Quem somos[email protected]

Search

Edilson Lucas do Amaral | Camila Valadão, pré-candidata, o pêndulo, a renovação? 4/3

camila valadão
pano-de-fundo.jpeg
pano de fundo | política, bastidores

Camila Valadão

Eleições municipais 2024

Camila Valadão, deputada estadual, do alto dos seus 52 mil votos, pode ser fundamental na eleição da capital.

COLUNA

PANO DE FUNDO | Política, bastidores

edilson-lucas-do-amaral-coluna-pdo-1-300x159-1.jpeg
edilson lucas do amaral

Edilson Lucas do Amaral

Nas entrelinhas das melodias que ecoam pelos becos e vielas da nossa querida capital –  Vitória/ES – encontra-se um murmúrio político que parece anunciar uma mudança iminente. Em meio ao tumulto das vozes que clamam por renovação, surge uma figura que até então pairava nas sombras do cenário político: a deputada estadual Camila Valadão.

A menção à música do compositor capixaba, com seu verso marcante “Há quem diga que eu não sou de nada”, parece mais do que uma simples coincidência. Ela serve como um prelúdio para o que poderá ser a trilha sonora das próximas eleições municipais.

Camila Valadão, com seu nome não tão badalado na mídia e no mercado político, emerge como uma potencial protagonista desse enredo eleitoral.

É na juventude e na vitalidade de sua presença política que reside o potencial de Camila para representar uma classe ávida por mudanças.

Sua condição de mulher negra e seu discurso equilibrado, mesmo em meio a um partido considerado de extrema esquerda, ressoam como atributos diferenciadores em um contexto político marcado pela diversidade e pela busca por representatividade.

Não podemos ignorar o papel crucial que grupos influentes, como os professores da rede municipal de ensino, desempenham na formação de opinião. A insatisfação com a atual gestão do prefeito Lorenzo Pazolini, aliada à falta de entusiasmo em relação aos demais candidatos, abre espaço para a ascensão de uma figura como Camila Valadão.

Sua trajetória e o crescimento de seu partido sugerem uma ascensão que poderá surpreender muitos analistas políticos. A possibilidade de conquistar uma parcela significativa do eleitorado, potencialmente entre 10% e 15%, poderia redesenhar consideravelmente o panorama eleitoral.

No entanto, essa ascensão de Camila não se dá em um vácuo político. Sua presença e seu desempenho nas urnas poderiam impactar diretamente as chances do candidato do PT, João Coser, que enfrenta resistência entre os servidores efetivos e outros setores da sociedade.

A perspectiva de um voto útil, como uma estratégia para evitar a ascensão de um candidato indesejado, também ganha relevância nesse contexto.

A figura de Camila Valadão emerge como uma peça fundamental nesse jogo político, capaz de influenciar o destino das eleições municipais e, por conseguinte, o futuro da nossa cidade e do nosso município.

Portanto, enquanto aguardamos o desenrolar dos acontecimentos, como nos versos imortais de Sergio Sampaio, é inevitável não se deixar envolver pela expectativa que envolve as eleições municipais de Vitória.

Camila está lá, nos becos e vielas da cidade, ecoando o desejo de “botar o bloco na rua” e de “gingar pra dar e vender”, em uma dança política que promete surpreender a todos (Edilson Lucas do Amaral).

Resumo

Sua trajetória e o crescimento de seu partido sugerem uma ascensão que poderá surpreender muitos analistas políticos. A possibilidade de conquistar uma parcela significativa do eleitorado, potencialmente entre 10% e 15%, poderia redesenhar consideravelmente o panorama eleitoral.

Camila Valadão

Edição, Don Oleari – [email protected]

https://www.facebook.com/oswaldo.oleariouolearehttps://twitter.com/donoleari

André Moreira denuncia pressão para impedir CPI da Qualidade do Ar | Manobras patrocinadas por Pazolini, Vale, Acellor Mital? | 2/3

Xadrez tem evento neste domingo e outro na segunda quinzena de março | 2/3

Caravana Margaridas faz primeiro encontro de 2024 em Aracruz/ES neste sábado | 1/3

Aqui Colatina | Nossa terra, Colatina, tá dando xou em saneamento, água tratada, coleta de lixo e banheiros | Março Lilás | 1/3

Matrix Music Hall | De um simples campo de futebol society, Everaldo Luiz Reginatto criou a grande casa de eventos do ES | 29/2

COMPARTILHE:

Don Oleari - Editor Chefão

Don Oleari - Editor Chefão

Radialista, Jornalista, Publicitário.
Don Oleari Corporeitcham

Posts Relacionados