Quem somos[email protected]

Search

A bolsa ou o dólar | Fechamento de mercado | por Luiz Felipe Bazzo, CEO do transferbank | 19/1

A bolsa ou o dólar

A bolsa ou o dólar

bazzo-2-e1698441533406.jpg 27 de outubro de 2023 55 KB
luiz felipe bazzo

Coluna

Fechamento de mercado |

Luiz Felipe Bazzo, CEO do transferbank

O Ibovespa hoje (19) apresentou oscilações recentes, destacando-se o desempenho positivo impulsionado pelo cenário internacional e a MGLU3, enquanto PETR4 e VALE3 registraram quedas.

No dia do vencimento de opções sobre ações, o Ibovespa retomou os 127 mil pontos. A volatilidade na bolsa parece ser influenciada por fatores externos, destacando a importância de monitorar eventos globais.

No que diz respeito ao IPCA, houve uma revisão para baixo nas projeções para 2024, passando de 3,90% para 3,87%, indicando uma expectativa de menor pressão inflacionária alinhada à meta do Banco Central de 3%, com margem de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo. As estimativas para 2025 e 2026 permaneceram estáveis em 3,50%.

Quanto ao câmbio, a projeção para o dólar ao final de 2024 foi revisada para baixo, de R$ 5 para R$ 4,95, sugerindo uma expectativa de valorização do Real. Para 2025, a projeção permaneceu em R$ 5.

A previsão mediana para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro em 2024 se manteve em 1,59%, após um aumento nas projeções na semana anterior.

As expectativas para 2025 também permaneceram em torno de 2%, refletindo uma visão consistente em relação ao crescimento econômico no próximo ano.

Quanto à taxa básica de juros (Selic), as projeções mantiveram-se em 9 % para o final de 2024. Para 2025 e 2026, mantiveram-se em 8,50%.

Esses números indicam uma perspectiva de manutenção da política monetária em níveis mais baixos, como confirmado na última reunião do Copom em 2023, quando a Selic foi reduzida de 12,25% para 11,75%.

A bolsa ou o dólar

Câmbio

O dólar estava a caminho de subir pela segunda semana consecutiva nesta sexta-feira (19), já que os sinais de resistência da economia dos Estados Unidos e rigidez dos bancos centrais fizeram com que o mercado reduzisse a expectativa de quedas rápidas e acentuadas nas taxas de juros.

A mensagem clara proveniente dos indicadores de atividade nos Estados Unidos e as declarações incisivas dos banqueiros centrais destacam que os mercados estão precificando, de maneira notavelmente agressiva, os cortes nas taxas para 2024, abrangendo tanto a dimensão temporal quanto a magnitude.

Um novo episódio de instabilidade nos mercados financeiros e imobiliários chineses resultou na retomada da força do dólar. Já o euro, se manteve nessa mesma faixa.

O mercado agora espera que o Fed faça cortes de 140 pontos-base nas taxas de juros este ano, abaixo dos 165 pontos-base estimados na semana anterior. Ainda entende-se uma chance de mais de 50% de que o primeiro corte ocorra em março, em comparação com 77% de uma semana atrás.

Luiz-Felipe-Bazzo-CEO-do-transferbank-3-1-1.jpg 30 de junho de 2023
Luiz Felipe Bazzo

Luiz Felipe Bazzo é CEO do transferbank, uma das 15 maiores soluções de câmbio do Brasil. O executivo também já trabalhou em multinacionais como Volvo Group e BHS. Além disso, criou startups de diferentes iniciativas e mercados tendo atuado no Founder Institute, incubadora de empresas americanas com sede no Vale do Silício.

O executivo morou e estudou na Noruega e México e formou-se em administração de empresas pela FAE Centro Universitário, de Curitiba (PR), e pós-graduado em finanças empresariais pela Universidade Positivo.

A bolsa ou o dólar

Edição, Don Oleari – [email protected]

https://www.facebook.com/oswaldo.oleariouolearehttps://twitter.com/donoleari

Filipe Luís, ídolo do Fla, assume como treinador na categoria sub-17, base do Flamengo

Estreia Coluna AQUI BAIXO GUANDU | PBG recebe caminhões dos Bombeiros | Niver de Vice Patrick | Mais um na PM K9 | 16/1

“Vamos crescer mais”, diz Nico Pessoti, um realizador, que festeja êxito de 5 empresas com família e colaboradores

Feira Hype abre projeto Vilazinha Cultural com literatura e Feira do Vinil | 15/4

Rivaldo: “Haaland fez um ano espetacular, merecia o prêmio The Best” | 17/1

COMPARTILHE:

Picture of Don Oleari - Editor Chefão

Don Oleari - Editor Chefão

Radialista, Jornalista, Publicitário.
Don Oleari Corporeitcham

Posts Relacionados

A Bicharada do Don Oleari.