Quem somos[email protected]

Search

Nutricionista Isabela Limaverde Gomes: bebidas adoçadas artificialmente estão associadas ao aumento de diabetes no Brasil | 21/11

bebidas adoçadas artificialmente

bebidas adoçadas artificialmente

Um estudo realizado por pesquisadores de diversas universidades revelou que mais de 100 mil novos casos anuais de Diabetes Mellitus no Brasil poderiam ser evitados se o consumo de refrigerantes e sucos diet, light ou zero fosse eliminado.

Isabela Limaverde Gomes, professora do curso de Nutrição do Centro Universitário Fametro (Unifametro), alerta para outros males que essas bebidas podem causar.

O estudo foi realizado pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Universidade Federal de Rio Grande (FURG), Universidade Federal de Pelotas (UFPel), Universidade Vale do Rio Doce (Univale) e Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoesc),

De acordo com Isabela, os refrigerantes e as demais bebidas artificiais possuem grandes quantidades de açúcar na composição, além de conservantes, corantes e acidulantes que não são facilmente absorvidos pelo organismo e podem contribuir para o desenvolvimento de diversas doenças, além da diabetes.

 bebidas-adocadas-artifialmente-e1700829833173.jpg 23 de novembro de 2023 62 KB“Os refrigerantes contém outros componentes que podem ser prejudiciais à saúde, tais como o sódio em excesso e caramelo 4 nas bebidas à base de cola. As versões diet ainda podem conter adoçantes artificiais em excesso, aspartame, por exemplo”, exemplifica a nutricionista.

O estudo dos pesquisadores da Unicamp, FURG, UFPel, Univale e da Unoesc analisou a relação entre o consumo de bebidas adoçadas artificialmente e a prevalência de diabetes na população brasileira, a partir de dados de mais de 757 mil adultos, de 2006 a 2020, do Sistema de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), do Ministério da Saúde.

A análise comparou dados de pessoas que consumiam refrigerante normal, refrigerante diet, light e zero, e também pessoas que não consumiam nenhum destes produtos.

Segundo a pesquisa, a taxa de crescimento anual da doença foi quatro vezes maior entre o público consumidor de bebidas adoçadas artificialmente, como refrigerantes e sucos artificiais, enquanto quem não consome esses produtos teve um crescimento estável.

A estimativa é de que 120 mil (40%) dos 300 mil novos casos de diabetes registrados por ano sejam relativos a quem consome essas bebidas.

Dentre os males que alguns componentes podem causar ao corpo, Isabela cita a hipertensão, pelo excesso de sódio na composição, além de reações alérgicas a corantes e conservantes.

“Alguns estudos também demonstram uma relação entre o alto consumo desses produtos ultra-processados com a possibilidade do desenvolvimento de doenças degenerativas, como Parkinson e Alzheimer”, alerta a especialista.

Para ela, o ideal é substituir o consumo dessas bebidas por sucos de frutas naturais, que além de não possuírem esses compostos prejudiciais, são boas fontes de vitaminas e minerais.

bebidas adoçadas artificialmente

Edição, Don Oleari – [email protected]

https://www.facebook.com/oswaldo.oleariouoleare

Com Anderson Souza
Lipedema é uma doença crônica e afeta principalmente sexo feminino | A influenciadora Luana Andrade | 13/11

Garrincha | O dia em que driblei Garrincha no Engenheiro Araripe | Por Paulo Bonates | 14/11

Câncer de próstata | Novembro Azul pra lembrar diagnóstico e cuidados com câncer de próstata | 14/11

Procedimentos estéticos: o que fazer para evitar surpresas. Falta de cuidados pode ser fatal | 14/11

Empilhadeiras | 106 anos depois, quais as principais evoluções dessa máquina cheia de história até aqui?

Don Oleari - Editor Chefão

Don Oleari - Editor Chefão

Radialista, Jornalista, Publicitário.
Don Oleari Corporeitcham

Posts Relacionados