Quem somos[email protected]

Search

Coluna Pano de Fundo | MDB: de mais de 1000 a nem 1 vereador no ES; salas compradas por Sergio Ceoto penhoradas desde Dr. Hércules; Assumção com Lelo

baleia rossi

Deputado José Esmeraldo quer voltar ao MDB, tanto quanto outros velhos emedebistas como Marcelino Fraga, Wilson Haese, entroutros.

MDB: expectativa dos autênticos emedebistas: Deputado Marcelo Santos, presidente da AL/ES, deve ir para o partido

Coluna

PANO DE FUNDO

don-oleari-novo-don-corleone-redimensionada-1-1-182x300-1.jpeg
don oleari

Don Oleari

É deplorável a decadência de um dos maiores partidos do Espírito Santo.  O MDB sempre foi um partido forte, com grandes quadros como Gerson Camata, Antonio Pelaes, Hugo Borges, Rita Camata, Paulo Hartung, Guerino Zanon, para citar apenas alguns.

pano-de-fundo.jpeg
pano de fundo

Um partido que chegou a eleger mais de 1000 vereadores a maioria dos prefeitos, que atualmente tá reduzido a ZERO vereadores e sem qualquer perspectiva de se levantar diante dos quadros dirigentes atuais.

A maioria que pensa em retornar ou ingressar no MDB é taxativa: com Rose de Freitas e Lelo Coimbra no comando, eles não retornam e não haverá nomes de expressão ingressando nesse MDB de bela história e tão extremamente debilitado e desgastasdo.

“Vão morrer sozinhos”, dizem.

A coluna PANO DE FUNDO tentou contato com a ex-senadora Rose de Freitas, mas não teve retorno. Ela e Lelo Coimbra estão desfrutando dos fundos do partido. Segundo uma fonte próxima a ela, a ex-senadora recebe mensalmente R$ 50 mil reais  como assessora da presidência do Senado.

Salas penhoradas

As salas da sede do partido em Vitória, compradas na gestão do saudoso  Sérgio Ceoto, uma das figuras lendárias do, hoje estão penhoradas por ação judicial. A origem da penhora data do mandato do ex-deputado Hércules da Silveira no comando do partido, já em decadência.

cham-apagou-1.jpg
Rose de Freitas e Lelo Coimbra apagaram a chama do MDB do ES

“O presidente nacional, deputado Baleia Rossi, deveria verificar o estágio lamentável e trabalhar para reconstruir o partido no Espírito Santo”, disse um emedebista histórico a esta coluna, pedindo sigilo do nome, pois é amigo de Lelo e de Rose, fora do partido.

marcelo-santos-brasilia-1-2-1.jpg
marcelo santos, brasília

Marcelo Santos no MDB

Em sua mais recente estada em Brasília para tratar da criação da frente parlamentar de presidentes de Assembleias, o deputado Marcelo Santos teria tido um encontro com o presidente nacional do MDB, deputado federal Baleia Rossi, com quem conversou longamente.

Do encontro, poderá ter saído uma chegada do presidente da Assembléia do ES com todas as pompas e circunstâncias a MDB. E com ele viriam o deputado estadual José Esmeraldo, também da velha guarda mais um outro deputado, ainda em fase de conversação.

Governador?

Um emedebista com boa visão do cenário e conhecimento de causa comentou para a coluna:

“Pelo trabalho que vem realizando na Assembleia Legislativa, em ações com visão de homem público com postura de estadista, Marcelo poderá ser um bom nome para a sucessão de Renato Casagrande em 2026”.

A janela partidária aberta poderá deixar passar novos ares e novos nomes pra oxigenar o partido, trazer os históricos de volta e uma saraivada de novas lideranças para injetar a renovação de que o MDB precisa para voltar a ser forte.

Pelaes, prefeito de Vitória

O músico, bótimo acordeonista Eden Shwambach, de Campinho, Domingos Martins, me mandou um vídeo com um toque dusbão. Nele, Edinho manda “um abraço pro Pelaes”. Com frequência, tocando por aí, Edinho Shwambach menciona o amigo dizendo “um abraço pro futuro prefeito de Vitória, a capital”.

pelaes-antonio-e-sebastiao-1-1.jpg
Antonio e seu dedicado irmão, Sebastião Pelaes

Ouvido pela coluna, Pelaes – Sebastião – diz que sempre pensou em resgatar o legado do histórico irmão emedista Antonio Pelaes e que se o cavalo passar arreado, ele vai montar nele.

Portanto, mais um nome que poderá surgir no cenário da eleição municipal de 2024, se o MDB receber algumas toneladas de oxigênio e encerrar os tristes anos de sua feia história dos últimos tempos.

cap-assumlcao-e-lelo-coimbra-1-e1684352468722.jpg
assumção, sorridente, e lelo, tristonho

Cap Assumção com Lelo

Do alto de sua enxurrada de votos para deputado estadual, o Cap. Assumção anda conversando com todas as vertentes e partidos para tentar aliados a uma candidatura do PL à prefeitura de Vitória, de onde ele quer tirar o atual prefeito Lorenzo Pazolini.
Ele teve aquele encontro numa padaria com o presidente do Republicanos, Erick Musso, e saiu por aí agendando outras conversas. Uma recente foi com o ex um tanto de coisas Lelo Coimbra, do MDB esfacelado, sob o comando da ex-senadora Rose de Freitas.
Mas Assumção não e bobo nem nada e sabe que o MDB é aliado do PT e dificilmente se aliaria a um partido de extrema direita, embora em política não existam “não”, “nunca”, mas “vamos pensar”, “vamos considerar” e coisa & tal (Don Oleari).
Redação e Edição, Don Oleari
Picture of Don Oleari - Editor Chefão

Don Oleari - Editor Chefão

Radialista, Jornalista, Publicitário.
Don Oleari Corporeitcham

Posts Relacionados

A Bicharada do Don Oleari.