Vila Velha: projeto de Joel Rangel torna de utilidade Museu Vivo da Barra do Jucu | Câmara aprova proposta de Arnaldinho para crédito | 9/7

vila velha
joel-rangel.jpg
Joel Rangel
Segundo Joel Rangel, as metas da AAMVBJ é apoiar, desenvolver, difundir e fomentar ações e projetos nas áreas de cultura, esporte e meio-ambiente mediante ensino, pesquisa, registro e produção de acervos, “incentivando a memória cultural e o desenvolvimento intelectual e criativo de seus associados e da população em geral do município”.
– “A concessão do título de Utilidade Pública demonstra o nosso reconhecimento e a valorização do poder público em prol da população de Vila Velha e, em especial, a comunidade da Barra do Jucu.”
Reconhecida pela Câmara de VV  como de utilidade pública, a Associação de Amigos do Museu Vivo da Barra do Jucu poderá firmar parcerias com o Poder Público possibilitando a captação de recursos para efetivação de projetos de fortalecimento da cultura local e do Município de Vila Velha.
Para ter o título de Utilidade Pública, a instituição precisa ter no mínimo dois anos de fundação, comprovada através de certidão expedida pelo Cartório de Registro Civil de Pessoas Físicas e Jurídicas, esteja em efetivo funcionamento há mais de 2 anos, estar em dia com a prestação de contas do seu último exercício financeiro, manter seus documentos atualizados e possuir ata de fundação.

Com Anaclara Gabrich
Foto: Débora Benaim
[email protected]

vila velha
Arnaldinho Borgo, prefeito de VV

Câmara de Vila Velha aprova crédito

para obras de mobilidade,

infraestrutura e saneamento

Na mesma sessão do dia 30/6 foi aprovado em regime de urgência o Projeto de Lei nº 4902/21 do Prefeito Arnaldinho Borgo (Podemos) que autoriza o Poder Executivo a contratar operação de crédito com o Banco do Brasil S.A., com a garantia da União.

O prefeito Arnaldinho Borgo  argumentou que devido às medidas de restrição e isolamento social para fins de prevenção do Coronavírus COVID-19, diversas atividades econômicas foram comprometidas, afetando a receita municipal e repasses do Governo Federal e Estadual:

– “Considerando esse cenário, o Município vê a necessidade da aplicação de recursos próprios na manutenção da máquina administrativa, no pagamento da folha de pessoal e na manutenção das políticas públicas essenciais de educação, saúde, assistência social e segurança pública. Para que seja possível a ampliação do leque de investimentos, é essencial para o momento a obtenção de operação de crédito junto a instituições financeiras.”

vila velha
Maturano

O vereador Osvaldo Maturano (PSDB) apoiou a solicitação de operação de crédito solicitada pelo chefe do Executivo e disse  que “quem acompanha a economia sabe que é um momento propício para fazer operação de crédito, em função das taxas de juros estarem favoráveis”.

– “Lembro que nosso município tem boa avaliação do Tesouro Nacional. Vila Velha está no seleto grupo das cidades mais organizadas do Brasil. Finanças em dia, baixo gasto com pessoal. Nós temos condição de contrair operação de crédito para resolver problemas da administração e demandas do nosso povo”.

Com parecer favorável das Comissões de Justiça, Administração, Finanças e aprovação do Plenário,  autorizado ao Poder Executivo foi autorizado a contratar operação de crédito junto ao Banco do Brasil no valor de até R$ 138.000.000,00.

Esses recursos serão aplicados em investimentos em drenagem, pavimentação, recapeamento em vias públicas, obras civis e urbanísticas, desapropriações, contrapartidas, reajustes, dentre outros previstos na linha de financiamento. prioritariamente em áreas de maior vulnerabilidade social, localizadas em bairros com maiores déficits de infraestrutura, integrando a cidade às pessoas.

Com Anaclara Gabrich
Foto: Débora Benaim
[email protected]

 

https://www.vilavelha.es.leg.br/

COMPARTILHE:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp
Don Oleari - Editor Chefão

Don Oleari - Editor Chefão

Radialista, Jornalista, Publicitário.
Don Oleari Corporeitcham