Quem somos[email protected]

Search

As meninas da sede de Cariacica | 6/12

As meninas

As meninas

ronaldo-foto-prassinatura-da-coluna-1-1-1-1-1-1-189x300-1.jpg
ronaldo chagas vieira

 

Coluna AQUI CARIACICA | ES

Ronaldo Chagas Vieira, Correspondente Comunitário

 

Anualmente com data fixada, e extraordinariamente em casos específicos, se reúnem as Meninas da Sede. Esse grupo heterogêneo é formado por moradoras em sua maioria nativas da Sede de Cariacica/ES.

Conviveram com as mudanças e alguns entraves, avançaram e, sobretudo, acompanharam o desenvolvimento do lugar onde nasceu a cidade de Cariacica e onde viram surgir a circunvizinhança, o aparecimento de bairros ao seu redor, o crescimento populacional e consequentemente as anomalias regionais, em decorrência da falta de ordenamento urbano.

Essas meninas frequentaram o Esporte Clube Brasil, já curtiram grandes bailes e eventos sociais, onde os ingressos eram disputadíssimos, e atraiam pessoas de toda a região metropolitana da Grande Vitória. Inclusive, alguns namoros se consumaram em casamentos, frutos dos encontros no então famoso clube.

as-meninas-da-sede.jpg 8 de dezembro de 2023 52 KBPosteriormente, quando do advento do Clube Araças, aconteceu o abandono do glorioso E. C. Brasil. Não posso deixar de registrar um feito histórico do E.C.Brasil. Ele foi campeão invicto da Copa gazetinha em 1979 e o time principal foi Tri-Campeão de Cariacica. Muitas dessas meninas frequentavam a arquibancada, torcendo pelo alvi-negro.

Contudo, me lembro de Claudia Meireles na torcida do Portalegrense, que também conquistou títulos no municío. Aliás, o clássico Brasil X Porto, parava a região, lotava o estádio Heraclides Gonçalves, trazendo grande mobilização para o comércio local.  E depois do jogo, era a festa.

Batendo papo com Danuza Mattos Ribeiro, eficaz servidora da secretaria de Finanças da prefeitura de Cariacica, ela me contou algumas das alegrias em reencontrar as amigas da sede de nossa Cariacica.

É natural que após as formações acadêmicas, instituição familiar, as tarefas aumentem e agendas de entretenimento são substituídas por obrigações com filhos, e outras tarefas em seu seu cotidiano no ambiente doméstico. Certamente tudo bem diferente de outrora, quando a banda  Húltima Hora agitava as noites de sábado no Lalos Danceteria, e das festas e quermesses na velha praça Marechal Deodoro da Fonseca.

O bloco carnavalesco Cacique Legal, pelo qual tive o prazer de desfilar tocando o tamborim e ouvindo o puxador de samba Valdomiro cantar “sou o cacique pena rocha, da tribo morô xará, índio fala, índio pula, índio brinca”. Lembro de várias dessas meninas, encantando o carnaval da sede, nos áureos tempos de clubes e blocos das comunidades.

O amigo Carlos Roberto, hoje médico conceituado, morando em Domingo Martins, me confidenciou que saia de sua cidade em direção á Sede de Cariacica, afirmando que ali estavam as meninas mais bonitas do Espírito Santo. E uma grande autoridade política de nosso Estado, em sua adolescência, acompanhava seu pai que trabalhava na área de segurança.

Ele me disse que ficava na porta da delegacia observando as meninas que passavam de mobilete. Uma loira lhe chamava a atenção. Esse eu consegui identificar em seus relatos, entretanto, essa mesma autoridade, me falou que a moça mais bonita da região rodava com uma mobilete azul ou marrom e tinha uma pinta preta em uma das pernas.

 as-meninas-da-sede-2.jpg 8 de dezembro de 2023 39 KBQuem será essa musa que encontrou uma das maiores lideranças políticas dos últimos anos em nosso estado?

No último encontro das Meninas estavam: Alessandra Ferreira, Alessandra Ribeiro, Ana Christina, Ariane, Beatriz Luzia, Claudia Meireles, Claudia Pertele, Danuza Mattos, Dayse Coopo, Dyrlei, Érica, Fernanda Machado, Geiza.

Estavam lá também Geruza Subtil, Heloiza, Ivana Firme, Jacileia, Janine, Jaqueline, Josenia, Juliana, Kátia Gimenes, Luciana, Marcela, Nádia Subtil, Peinha, Rita Bumachar, Rita Melo, Rosana Bezerra, Rosangela, Rose, Samira, Sheila, Simone, Solange, Tania Assis, Tatiana Assef, Vanderleia e Vera.

Lógico que faltaram algumas, que, por motivos de força maior, ficaram impossibilitadas de comparecer ao encontro, mas certamente estarão no próximo.

Sem dúvidas, a Sede de Cariacica tem a praça mais charmosa do Brasil, pois foi arquitetada para atender os casais enamorados, quando saiam da igreja, circulavam os canteiros, enquanto se acertavam da forma mais romântica.

Talvez a engenharia possa ter influenciado na formação genética  e nosso cantinho ter abrigado as meninas mais belas que os olhos já viram.

Dessas aí, Claudia Meireles e Josenia Quintanilha foram colegas na sala de aula. Rosana Bezerra, apesar de menina, foi minha professora.  Me lembro quanto entrei na sala e vi a morena de longos cabelos sentada na mesa do mestre.

Fui logo falando: “aluna nova”…

Ela me respondeu: “sou sua professora, senta aí, pega uma folha, quevou fazer umas perguntas para nota” (Ronaldo Chagas Vieira).

As meninas

Edição, Don Oleari – [email protected]

https://www.facebook.com/oswaldo.oleariouoleare

Agência do Trabalhador de Cariacica começa a funcionar nesta segunda-feira no Centro Administrativo do bairro Vera Cruz | 2/12

Sine de Vila Velha abre vagas para Pessoas com Deficiência nesta segunda e terça com atendimento exclusivo no TRT | 2/12

Mitos, lendas e fatos se atropelam nos relatos e capítulos da História | Romanceiro da Inconfidência, de Cecília Meireles | 2/12

Uma cidade, quase metrópole | Kleber Frizzera | 30/11

Ibovespa chega a 128 mil pontos e dólar começou e terminou a sexta-feira em queda | Luiz Felipe Bazzo | 2/12

Tags

COMPARTILHE:

Picture of Don Oleari - Editor Chefão

Don Oleari - Editor Chefão

Radialista, Jornalista, Publicitário.
Don Oleari Corporeitcham

Posts Relacionados

A Bicharada do Don Oleari.