As contratações de financiamentos rurais com recursos equalizáveis, que estavam suspensas no Brasil desde o último dia 7 de fevereiro, enfim serão retomadas a partir de agora. Com a sanção da Lei nº 14.336/2022 pelo presidente Jair Bolsonaro, o Orçamento Geral da União ganhou crédito suplementar no valor de R$ 2,57 bilhões, sendo que deste total, RS 868,5 milhões serão destinados à equalização de juros do Plano  Safra 2021/2022

A boa notícia foi divulgada pelo vice-líder do Governo Bolsonaro na Câmara, deputado Evair de Melo, que comemorou a reabertura dos investimentos rurais e agroindustriais voltados ao atendimento do Plano Safra 2021/2022 e das operações de custeio e comercialização de produtos agropecuários no país.

“Esses recursos suplementares também irão atender diretamente aos programas do Ministério da Agricultura como, por exemplo, o Pronaf – Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar”, disse ele

Evair, que é vice-presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), destacou ainda que os R$ 868,5 milhões liberados para equalização de juros do atual Plano Safra terão as mesmas taxas de juros praticadas anteriormente.

Outra boa notícia é que esta medida do Governo também possibilitará que os R$ 24 bilhões de recursos represados durante o período desuspensão das operações sejam destinados, agora, à contratação e liberação de novos financiamentos rurais”, comemorou o deputado, que pelo oito ano seguido integra a Comissão de Agricultura da Câmara.

Plano Safra

https://evairdemelo.com.br/

Reencontro de ex-alunos do ginásio São João Batista foi um sucesso | 25/5