Quem somos[email protected]

Search

Trem da Alegria do Jorge Boca III | Presidente do Crea-ES foi generoso com entidades: mais de R$ 5 milhões de janeiro a setembro de 2023 | 6/11

Trem da Alegria do Jorge Boca III

Trem da Alegria do Jorge Boca III

É o terceiro, mas não é o último. O Quarto Capítulo sairá logo em seguida.

Foto de capa: presidente do Crea-ES, Jorge Luis Silva, que espalha notícias falsas no saiti da entidade que preside.

Terceiro Capítulo

don-oleari-novo-don-corleone-1-202x300-1-e1694976284806-150x150-1.jpg 11 de outubro de 2023 8 KB
don oleari

O site do Crea-ES está cheio de notícias falsas? As notícias do nosso jornal são falsas? Mas, como, se todas são baseadas vírgula por vírgula no site do Crea-ES?

A nova onda agora no Crea-ES, a comando do prisidenti Jorge Luis Silva, é espalhar que as denúncias escancaradas pelo Don Oleari Portal de Notícias são feiquinius – fake news em idioma gringuêis.

O prisidenti Jorge Boca só abre a própria para responder aos muitos que o indagam que “são feiquinius”.

Ora, ora, minha senhora, é verdade que o próprio saiti do Crea-ES nos tempos recentes tem estado rigorosamente “fora do ar” ou “em manutenção”. Seria porque o saiti do Crea-ES está sendo recheado de feiquinius | notícias falsas, escritas pela Assessoria de Imprensa?

Vejam: se o Don Oleari Portal de Notícias está publicando notícias falsas, por ilação a Assessoria de Imprensa do Crea-ES precisa ser investigada porque está publicando notícias falsas no próprio saiti do Crea, ora, ora.

Pois tudo o que temos publicado é o que está na aba Transparência do saiti do Crea-ES. O que se revela um ato criminoso tanto da Assessoria de Imprensa quanto da presidência do Crea-ES, uma instituição cujo orçamento provém também das mensalidades pagas pelos milhares de engenheiros profissionais do Espírito Santo.

As notícias são falsas, são feiquinius quinenqui diz o prisidenti Jorge Boca? Entonces, o prisidenti do Crea-ES também é notícia falsa? O Crea-Es é notícia falsa?

Todo bichim e bichinha de zoreia deve saber que “feiquinius”, pelo idioma falado pelo Editor Chefão do Don Oleari Portal de Notícias, é uma expressão que significa notícias falsas. Notícias falsas, que são recursos imorais e criminosos para grupos humanos minarem opositores e versa e vice: opositores minarem grupos humanos de que não gostem.

 corruption-2727571_1280-e1699287521645.webp 6 de novembro de 2023

E assim, sucessivamente.

A humanidade de todos os cantos, de todos os tempos, e de todas as vertentes religiosas, filosóficas, literárias, gladiadores e ditadores de todos os reinos, santos e profetas bíblicos, tooooodoooosss, sem excessão, usaram notícias falsas desde que os Pharaós construíram as famosas “piranhas” do Egito, quinenqui diz um véi colega nosso. Entonces, vamuquivamu.

Mas aqui, pelo que vejo, seguindo seu prisidenti e o saiti do Crea-ES, as feiquinius são “oficiais” por serem extraídas de um saiti oficial, o da própria entidade (Don Oleari).

Reação de leitor: “fiquei assustado com tamanha corrupção”.

Recebemos de um leitor, via imeil, salvo e exibido a diversas pessoas, o seguinte:

“Olá, tudo bem? li seu artigo sobre o CREA ES e fiquei assustado tamanha corrupção. Não imaginei que era desse nível. Depois de ler seu artigo até fiquei triste. Minha esposa foi aprovada no concurso do Crea-ES, mas pelo visto, com essa corrupção, ela nunca vai ser chamada.

Pelo pelo visto a intenção deles é manter os cargos comissionados para continuar com a farra do “trem da alegria”. Vou acompanhar melhor o trâmite desse concurso e também irei denunciar no Ministério Público Federal. Muito obrigado e parabéns pelo artigo, foi esclarecedor pra gente”.

Empresa desconhecida deu concurso

Vou manter o nome do remetente em sigilo de redação para evitar represálias ou prejuízos à parceira dele, que fez e foi aprovada no concurso do Crea-ES.

A propósito, sobre o tal concurso também pairam muitas dúvidas. Consta que foi dado por uma empresa desconhecida, sem qualquer experiência no ramo. Nossa equipe está apurando.

Entidades de engenheiros receberam mais de R$ 5 milhões de janeiro a setembro de 2023

A boca miúda, muita gente no entorno do Crea-ES comenta que nunca antes na história da entidade, se “esbanjou tanto dinheiro em tão pouco tempo”. Curiosamente, dizem, num período exatamente anterior ao início do processo eleitoral, para o qual o prisidenti Jorge Boca está licenciado.

No Trem da Alegria do Jorge Boca III, dá-se de cara com milhões de milhões de reais. Entidades de engenheiros receberam mais de R$ 5 milhões de janeiro a setembro de 2023. Consta que esses números “ainda não foram aprovados pelo Confea nem pelo Tribunal de Contas da União (TCU)”.

Aqui está a lista completa das entieades com números anotados na aba Transparência do Crea-ES até os centavos. Portanto, se são “feiquinius”, como repete cansativa e mentirosamente seu prisidenti licenciado, Jorge Boca, são notícias falsas do próprio saiti da entidade.

SEE, a campeã: recebeu mais de R$ 2 MILHÕES

E ele foi bem generoso com algumas entidades profissionais. Esses são os valores transferidos para as seguintes entidades de classe:

1 – A campeã absoluta é a Sociedade Espírito-santense dos Engenheiros (SEE). A ela foram repassados R$ 2.003..743,78 (dois milhões, três mil e setecentos e quarenta e três reais e setenta e oito centavos). DE janeiro a setembro de 2023, uma média de cerca de R$ 222 mil reais mensais. Nada mal.

Tecnólogos recebem outra bolada

2 – A entidade dos Tecnólogos também foi bem aquinhoada. A Associação dos Tecnólogos do Espírito Santo engordou o seu caixa com R$1..324.,800,00.

SEEA é a terceira, com mais de um milhão de reais

3 – A velha e, segundo consta no cenário da engenharia, com uma trajetória de altos e baixos em suas atividades, Sociedade Espírito-santense dos Engenheiros Agrônomos, recebeu repasses de janeiro a setembro de 2023 no total de R$ 1.088,550,00.

A APEA-ES também se deu bem

4 – Outra entidade que entrou no rateio de janeiro a setembro de 2023 com uma boa bolada foi a – segundo muitos engenheiros – “pouco expressiva e pouco atuante” (***) Associação dos Profissionais da Engenharia Ambiental do ES. A APEA-ES foi a quarta colocada no campeonato das polpudas verbas. No seu caixa, caíram R$ 622.600,00.

(***) – A referência “entre aspas” é à entidade e não à categoria dos profissionais da área florestal e ambiental.

O Quarto Capítulo

Estamos preparando o quarto capítulo da série, depois deste Trem da Alegria do Jorge Boca III. É preciso que as valorosas categorias de engenheiros que contribuem para a a formação, a idealização e a construção de muito de tudo que nos rodeia, tenha conhecimento do que está sendo feito com suas contribuições e com o polpudo orçamento do Crea-ES.

No quarto capítulo, vamos falar de orçamento e exibir alguns números bastante interessantes. Entroutros vultosos gastos do prisidenti Jorge Fake News em sua gastança gigantesca pela reeleição. Aguardem.

Trem da Alegria do Jorge Boca III

Edição, Don Oleari – [email protected]

https://www.facebook.com/oswaldo.oleariouoleare

Dia Nacional do Livro e seus desdobramentos no Brasil e no Mundo | 4/11

Futuro da Educação foi tema da Conferência Intermunicipal no Senac de Santa Teresa/ES | 6/11

Pequenas e médias empresas crescem 6,9% em setembro | 0/00

Webmotors revela pesquisa sobre carros usados de até R$ 50 mil mais buscados no Brasil no terceiro trimestre de 2023 | 4/11

Alfa Romeo Racing anuncia frase ganhadora nos carros da equipe no GP de São Paulo | 3/11

Picture of Don Oleari - Editor Chefão

Don Oleari - Editor Chefão

Radialista, Jornalista, Publicitário.
Don Oleari Corporeitcham

Posts Relacionados

A Bicharada do Don Oleari.