Quem somos[email protected]

Search

Um trunfo para a convergência | Edilson Lucas do Amaral | 4/1

um trunfo

Um trunfo

pano-de-fundo.jpeg
pano de fundo | bastidores políticos

Eleicoes-2024.png 2 de janeiro de 2024 6 KB

 

 

Coluna PANO DE FUNDO |

Bastidores políticos

edilson-lucas-do-amaral-coluna-pdo-1-300x159-1-1-1-1-esta-e-que-vale.jpeg 6 de setembro de 2023 9 KB
edilson lucas do amaral

Governador Casagrande está numa encruzilhada? Ou guarda na manga um trunfo?

 

À medida que o ano se inicia, trazendo consigo as eleições municipais, o governador Renato Casagrande vislumbra um cenário mais pacífico, trabalhando para conter a ascensão de adversários.

Sua estratégia? Participar ativamente das articulações políticas, buscando eleger o maior número possível de prefeitos em todo o Espírito Santo.

No entanto, um ponto focal emerge: as eleições na capital. Vitória, com sua influência econômica e visibilidade estadual, é palco do embate entre o atual prefeito, Lorenzo Pasolini, e o grupo aliado do Governador do Estado.

Vê-se ai, à distância, longe dos holofotes locais e regionais, um Paulo Hartung, que parece dar suporte ao jovem prefeito Lorenzo Pazolini, criando uma sombra para um eventual episódio da série O Retorno.

O desafio para Casagrande é equilibrar suas alianças políticas, que agregam todas as vertentes. Como desagradar aliados como o PT, não apoiaando João Coser para prefeito da capital?

Como trilhar esse caminho, acenando com bandeiras vermelhas, enquanto busca apoio de prefeitos conservadores do interior? E ainda, como virar as costas para o candidato de sua própria base, liderada pelo seu próprio Vice-governador Ricardo Ferraço, que é o esteio da campanha do ex-prefeito Luiz Paulo Vellozo Lucas?

Tem uma saída? A resposta é simples. O verão político no Espírito Santo indica termômetro com temperatura elevada. Abril, prazo para decisões, se aproxima.

tyagohoffmann-foto-seculo-diario.jpg4 de janeiro de 2024
31 KB
o trunfo de casagrande?

O Governador Renato Casagrande se encontra na encruzilhada: persistirá em sua estratégia, mantendo o deputado Thyago Hoffmann como sua carta na manga? Colocará seu correligionário no pleito, justificando o apoio ao seu partido, o velho PSB e, assim, evitando desagradar seus aliados?

Um trunfo

Hoffmann, figura de confiança do Governador, não hesitará em assumir a candidatura, aproveitando o amplo espaço no programa eleitoral gratuito na TV para impulsionar sua visibilidade política no Espírito Santo.

Será esse o trunfo necessário? No jogo político, nem sempre as peças se movem conforme o planejado, já que as emoções muitas vezes se sobrepõem À lógica. Como canta Roberto Carlos, “Se chorei ou se sorri, o importante é que emoções eu vivi”.

E na política são as emoções dos eleitores que determinam o rumo das urnas. Não há ciência exata nos pleitos! Será mesmo um trunfo? Respostas, teremos aqui ao longo do percurso (Edilson Lucas do Amaral).

Edilson Lucas do Amaral é analista político e profissional de Marketing.

Um trunfo

Edição, Don Oleari – [email protected]

https://www.facebook.com/oswaldo.oleariouolearehttps://twitter.com/donoleari

O centésimo macaco | Eustaquio Palhares | 2/1

Pesquisas | Nem sempre, sair à frente nas primeiras pesquisas significa vencer eleição | Edilson Lucas do Amaral 2/1

Elian Ramile | chegando 2024! “Foca no prêmio”

Euclerio Sampaio | A cena e as fotos que Euclerio tanto esperou: as da Nova Orla de Cariacica | 28/12

Ano novo para esquecer o velho, que se vai | O Riso, de Maria Antonieta Tatagiba | 30/12

Elian Ramile | chegando 2024! “Foca no prêmio”

Picture of Don Oleari - Editor Chefão

Don Oleari - Editor Chefão

Radialista, Jornalista, Publicitário.
Don Oleari Corporeitcham

Posts Relacionados

A Bicharada do Don Oleari.