Quem somos[email protected]

Search

Dia Mundial da Água (22 de março): entenda a importância de monitorar os padrões de qualidade

dia mundial da água

Dia Mundial da Água

Indústrias, laboratórios e hospitais devem devolver à natureza água limpa e própria para o consumo

A água é um dos bens mais preciosos e preservá-la é garantir a sobrevivência do planeta.

Neste dia 22 de março é comemorado o Dia Mundial da Água e, no Brasil, segundo dados do ranking de Saneamento Básico, editado pelo Instituto Trata Brasil, mais de 35 milhões de brasileiros ainda não têm acesso à água potável.

A água é o elemento que possui maior foco de contaminação no mundo e, quando limpa, contribui para preservar o meio ambiente e proporcionar mais qualidade de vida para as pessoas, conforme comenta Ana Paula Gonçalves, CEO da AquaVita – Laboratório de Análises.

A empresa realiza análises ambientais e de controle de qualidade em efluentes, solo, alimentos e cosméticos, identificando se a água está apta para o consumo humano.

“Lutamos pela preservação das nossas águas, se cada um evitar a contaminação – indústrias, empresas, condomínios – teremos água potável e mares balneáveis”.

De acordo com o Índice de Qualidade das Águas (IQA), da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA), para a água estar apta para o consumo, é levado em consideração alguns requisitos na hora de avaliar a qualidade da água.

É utilizado como base se a temperatura da água está adequada, pH, oxigênio dissolvido, resíduo total, demanda bioquímica de oxigênio, coliformes termotolerantes, nitrogênio total, fósforo total e turbidez.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a cada ano, cerca de 600 mil pessoas morrem de intoxicação alimentar e 420 mil adoecem após ingerir alimentos impróprios para consumo.

Dentre as doenças que podem afetar quem consome produtos contaminados estão gangrena, salmonelose, gastroenterites, apendicite, febre tifóide, colite hemorrágica, entre outras condições.

“Os principais indicadores para verificar a contaminação das águas são as análises de Coliformes Totais, Coliformes Termotolerantes e Escherichia Coli. As duas últimas são bactérias patogênicas (causadoras de doenças) e indicativo de contaminação fecal”.

Monitoramento das águas 

Ana Paula explica que é possível verificar se há algum contaminante através de análises laboratoriais, como metais pesados e bactérias em águas tratadas, subterrânea, superficial, purificada e de hemodiálise.

“As águas superficiais são análises de amostras de rios e lagos, verificamos se eles possuem alguma contaminação por efluentes clandestinos, ou se estão próprios para recreação ou pesca.

Já nas águas subterrâneas, verificamos se os clientes que possuem poços, essa água está própria para consumir.

Por fim, a água purificada e de hemodiálise são analisadas para clínicas, farmácias de manipulação e hospitais que precisam verificar o padrão da água de acordo com as legislações vigentes”.

Por isso, empresas, indústrias, condomínios, restaurantes, hospitais, entre outros, que utilizam água em seus processos, devem realizar análises antes e após o uso, garantindo que a água esteja própria para o consumo e sendo destinada de forma segura para o meio ambiente.

Para realizar esses procedimentos, a Aquavita utiliza análises microbiológicas da Kasvi, empresa brasileira dedicada a oferecer as melhores soluções para pesquisa, ciência, diagnósticos, estudos e novas descobertas, como o Agar M-Endo, Agar M-FC, Agar Nutriente, entre outros.

No início deste ano, a Kasvi lançou quatro novos equipamentos que servirão para auxiliar as empresas no monitoramento dos padrões de qualidade de água e outras amostras líquidas.

As soluções lançadas são o Turbidímetro, Medidor Multiparâmetros e dois modelos de pHmetros, projetados para medições rápidas e precisas em laboratórios ou diretamente nos locais.

Dia Mundial da Água

Edição, Don Oleari – [email protected] – e Regina Trindade

https://www.facebook.com/oswaldo.oleariouoleare – https: //twitter.com/donoleari

Com Jéssica Amaral

Renato Fischer | Assim caminha a humanidade

Anilson Ferreira TV: Dois prá lá, dois prá cá. Dois grandes e dois médios na semi final do Capixabão

Aqui Serra | Todos contra Muribeca: Vidigal, Weverson e Audifax | Weverson acenou para Audifax, que disse que topa conversar

Ives Gandra | Reforma tributária é exemplo de simplificação complicadora

Ronaldo Chagas Vieira | John Kennedy, o jovem desbravador | Os Colodetti de Cariacica e da Grande Vitória

Don Oleari - Editor Chefão

Don Oleari - Editor Chefão

Radialista, Jornalista, Publicitário.
Don Oleari Corporeitcham

Posts Relacionados