Quem somos[email protected]

Search

Jornalista Antonina Favorskaya que fez últimas imagens do oposicionista Alexei Navalny é presa na Rússia

Jornalista Antonina Favorskaya

Jornalista Antonina Favorskaya

Antonina Favorskaya – Foto de capa: SotaVision

Redação: Don Oleari PN com Mediatalks   – https://mediatalks.uol.com.br/

Londres – Depois de passar 10 dias detida por “desobediência à ordens da polícia”, a jornalista da Rússia Antonina Favorskaya foi mantida presa no dia marcado para sua libertação.

Ela enfrenta agora acusação de participar de uma comunidade classificada como extremista pela Rússia, a fundação anticorrupção de Alexei Navalny (FBK).

Favorskaya trabalha para o SotaVision, um canal de notícias de oposição ao governo de Vladimir Putin decretado agente estrangeiro, e que hoje é editado a partir de Riga, na Letônia.

Ela foi a última a fazer imagens do líder de oposição, durante audiência realizada um dia antes de sua morte em uma prisão no Ártico, que, de acordo com a acusação, teriam sido publicadas no site e nas redes sociais da FBK.

A detenção preventiva tinha acontecido após filmagens do túmulo do político, onde ela deixou flores no dia 17 de março.

Antonina cobriu caso Navalny desde o início

Antonina Favorskaya cobriu o caso de Alexei Navalny desde que ele foi preso em 2021, depois de voltar da Alemanha recuperado de um envenenamento, e acompanhou quase todas as audiências.

A últimas imagens mostram Navalny em bom estado de saúde. A morte, no dia seguinte, teria sido por causas naturais, segundo as autoridades russas.

A jornalista foi detida na noite de 27 de março na saída do centro de detenção especial de Sakharovo, onde havia cumprido os dez dias por desobediência, sem chegar a deixar a custódia policial.

Segundo a imprensa independente russa, após a prisão a casa de Favorskaya foi revistada duas vezes, e pelo menos quatro outros jornalistas que acompanhavam o caso foram detidos, com um deles agredido.

A ONG de direitos humanos OVD-Info informou que o Comitê de Investigação acusou Antonina Favorskaya de participação em uma comunidade extremista sob o Artigo 282.1 do Código Penal da Federação Russa.

A FBK, fundada por Navalny, foi rotulada como “entidade indesejável” e “agente estrangeiro”, permitindo criminalizar  todos os que de alguma forma se envolvem com ela.

No entanto, a FBK nega que vídeos da jornalista tenham sido publicados no site. Em uma postagem no Twitter / X, Kira Yarmysh, porta-voz de Navalny, apontou a falsidade da acusação, e afirmou que ela está sendo punida por sua atividade jornalista.

O destino de Antonina Favorskaya será definido em uma audiência no Tribunal Distrital de Basmanny, em Moscou, nesta sexta-feira, podendo resultar em responder a um processo e continuar na cadeia até a conclusão do caso, como tem ocorrido com outros jornalistas e opositores do governo Putin.

A organização Repórteres Sem Fronteiras cobrou a libertação imediata de Favorskaya e condenou a “intimidação inaceitável” das autoridades russas contra jornalistas.

Jornalista Antonina Favorskaya

Edição, Don Oleari – [email protected] | https://twitter.com/donoleari

http://www.facebook.com/oswaldo.oleariouoleare

Anilson Ferreira | Flamengo pode encomendar a faixa?

Luiz Felipe Bazzo | Fechamento de mercado

Aqui Cariacica | Surge uma nova liderança em Cariacica sede: Alcyr Volpato

Prefeito Euclério, de Cariacica, recebe direção estadual e municipal do PCdoB

Jesus Maria | Um Guia Prático para o sofrimento do torcedor

Jornalista que fez últimas imagens do líder de oposição Alexei Navalny é presa na Rússia

 

Tags

COMPARTILHE:

Don Oleari - Editor Chefão

Don Oleari - Editor Chefão

Radialista, Jornalista, Publicitário.
Don Oleari Corporeitcham

Posts Relacionados