CORPO-RIO: websérie deságua no mar de Marataízes em seu último episódio | 24/9

corpo-rio

CORPO-RIO no mar de Marataízes 

 CORPORIO-MARATAIZES-276-Esther_Loris-1.jpg

Vídeo completa ciclo de cinco episódios

Por Lucas Schuina – [email protected]

Fotos: Esther Loris

Em seu quinto e último episódio, a websérie experimental CORPO-RIO apresenta o encontro final do rio Itapemirim com o mar, na cidade de Marataízes, sul do Espírito Santo.

Esse desaguar no oceano Atlântico poderá ser conferido no próximo domingo (26), às 20h, no canal de YouTube do GRUPO ATUAÇÃO.

Não por acaso, o foco desse último episódio é o elemento “água” (seguindo a ideia de dedicar cada episódio a um dos quatro elementos da terra): água doce que se mistura com água salgada, desaguando, tomando nova forma, fluindo para um novo e desconhecido destino.

Filmando na região da Barra do Itapemirim, os artistas Gabi Prado, Leonardo Dariva e Weber Cooper utilizaram os elementos do entorno para compor suas performances: o primeiro pedaço de areia denunciando a proximidade da praia; pequenas embarcações de pescadores da região; passarelas de madeira sobre as águas; as “Ruínas do Trapiche”, patrimônio histórico do município.“

CORPORIO-MARATAIZES-362-Esther_Loris.jpgAlém de demarcar o ponto de encontro do rio Itapemirim com o mar, a região da Barra tem uma riqueza socioambiental, cultural e histórica muito grande, e é bastante significativo concluir o percurso do CORPO-RIO nesse local”, destaca Weber Cooper, que também é produtor-executivo e um dos diretores da websérie.

A websérie

Lançando mão de conceitos da ecoperformance e do vídeo-documentário, CORPO-RIO é uma websérie em cinco episódios, que apresenta três artistas da performance dançando em pontos específicos do rio Itapemirim, no Sul do Espírito Santo.

A ideia é provocar novas formas de percepção desse percurso do rio a partir dos movimentos dos corpos captados pelas imagens – que servem para potencializar gestos e expressões, não se resumindo a apenas documentar a presença dos performers nos espaços.Os quatro episódios anteriores – “Prelúdio”, “Pulsar”, “Brotar” e “Inflamar” – podem ser conferidos no canal de YouTube do GRUPO ATUAÇÃO.

O primeiro episódio foi gravado em uma casa atingida por uma enchente, em Cachoeiro de Itapemirim. Os três seguintes foram filmados em pontos do rio nas cidades de Alegre, Jerônimo Monteiro e, novamente, Cachoeiro.

 CORPORIO-MARATAIZES-159-Esther_Loris.jpgTambém no canal de YouTube do GRUPO ATUAÇÃO é possível conferir vídeos de bastidores da produção, além da gravação de uma live sobre questões socioambientais relacionadas ao rio Itapemirim, realizada no dia 12 de setembro.

CORPO-RIO foi selecionado no edital de Cultura Digital da Lei Aldir Blanc (Inciso III), lançado pela Secretaria de  da Cultura (Secult-ES), com recursos repassados pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal.

Serviço:
CORPO-RIO

O que é: Websérie experimental com performances no rio Itapemirim, no Sul do ES

Quem faz: GRUPO ATUAÇÃO

Direção: Victorhugo Amorim e Weber Cooper

Episódio 5 – Desaguar: Estreia 26 de setembro, às 20 horas

Onde assistir: YouTube do GRUPO ATUAÇÃOSaiba mais em: http://linktr.ee/corporio

Confira o teaser do último episódio: https://youtu.be/xqPzpnAEMqU

https://donoleari.com.br/hora-da-poesia/

 

Websérie CORPO-RIO em 4º episódio

Seguindo seu percurso “performativo” pelo rio Itapemirim, a websérie experimental CORPO-RIO chega a Cachoeiro de Itapemirim, maior cidade do Sul do Espírito Santo, em seu quarto episódio.

O vídeo com as performances dos artistas Weber Cooper, Leonardo Dariva e Gabi Prado será lançado no próximo domingo (19), às 20 horas, no canal de YouTube do GRUPO ATUAÇÃO.

Com o título “Inflamar”, o quarto episódio faz alusão ao elemento “fogo”: fogo que advém do trabalho, do movimento frenético de homens e máquinas, da atividade humana acelerada em grandes e médios centros urbanos.

Enquanto os performers se movimentam por entre as pedras, vemos ao redor casas que quase invadem o rio, pilares de pontes de concreto e ferro, toda uma paisagem urbana que se desenha como plano de fundo.

“Cachoeiro se formou em torno do rio, mas é uma cidade que a cada dia cresce mais, e de uma forma não muito ordenada. Buscamos inspirações para as performances nesse ambiente urbano que se choca com o rio, mas que, paradoxalmente, também o abraça, faz dele meio de vida”, comenta Leonardo Dariva, que aparece com um solo performático em um dos momentos do episódio.

Segundo episódio da webserie CORPO-RIO na Cachoeira da Fumaca em Alegre, Sul do Espírito Santo

COMPARTILHE:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp
Don Oleari - Editor Chefão

Don Oleari - Editor Chefão

Radialista, Jornalista, Publicitário.
Don Oleari Corporeitcham