando veio a surpresa, comunicada pelo pediatra de plantão, que, usando de poucos cuidados, foi dizendo “seu filho nasceu com Síndrome de Down”.  Acontece que no período pré-natal, vários exames nada foi registrado, deixando o fato raro acontecer no dia do nascimento.

Providências foram tomadas: foi chamada uma geneticista de outra instituição, pois o hospital onde ocorreu o parto não tinha esta profissional para a avaliação oficial, bem como para os exames complementares de cariótipo, que detecta os cromossomos.

Após a confirmação, passou na triagem da APAE Vitória, recebido por profissionais capacitados e bem orientados ao atendimento por excelência. A Terapia ocupacional foi muito importante na vida dele. Assim como as primeiras professoras na APAE e Colégio Panorâmico, bem como o acompanhamento psicológico.

Na APAE VITÓRIA, permaneceu por 10 anos. Depois, cansados de atravessar a segunda ponte, com trânsito intenso, todos os dia de atendimento, Ronaldinho foi  transferido para a APAE Cariacica, onde, da mesma forma, absorveu conhecimento, dando continuidade à socialização e participando das atividades.

Iniciou em escola regular no Colégio Panorâmico, na sede de Cariacica.  Não teve nenhum problema de adaptação, pois contou com apoio integral do corpo pedagógico e administrativo da instituição, contrariando o principal medo de pais e responsáveis quando não encontram o abrigo necessário para seu filho na escola regular.

Geralmente, não existem profissionais preparados para ensinar aqueles que nasceram com alguma síndrome.  Algumas escolas rejeitam alunos, confessando que não têm condições em atender o diferente. Na ocasião, a equipe pedagógica, bem como a professora de Ronaldo de Andrade Vieira, foram até à APAE para adicionar informações com os profissionais já experientes, e assim tiveram algum tipo de desenvolvimento.

Como ocorre a trissomia do 21?

A síndrome de Down é causada pela presença de três cromossomos 21 em todas ou na maior parte das células de um indivíduo. Isso ocorre na hora da concepção de uma criança. As pessoas com síndrome de Down, ou trissomia do cromossomo 21, têm 47 cromossomos em suas células em vez de 46, como a maior parte da população.

Cerca de 1 em 800 bebês nascem com a síndrome de Down. Na maioria dos casos, a síndrome acontece por acaso, é um acidente genético, portanto é difícil prevenir o problema. Não há culpados e não há nada que se possa fazer, antes ou durante a gravidez, que possa causar ou prevenir a síndrome de Down.

 ronaldinho-prefeito-e-wilson-1-2-1.jpg
Wilson Freitas, Rosangela Andrade, a mãe de Ronaldinho e Euclério Sampaio

O pintor de telas

A Escola de Artes Valdenir Siqueira despertou interesse na pintura de telas a óleo. O maestro Valdenir orienta na utilização de equipamentos e utensílios.  O que começou como terapia se transformou num despertar de talento, fazendo belíssimas telas, adquiridas por encomendas.

A sua primeira exposição de artes aconteceu na Fazenda  Parque Vale do Moxuara, através da gentileza do casal Margarete e Wilson Freitas, proprietários do estabelecimento, que abriram as portas para o evento, não medindo esforços no apoio logístico e estrutural.  Na ocasião, o então deputado Euclério Sampaio, atual prefeito de Cariacica, compareceu ao evento, adquiriu 3 telas e uma delas colocou na sala de sua casa, no bairro Jardim América.

Em seguida, veio a pandemia, impedindo atrair o público para a realização de exposições. Houve até programações não concretizadas devido a expansão do Covid-19. Entretanto, neste ano Luiz Domingos Rocha Lancha, diretor do  Colégio Samaritano, onde Ronaldo de Andrade Vieira vai cursar o segundo ano do Ensino Médio, propôs a realização de exposição das telas, num evento cultural.

 palhinha-ronaldo-chagas-1-1-1.jpg
palhinha e ronaldinho

“Ser diferente é normal” – vi a frase numa camiseta. Aquele que possui  sentimentos e hábitos únicos, é ser dotado de exclusividade. Os adolescentes ficam fora do padrão da realidade, por se encaixar em um determinado grupo em que possam ser aceitos e integrados.

Ser diferente permite que você aprecie mais a diversidade e se adapte a ela. Isso o torna mais flexível e aberto. A defesa das próprias idéias, mesmo que diferentes das demais, permite que você cresça e se desenvolva sendo fiel aos seus princípios e com uma auto-estima e autoconfiança muito fortes.

O pintor de telas

Parabenizo a Fazenda Parque Vale do Moxuara – https://valedomoxuara.com.br – que permite a acessibilidade de todos, independente de sua origem. Quem tiver a oportunidade, visite. Fica em Roças Velhas, Zona Rural de Cariacica, bem pertinho da cidade sede.

O pintor de telas

https://donoleari.com.br/pano-de-fundo-a-nova-coluna-infrormatibv/

O pintor de telas

O pintor de telas

COMPARTILHE:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp
Don Oleari - Editor Chefão

Don Oleari - Editor Chefão

Radialista, Jornalista, Publicitário.
Don Oleari Corporeitcham