Quem somos[email protected]

Search

Vereador Armandinho deve sair da prisão nesta terça, 19, com tornozeleira, em liberdade condicional concedida por ministro Alexandre de Moraes

Ex-vereador Armandinho
pano-de-fundo.jpeg
coluna pano de fundo | bastidores políticos

Vereador Armandinho

Vereador Armandinho, usando tornozeleira, não pode sair de casa em liberdade condicional 

Coluna PANO DE FUNDO | Bastidores políticos

Armandinho deixa a prisão 32 quilos mais magro, pensando em retomar sua carreira política

edilson-lucas-do-amaral-coluna-pdo-1-300x159-1-1-1-1-esta-e-que-vale.jpeg 6 de setembro de 2023 9 KB
edilson lucas do amaral

Por Edilson Lucas do Amaral

Após um longo ano atrás das grades, o Vereador Armandinho Fontoura finalmente deixa os portões da prisão para adentrar o confinamento de seu próprio lar.

O Ministro Alexandre de Moraes concedeu a liberdade condicional, porém com imposições severas: o e-vereador está proibido de sair de casa e terá sua rotina monitorada por uma tornozeleira eletrônica.

O reencontro com a liberdade se deu entre as paredes familiares, mas agora estas se tornaram fronteiras intransponíveis.

O mundo lá fora, repleto de anseios e sonhos adiados, permanece distante para Armandinho, enquanto as restrições ditam os limites de seus movimentos.

A nova realidade do Vereador é marcada por uma transformação física notável. A perda de 32 quilos evidencia os dias de tensão e incerteza enfrentados no cárcere. Porém, mesmo fragilizado pelo tempo recluso, sua determinação permanece inabalável.

Determinado a retomar sua carreira política, ele decide registrar suas vivências em um diário, almejando transformar essas experiências em um livro que ultrapasse os limites de seu confinamento.

Enquanto aguarda a decisão monocrática do Ministro sobre sua vida pública e pessoal, o Vereador se encontra confinado e deverá sair logo pela manhã do dia 19 de dezembro após a  colocação da tornozeleira, que controlará cada um de seus passos, é o sinal tangível das amarras que o prendem mesmo após deixar a prisão.

Nos braços acolhedores de seus pais, únicos companheiros nesse momento desafiador, Armandinho tenta encontrar paz e planejar seu retorno às atividades políticas. Seus dias serão ditados pela monotonia do lar, enquanto o desfecho de seu destino político é aguardado com ansiedade.

Neste novo capítulo de sua existência, entre as paredes familiares que se tornaram sua prisão domiciliar, o Vereador relembra os versos dos Titãs, questionando se é cedo ou tarde demais para recomeçar. No entanto, mesmo confinado, ele se agarra à esperança de que, um dia, essas limitações se dissiparão e ele encontrará um novo caminho para seguir em frente.

Por Edilson Lucas do Amaral, analista político e produtor de eventos

Vereador Armandinho

Edição, Don Oleari – [email protected]

https://www.facebook.com/oswaldo.oleariouoleare

Novos integrantes do Conselho Estadual de Direitos Humanos tomaram posse nesta segunda-feira, 18

Concertos de Natal da OSES com Helder Trefzger e Natércia Lopes em Goiabeiras, Santuários de VV e S. Antônio e S. Maria Goretti, J. América | 18/12

Fernando Diniz sobre Fluminense e Al Ahly: “Eles têm um time forte, mas nós estamos na semifinal de corpo e alma” | 18/12

O presépio | O que Rola nas Redes, coluna pra se recolher coisas no turbilhão infernético | 15/12

Anulação da convenção | Aecio Matos: “Estamos pedindo anulação da convenção do MDB de São Mateus, cheia de irregularidades” | 16/12

COMPARTILHE:

Don Oleari - Editor Chefão

Don Oleari - Editor Chefão

Radialista, Jornalista, Publicitário.
Don Oleari Corporeitcham

Posts Relacionados