Quem somos[email protected]

Search
Sexóloga

Lu Cabral: Sexóloga dá dicas sobre problemas sexuais relacionamento de casais | 2/10

Sexóloga

A sexóloga Lu Cabral fala sobre sinais de alerta que podem indicar problemas sexuais em seu relacionamento e saiba o que fazer para corrigir a situação

Foto de capa: Drazen Zigic/Freepik.

Você tem algum tipo de problema sexual em seu relacionamento? Se sim, saiba que outros também passam por essa situação, como mostra um estudo feito pelo Instituto do Casal, que aponta 55,9% dos casais com sua vida sexual ruim ou regular.

O estudo, chamado de “Como anda a sua satisfação conjugal?” foi feito entre setembro e outubro de 2016 com 510 casais, a maioria de 31 a 50 anos, em um relacionamento estável há mais de 2 anos e com filhos.

Dos entrevistados, 72,9%  disseram ter percebido mudanças significativas com o relacionamento sexual depois do casamento. Além disso, a pesquisa listou os problemas que mais distanciam os parceiros e dificultam sua comunicação.

São os seguintes, pela ordem:

  • Trabalho;

  • Problemas financeiros;

  • Divergências sobre a criação dos filhos;

  • Divergências sobre distribuição de tarefas domésticas.

Quanto às prioridades para os casais brasileiros, sexo e paixão ficaram no final da lista, superados por afeto, planos e sonhos em comum e fidelidade.

Ainda segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 30% dos homens possuem disfunção erétil. Além disso, conforme relatado pela BBC, uma estimativa comum entre especialistas indica que 4 a cada 10 mulheres adultas possuem falta ou dificuldades com desejo, orgasmo ou dor sexual esporádica, ou permanente.

 materia-sexo-alcindo-batista-1.jpg 2 de outubro de 2023 29 KBSinais de problemas no relacionamento sexual

A pergunta que abriu este artigo dizia se você tem algum tipo de problema sexual em seu relacionamento, mas a verdade é que nem sempre sabemos como identificar isso.

Sexóloga

Para ajudar aqueles que porventura possam estar passando por algum problema na relação, nossa equipe conversou com Lu Cabral, sexóloga especializada em comunicação intrafamiliar.

Lu foi eleita recentemente uma sexóloga das mais influentes do Brasil pela Miess Sex Shop e compartilha 7 sinais de problemas sexuais comuns em relacionamentos. Veja os destaques:

#1 – Falta de sexo ou carinhos:

O primeiro problema é o mais óbvio, mas não pode deixar de ser citado. Se alguém do casal não tem desejo de ter relações sexuais ou mesmo de outros carinhos, como abraços, beijos e carícias, algo pode estar errado.

A sexóloga Lu aponta ainda que “é necessário uma disposição para oferecer carinhos, tempo de qualidade e vontade (pensamentos e estímulos) para o sexo. Isso não acontece sem intenção, sem priorizar. Falta de sexo e carinho, é algo que ambos têm que cultivar, regar o jardim, não existe mágica, existe empenho. Lembrem-se: tudo que FOCAMOS, tende a dar certo, com o desejo sexual isso também se aplica!”

#2 – Críticas constantes entre casal

Críticas hostis são um forte indício de insatisfação no casal, como mostra um estudo publicado no periódico “Global Journal of Health Science” – https://www.ccsenet.org/journal/index.php/gjhs .

Este é um problema sério, especialmente quando as críticas surgem no início de alguma discussão.

Durante a entrevista, a sexóloga Lu Cabral comenta que é importante que os casais falem quando algo está incomodando, mas a maneira como isso é comunicado influencia muito na maneira que o outro se sentirá a respeito do que ouvir.

“Criar um ambiente acolhedor para falar das características ou defeitos é bem interessante e ainda oferecer soluções, dar exemplos de como se adaptar para viverem melhor”, comenta.

#3 – Brigas aumentam, mas…

Divergências sempre podem acontecer, mas quando elas começam a se tornar constantes, este torna-se outro sinal de alerta. Pior: se nenhuma das duas partes se sentir ouvida, as brigas ainda serão ainda mais difíceis de se resolver.

Pode ser que as brigas sejam um reflexo de experiências anteriores, quando ainda não eram casados, mas ter maturidade e discernimento é fundamental para lidar com essas questões. Muitas vezes, que uma relação dê certo, é preciso querer, dedicar, isso implica em ceder, às vezes um, outras vezes o outro. Diante desse cenário, muitas vezes a escuta ativa pode ajudar a salvar uma união.

Lu comenta que “com amor genuíno, tentando de fato entender o outro é arrumar uma maneira de terem diálogos mais proveitosos, às vezes vale investir em ajuda externa, como terapeuta sexual, por exemplo”.

#4 – Relações e momentos de intimidade, uma obrigação

Nem sempre é a falta de sexo que manifesta problemas no casal: às vezes ele acontece, mas sem a leveza e o prazer que devem estar envolvidos em um momento tão único e especial.

Se uma das partes se sentir obrigada a ter relações sexuais, este pode ser o reflexo de outros problemas não resolvidos anteriormente entre o casal ou, em alguns casos, problemas de disfunção em suas mais variadas manifestações. Para Lu Cabral, o sexo satisfatório é a maior fonte de liberação de hormônios de bem-estar e prazer. É algo que devemos pensar em “arrumar” porque reverbera nas outras questões da relação.

“Fazer algo à força não é nada legal, inclusive é um crime. Temos que descobrir o que desperta o desejo no outro, estimular, conquistar, seduzir sua parceria…isso não pode ficar só no início, no namoro, essa é a grande questão!”

#5 – Falta de comunicação

A relação sexual costuma ser uma continuidade da relação entre o casal. Se eles estão se relacionando bem, o ato sexual tende a ser uma consequência – e a falta de sexo pode indicar o movimento contrário.

Para Lu “por conta disso, estabelecer um diálogo real, Franco, amistoso sobre as necessidades individuais e os desejos, é um caminho bom para aproveitar a potência sexual, a energia e conexão através dela e ajustar outras questões”

Com tanta tecnologia e agilidade para a troca de mensagens, inclusive, as comunicações podem ter um caráter ainda mais impessoal, o que “ajuda a atrapalhar” a situação.

#6 – Discussões, mesmo assunto

Um estudo publicado no periódico Family Process sugere que casais que discutem de maneira eficaz têm 10 vezes mais chances de ter um relacionamento feliz do que aqueles que varrem os problemas difíceis para baixo do tapete.

É normal ter discussões em praticamente todas as áreas da vida, mas isso deve acontecer com maturidade, respeito e seriedade. Quando as discussões sempre abordam o mesmo assunto, porém, pode ficar a sensação de que nunca se está saindo do lugar.

#7 – Falta de vontade de tempo juntos

Há alguns parágrafos, foi citado que as relações sexuais são uma continuidade do que acontece entre o casal ao longo de todo o dia. Se ambos não gostam de ficar juntos, portanto, uma consequência natural é o surgimento ou fortalecimento de problemas nas demandas sexuais.

A rotina atarefada pode dificultar esses momentos, mas sempre que for possível, aproveitá-los ao máximo é uma opção que não apenas tende a resultar em uma vida sexual melhor, mas também a um relacionamento mais saudável. Para a sexóloga Lu Cabral, é importante que haja comunicação e organização.

“Sempre sugiro, das 168 horas da semana, o casal tire 1 a 2 ao menos para ter o seu momento de sexo planejado, onde se estimulam reciprocamente com mensagens, vídeos, frases e fotos de parte dos corpos, por exemplo. Com a vida atarefada, será um grande ganho ter na agenda essas horas”, comentou.

Como lidar com problemas sexuais no relacionamento? pergunta e responde a sexóloga

“Antes de tudo, vale ressaltar que problemas sexuais podem acontecer em qualquer relacionamento. Por conta disso, é importante que os cônjuges conversem, expliquem e busquem juntos uma solução”.

Afinal, se vocês compartilham tantas coisas, conversas sinceras e maduras devem fazer parte desse pacote. Manifestar seu amor um pelo outro ao longo dos dias com abraços sinceros, beijos carinhosos, massagens relaxantes e presentes inesperados ajudam a estreitar os laços. Então, elas podem aumentar as chances de uma melhora significativa da relação sexual.

A sexóloga Lu acrescenta:

“Se você dedicar um tempo para conhecer mais sobre sexualidade, explorar, permitir, trazer novas sensações e elementos, o desgaste desaparece. Não é uma tarefa simples, requer vontade, empenho, quebras de tabus e mitos, mas o sucesso…ah, é garantido!”.

Sexóloga

Edição, Don Oleari – [email protected]

https://www.facebook.com/oswaldo.oleariouoleare

Com informações de Alcindo Batista

Imposto sindical: deputado Da Vitória não quer a volta da cobrança do IS | 30/9

Rubens Pontes | Como um negro, primeiro editor do Brasil, tornou o menino que vendia balas nas ruas do RJ, outro negro, patrono do romance brasileiro | 30/9

Nona Festa da Banana em Cachoeirinha reuniu produtores e comunidades de Cariacica no fim de semana passado | 29/9

Manoel Goes | Dia da Moqueca capixaba, 30 de setembro | Eustáquio Palhares: “Cacau Monjardim, o capixaba maior”

Semi finais: Rivaldo comenta as semifinais da Libertadores e Sul-Americana para a Betfair | 29/9

COMPARTILHE:

Don Oleari - Editor Chefão

Don Oleari - Editor Chefão

Radialista, Jornalista, Publicitário.
Don Oleari Corporeitcham

diagonal-coluna-do-oleari.png
Antuerpia

Uma nota que dou com muito gosto, apesar do “desgosto” de não poder ter ido.

Vi num poderoso grupo de uatizapi ligado à Associação dos Moradores da Praia do Canto, Vitória/ES, uma nota sobre cervejas premiadas, inclusive de Colatina, nossa terra.

antuerpia-chope-200.jpg 7 de abril de 2024 10 KBA nota me atiçou.

Através da amiga @Martha Pimenta, soube da Antuerpia Cervejaria. Agora, minha agenda infernétiva anotou em tom de vermelho & preto bem forte:

Programar para conhecer a Cervejaria na primeira brecha.

A foto do grupo de cervejeiros degustando da capa me foi repassada pelo @Hudson Ruela.

 Antuerpia

Edição, Don Oleari – [email protected] | https://twitter.com/donoleari

http://www.facebook.com/oswaldo.oleariouoleare

Quem mudou, mudou!

Santorio no PP – 5/4

Baixo Guandu: Lastenio no MDB

Lastenio, avô de primeira!

Baby e Eller

Quem mudou

Por Alexsandro Eller –

calendario-2.jpg 5 de abril de 2024 4 KBCalendário eleitoral fechou a janela de mudanças de partidos. Mudou, mudou.

Um vai pra cá, vai pra lá, que é aquele horror da lei eleitoral.

Mas as datas estão aí (Alexsandro Eller).

Quem mudou

Edição, Don Oleari – [email protected] | https://twitter.com/donoleari

http://www.facebook.com/oswaldo.oleariouoleare

Santorio no PP – 5/4

Baixo Guandu: Lastenio no MDB

Lastenio, avô de primeira!

Baby e Eller

Perdemos! Alexandre Lima se foi

no PP

Por Alexsandro Eller –

Pano de Fundo | Política – Bastidores

O médico Fernando Santório, neto do ex-prefeito de Cariacica Vicente Santório Fantini, se filiou ao Partido Progressistas.

Santório se prepara para concorrer a uma vaga na Câmara de vereadores de Cariacica.

Na foto, Fernando e o presidente do PP de Cariacica, Sandro Locutor.

no PP

Edição, Don Oleari – [email protected] | https://twitter.com/donoleari

http://www.facebook.com/oswaldo.oleariouoleare

Baixo Guandu: Lastenio no MDB

Lastenio, avô de primeira!

Baby e Eller

 

Lastenio no MDB

Lastenio no MDB

Prefeito de Baixo Guandu, Lastênio Cardoso, já contava com o apoio do MDB para sua campanha à reeleição.

ssinatura-de-lastenio-no-mdb-a-de-200.jpg 4 de abril de 2024 7 KBAgora, a partir desta noite de quinta-feira, Lastenio não só conta com esse apoio, mas ele próprio acaba de se filiar ao MDB, de cujo partido é o vice-prefeito Patrick Favarato.

Sua filiação contou com o prestígio da presença do presidente do Diretório do MDB do ES, o vice-governador Ricardo Ferraço, como também com a presença do pré-candidato a prefeito de Vitória, a capital, de Sebastião Pelaes, um emedebista com 45 anos de partido.

Seu irmão Antonio Pelaes foi vice-prefeito de Vitória com o então prefeito Hermes Laranja, outro histórico emedebista (Don Oleari).

Lastenio no MDB

Edição, Don Oleari – [email protected] | https://twitter.com/donoleari

http://www.facebook.com/oswaldo.oleariouoleare

Lastenio, avô de primeira!

Baby e Eller

Perdemos! Alexandre Lima se foi

Maria de Lourdes Lessa

De Pedra Azul pra Mimoso do Sul

avô de primeira

O amigo Pelaes (***)  me mandou a foto do avô de primeira, prefeito de Baixo Guandu, Lastenio Cardoso.

gadita-com-lelo-e-pelaes-1-1-300x206-1.jpg3 de abril de 2024 7 KB 200 por 137 píxeis
Pelaes, Lelo e Gadita

Lastenio, feliz da vida, com a primeira netinha, a Cecília, que aterrisou no planetinha neste dia 1º de Abril. Tudibão pra Cecília e pra toda a família. Pro avô de primeira viagem, o abração da tchiurma do donoleari.com.br = Don Oleari Portal de Notícias.

(***) Sebastião Pelaes, pré-candidato a prefeito pelo MDB em Vitória – acompanhou o amigo prefeito Lastenio Cardoso, de Baixo Guandu/ES, durante os dois dias que ele passou aqui no fim de semana.

avô de primeira

Edição, Don Oleari – [email protected] | https://twitter.com/donoleari

http://www.facebook.com/oswaldo.oleariouoleare

Baby e Eller

De Pedra Azul pra Mimoso do Sul

Perdemos! Alexandre Lima se foi

Maria de Lourdes Lessa

 

 

Baby e Eller

Nelson Baby, presidente do diretório municipal do PCdoB de Cariacica/ES, e Alexsandro Eller, nosso colaborador, se encontraram e falaram sobre o quê?

euclerio-e-baby-1.jpg 30 de março de 2024 6 KBSobre política e sobre futuro do município. Esses dois devem ter informações que não chegaram nem ao colunista Ronaldo Chagas Freitas nem aqui na redação.

Mas horinha dessas eles vão nos contar, ah, isso vão! Ronaldo tá monitorando os dois. A foto deles foi feita depois desse encontro aí, da alta direção do PCdoB com o prefeito Euclerio Sampaio (Don Oleari).

Baby e Eller

democracia.”

Edição, Don Oleari – [email protected] | https://twitter.com/donoleari

http://www.facebook.com/oswaldo.oleariouoleare

Perdemos! Alexandre Lima se foi

Maria de Lourdes Lessa

De Pedra Azul pra Mimoso do Sul

Feira de arte sacra

Aboudib toma posse na AESL

Perdemos

alexandre-lima-recortada.jpg 28 de março de 2024 5 KB

 

Enfim, foram anos de, a cada dia, uma lembrança dele, um músico, um líder, um empreendedor.

Nesta quinta-feira, Alexandre se despediu definitivamente da família, dos amigos, dos admiradores.

Perdemos

Edição, Don Oleari – [email protected] | https://twitter.com/donoleari

http://www.facebook.com/oswaldo.oleariouoleare

Maria de Lourdes Lessa

De Pedra Azul pra Mimoso do Sul

Feira de arte sacra

 

a-nota-de-senhora-lessa-a-de-capa.jpg 28 de março de 2024 25 KB

a-nota-de-senhora-lessa.jpg 28 de março de 2024 18 KB

Recebi do nosso prezado parceiro e colaborador, professor José Antonio Bof Buffon.

Nosso abraço solidário a amigos e familiares.

 

Maria de Lourdes

Edição, Don Oleari – [email protected] | https://twitter.com/donoleari

http://www.facebook.com/oswaldo.oleariouoleare

 

 

De Pedra Azul pra Mimoso do Sul

Feira de arte sacra

Isso é que é “eleição”: Rússia

Mimoso do Sul

Por José Coco Fontan –

Movimento da Comunidade de Pedral Azul, município de Domingos Martins.

marmitex-pedra-azul.-180.jpg 26 de março de 2024 13 KB 180 por 294 píxeisA programação é mandar 1000 marmitex por dia para as comunidades de Mimoso do Sul, Sul do Espírito Santo.

O Higor Dordenone Beltrame me disse que se trata de um trabalho da Paróquia de Nossa Senhora de Fátima de Pedra Azul, distrito de Aracê, município de Domingos Martins.

A comunidade espera cumprir esse objetivo essa até que as coisas voltem ao normal lá no Sul (José Coco Fontan).

 

 

Mimoso do Sul

Edição, Don Oleari – [email protected] | https://twitter.com/donoleari

http://www.facebook.com/oswaldo.oleariouoleare

Feira de arte sacra

Isso é que é “eleição”: Rússia

Mídia ao Molho | CBN e a Rádio Capixaba

Feira de arte sacra

Aboudib toma posse na AESL

 

arte sacra
Posts Relacionados