Quem somos[email protected]

Search

Dia do Nada: o sucesso dos 4 dias de trabalho semanal na agência FOME

Dia do Nada

Dia do Nada

Omar-Hamam-Jr.-1-1.jpg 12 de julho de 2023 34 KB
Omar Hamam Jr.

Ao proporcionar um ambiente mais equilibrado, nossos colaboradores tiveram mais motivação e energia para enfrentar os desafios diários.

Por Omar Hamam Junior

Sou diretor da Agência Fome e quando surgiu a proposta de trabalharmos quatro dias por semana com o objetivo de reduzir a carga horária semanal dos colaboradores, achei que seria um grande desafio.

Afinal, alcançar os mesmos resultados em menos horas é uma proposta que muitas empresas tem dificuldade para implementar por não conseguirem resolver questões básicas de estrutura, trabalho e gerenciamento dos clientes.

Como na FOME acreditamos que a produtividade e a qualidade de vida dos colaboradores podem andar juntas, decidimos criar o projeto “Dia do Nada” para implementar os 4 dias de trabalho semanais de uma maneira simples, mas eficaz.

Passados três meses desde a implantação do projeto, hoje quero compartilhar a nossa experiência de sucesso destacando a importância desse modelo para trazer o aumento da produtividade e a satisfação dos colaboradores e clientes com os resultados alcançados.

Os 4 dias de trabalho semanais têm uma abordagem transformadora para empresas em todo o mundo. Ao implementar esse modelo, buscamos não apenas aumentar a produtividade, mas também garantir que nossos colaboradores tenham tempo para descansar, se dedicar a atividades pessoais e recarregar suas energias usando o tempo extra para fazerem o que bem entenderem.

E esse modelo oferece uma série de benefícios, tanto para os colaboradores, quanto para a empresa e clientes. Ao permitir um dia extra “para fazer nada”, promovemos a motivação, o engajamento e a satisfação no trabalho, pois sabemos que colaboradores felizes e descansados tendem a ser mais criativos, proativos e focados, resultando em um aumento da produtividade, na melhora do relacionamento entre colegas e na entrega de trabalhos com qualidade para nossos clientes.

Há quem considere que 4 dias de trabalho por semana significam a distribuição das horas pelos dias restantes ou uma redução de gastos para a empresa. Mas, esse não é o objetivo. Para nós, trabalhar 4 dias por semana precisa significar uma redução do período de trabalho sem afetar a remuneração dos colaboradores e sem as famosas “horas extras”. Portanto, aqui na FOME, nada de pizzas após os horários normais de trabalho, a não ser por um jantar descontraído com os amigos!

Ao proporcionar um ambiente mais equilibrado, nossos colaboradores tiveram mais motivação e energia para enfrentar os desafios diários. Com um dia extra de descanso, eles retornam ao trabalho mais revigorados e com uma mentalidade renovada, o que se reflete diretamente na qualidade das entregas.

O projeto “Dia do Nada” foi implementado em março, em formato MVP, e recebido com entusiasmo por toda equipe. Em poucos dias os resultados positivos se tornaram evidentes com o aumento da satisfação e engajamento dos colaboradores, criando um clima organizacional mais positivo e colaborativo.

A comunicação transparente e a participação ativa dos colaboradores foram fundamentais, pois, desde o início, já envolvemos a equipe na construção do projeto ouvindo suas opiniões e necessidades. Dessa forma, eles se sentiram valorizados e apoiaram a ideia.

O sucesso também se estendeu aos nossos clientes que somente souberam da novidade algumas semanas após a implementação. Essa estratégia pode parecer bem arriscada, mas foi fundamental para que pudéssemos avaliar os seus benefícios, já que nenhum deles percebeu diretamente a mudança, provando que a implementação foi eficiente e não comprometeu o trabalho.

Com o projeto “Dia do Nada” a FOME comprovou que é possível implementar os 4 dias de trabalho sem comprometer a produtividade e a entrega aos clientes e proporcionar mais qualidade de vida aos colaboradores que se tornaram mais motivados, criativos e eficientes.

Esse modelo nos trouxe benefícios tangíveis, fortalecendo nosso posicionamento no mercado. Através da comunicação aberta, do engajamento e da busca constante pela excelência, conseguimos mostrar que é possível ter sucesso e alcançar resultados positivos ao adotar uma abordagem que prioriza o bem-estar da equipe. O “Dia do Nada” é uma realidade na nossa empresa e está impulsionando nosso crescimento.

Vale ressaltar que cada empresa tem suas próprias necessidades e características e as que quiserem adotar esse modelo podem precisar de uma estratégia diferente.

Por isso, ficaremos felizes em compartilhar nossa experiência e colaborar com quem precisar. Contem com a FOME para essa mudança!

https://agenciafome.com/

@agenciafome

Omar Hamam Junior é empresário

Dia do Nada

Edição, Don Oleari – [email protected]https://twitter.com/donoleari

Com informações de Renata Rebesco

Os favoritos para vencer na Copa do Brasil e Sul-Americana nesta semana, segundo análise da Betfair | 11/7

Edilson Lucas do Amaral: Fabrício Gandini se entrega às cartas do destino, fora da presidência do Cidadania | 11/7

Dia da Pizza: recheios de atum e sardinha são as dicas da Gomes da Costa | 10/7

Don Oleari - Editor Chefão

Don Oleari - Editor Chefão

Radialista, Jornalista, Publicitário.
Don Oleari Corporeitcham

Posts Relacionados