Visita do presidente Jair Bolsonaro atiça a fogueira da política do ES – 0

visita

A primeira visita ao Espírito Santo desde a posse do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) nesta sexta-feira (11), coloca em ebulição o  ambiente político do Estado.

Atemperatura andou subindo nos últimos dias com a deflagração pela Polícia Federal (PF) da Operação Volátil, que investiga supostas irregularidades na aquisição de álcool em gel pela Secretaria da Saúde do ES (Sesa).

Parece uma estranha coincidência a deflagração da operação exatamente na semana da visita presidencial, que vem sendo largamente explorada pelas milícias digitais bolsonaristas e parlamentares que fazem oposição ao governador Renato Casagrande (PSB) na Assembleia Legislativa (Al?ES).

renato-casagrande-e-jair-bolsonaro
Renato Casagrande e Jair Bolsonaro

Governador sem convite

Afinal, Casagrande é um dos  governadores que criticam as ações  (e afirmações) de Bolsonaro, especialmente durante a pandemia  de coronavírus.

Até o momento da publicação desta coluna, Casagrande não havia sido convidado a participar da agenda do presidente no Estado.

“Coincidências” não combinam com política. Ainda mais quando o clima de polarização do país também se reflete no Espírito Santo, em especial na Grande Vitória. As últimas pesquisas mostraram um crescimento da rejeição do presidente Jair Bolsonaro.

Talvez por isso também, ocorreram  mudanças na programação da visita. As aglomerações estão previstas, mas foram limitadas aos saguões dos aeroportos de Vitória e São Mateus, até porque faz parte da estratégia do presidente de mobilização permanente dos seus apoiadores  para mostrar que possui apoio popular.

visita
Protestos

No entanto, não passou desapercebido na definição da programação a movimentação dos movimentos populares capixabas para protestar contra o presidente e cobrar mais ação do governo diante da pandemia.

Visita

Não vai ter mais o passeio de moto pela Terceira Ponte, saindo do quartel do 38º Batalhão de Infantaria (38º BI) e nem aglomeração de apoiadores bolsonaristas na Praça do Papa.

De acordo com a agenda divulgada ontem (9) pelo deputado federal Evair Mello (PP), vice-líder do governo na Câmara, o presidente Jair Bolsonaro vai desembarcar às 10 horas no Aeroporto Eurico Salles, onde cumprimenta as autoridades na Sala Vip e se encontra com apoiadores no saguão.

visita
Barulhaço

Em seguida, às 10h40m, ainda no aeroporto, o presidente embarca num helicóptero em direção a São Mateus. Antes sobrevoa o Porto de Vitória, a BR-447 e as obras do Contorno do Mestre Álvaro, na Serra.

Em São Mateus, norte do ES, depois do cumprimento das autoridades e mais um encontro programado com apoiadores no aeroporto local, a programação prevê a participação do presidente na cerimônia de entrega de casas populares. De volta para à Capital, a previsão é que Bolsonaro retorne para Brasília às 15h40m.

Caravanas de apoiadores foram montadas para receber o presidente nas aglomerações. Por outro lado, 32 placas de outdoor e dois luminosos foram instalados em vários pontos pelos movimentos sociais e populares, que usam faixas para protestar e pedir o impeachment de Bolsonaro.

A  expectativa é saber, em primeiro lugar, se o presidente irá falar com a imprensa local e como os repórteres capixabas serão tratados, diante do comportamento beligerante de Bolsonaro com os profissionais da mídia. Não menos importante, é saber como a visita irá repercutir no xadrez político do Espírito Santo (Alexandre Caetano).

visita

Eustaquio Palhares: De gado, jumentos e afins…

https://www.folhavitoria.com.br/politica/noticia/06/2021/programacao-muda-e-bolsonaro-chegara-de-manha-ao-espirito-santo

Capixaba Vivi Motta corre 203km em 24 horas e quebra recordes

COMPARTILHE:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp
Don Oleari - Editor Chefão

Don Oleari - Editor Chefão

Radialista, Jornalista, Publicitário.
Don Oleari Corporeitcham