Quem somos[email protected]

Search

Colatina | Fazedores de cultura de Colatina discutem recursos para a Aldir Blanc | Procon de olho no preço do arroz

fazedores de cultura

Fazedores de cultura

Republicada por ter saído com incorreções e fotos truncadas.

AQUI COLATINA | Vale do Rio Doce/ES

Redação: Don Oleari PN

A secretaria de Cultura e Turismo de Colatina realizou na Biblioteca Pública Municipal um encontro com fazedores de cultura do município para discutir e planejar a construção do Plano Anual de Aplicação dos Recursos (PAAR).

Esses recursos se destinam à execução  da Política Nacional Aldir Blanc, repassados através do Ministério da Cultura. O encontro  reuniu cerca de 50  produtores e realizadores culturais e membros do Conselho Municipal de Cultura.

Na reunião foram destacados os recursos que poderão ser destinados a obras ou reformas de espaços culturais e, em seguida, aberta a votação junto aos participantes sobre realocação do recurso em outras ações para garantir a sua total utilização.

Os participantes também foram consultados quanto à inclusão de minorias sociais para além de cotas previstas nos Editais, sendo sugerida a pontuação bônus nos editais publicados.

Áreas periféricas – Fazedores de cultura

fazedores de culturaPolítica Nacional Aldir Blanc também prevê a destinação de recurso específico para áreas e bairros periféricos do município.

Devem ser destinados o total de 20% em ações culturais para as seguintes regiões e bairros mapeados antecipadamente pela secretaria de Assistência Social de Colatina:

Ayrton Senna, Vicente Soella, São Miguel, São Marcos, Novo Horizonte, Santo Antônio, São Pedro, Vila Amélia, Bela Vista, Morro Azul, distrito de Barbados, Maria Ortiz, Colatina Velha, São Judas Tadeu e Operário.

Na reunião, os participantes também decidiram que serão contemplados também os bairros Colúmbia, São Vicente e Perpétuo Socorro, sendo todas as áreas periféricas contempladas com recurso através de Edital específico de incentivo às ações e programas culturais.

Procon de Colatina de olho no preço do arroz

colatina-arroz.jpg
6 de junho de 2024
59 KBO órgão municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) começou a monitorar o preço do arroz para identificar eventual especulação no valor do produto no município de Colatina. A oferta do alimento nos mercados, assim como a variação dos preços, será analisada semanalmente pelo órgão.

Na primeira medição, realizada dia 20 de maio, em diversos estabelecimentos, o preço do saco de arroz tradicional com dois quilos variou de R$ 11,90 a R$ 13,45 e o saco de arroz tradicional com cinco quilos variou de R$ 26,98 a R$ 30,79.

Racionamento

Diante da limitação de compra do arroz por alguns supermercados, o Procon de Colatina ressalta que o Código de Defesa do Consumidor estabelece como prática abusiva condicionar o fornecimento de produto a limites quantitativos sem justa causa e enfatiza, ainda, que há orientação da Abiarroz (Associação Brasileira da Indústria do Arroz) de não racionamento. A associação aponta que a decisão parte do varejo e que a limitação de vendas não é uma recomendação da indústria de arroz, mas sim uma decisão tomada pelas próprias redes de supermercados.

A coordenadora do Procon de Colatina, Viviane Lopes, explicou como estão sendo realizadas as abordagens aos estabelecimentos. “Em posse dessas informações, o Procon de Colatina tomará como medida a notificação dos supermercados locais para prestarem esclarecimento sobre o fundamento e a necessidade de limitar a quantidade de produto por pessoa”, informou.

O Procon de Colatina destaca ainda que, apesar de o preço dos produtos não ser tabelado, situações consideradas abusivas devem ser denunciadas pelo consumidor. As denúncias podem ser feitas presencialmente no endereço Avenida Getúlio Vargas, Centro, n° 500, Loja 19 (Colatina Shopping), pelo telefone (27) 3721-1313 ou por e-mail [email protected].

Baunilha recebe ações programadas do SANEAR


450 por 432 píxeis
Editar imagem
Excluir permanentemente
Cata-Treco, varrição, retirada de entulhos, pintura e outros serviços. Foi mutirão das equipes do Sanear realizado em Baunilha.

Essas atividades fazem parte de programação pré-definida, que começou no mês de maio e continua em junho em todo o município. Nos dias 25 e 26/5 foram realizadas em Reta Grande.

O  serviço de Cata-Treco teve uma programação especial em Boapaba na mesma data.

Um orientação importante para os moradores e comerciantes é que o descarte deve ocorrer nas sextas-feiras à noite) ou nos sábados pela manhã, antes das 7 horas.

Essa prática facilita a organização das equipes de coleta especial do sistema Cata-Treco.

Atendimento ao público: os moradores podem entrar em contato pelo (27) 99814-4341, exclusivo para mensagens pelo uatizapi, que não recebe ligações. Ou [email protected].

Fazedores de cultura

Edição, Don Oleari – [email protected]

https://www.facebook.com/oswaldo.oleariouolearehttps://twitter.com/donoleari

Feira dos Municípios 2024 abre às 19 horas desta quinta-feira no Pavilhão de Carapina, Serra/ES

Sportotal | Grêmio e Botafogo jogam no estádio Kleber Andrade, em Cariacica/ES

Atualização: Sindijornalistas se manifesta | Radialista Rui Monte já está em casa, segundo diretor da Rádio ES, Saul Josias

Sportotal | Unicapixaba traz bicampeonato da Taça Brasil de Futebol 7 para ES

Ives Gandra | A reforma Tributária em curso |

Picture of Don Oleari - Editor Chefão

Don Oleari - Editor Chefão

Radialista, Jornalista, Publicitário.
Don Oleari Corporeitcham

Posts Relacionados

A Bicharada do Don Oleari.