Quem somos[email protected]

Search

Geração Z | Estudos mostram que os da Geração Z nascidos entre 1995 e 2010 têm dificuldade de economizar

Geração Z

Geração Z

Jovens da Geração Z nascidos entre 1995 e 2010 preferem gastar o que recebem com experiências momentâneas em vez de guardar dinheiro

A informação é de um estudo proposto pelo Bank of America Corp., dos Estados Unidos, diante dos questionamentos e reflexões que o grupo dessa faixa etária tem levantado sobre qualidade de vida.

No Brasil, estudos também têm sido conduzidos com o intuito de compreender o comportamento do público jovem.

O Banco Central (BC) e o Fundo Garantidor de Créditos (FGC) se uniram em novembro do ano passado para ouvir pessoas com até 34 anos sobre seus hábitos de investimentos e letramento financeiro.

Cerca de 64% do público com 16 a 24 anos respondeu que sua renda não é suficiente para cobrir todos os gastos. Na faixa etária entre 25 e 34 anos, a mesma resposta foi dada por 61,9% dos participantes da pesquisa.

Pelo menos 56% dos membros da Geração Z ouvidos afirmaram não ter recursos suficientes para cobrir emergências, seja um investimento em renda fixa ou uma caderneta de poupança.

Esta é a geração que mais se arrepende de não investir renda, mesmo que no Brasil também seja a que mais estabelece metas financeiras de longo prazo.

O cenário nacional é parecido com o que foi observado nos Estados Unidos, de acordo com relatório do Bank of America (BofA). A Geração Z estadunidense é a que tem mais dificuldades em guardar dinheiro.

Em contrapartida, os jovens da Geração Z têm sido grandes movimentadores do mercado e da economia, diferente das gerações anteriores, que tinham como foco o acúmulo de capital.

Os estudos mostram que o público dessa faixa etária é conhecido por usar mais o cartão de crédito e gastar mais com transporte, alimentação e lazer.

Mercado de trabalho, investimentos e desafios financeiros

Diferentes estudos mostram o perfil dos jovens da Geração Z com relação ao comportamento financeiro. No mercado de trabalho, os jovens não focam somente na remuneração.

Há, também, a busca por pertencimento, propósito e flexibilidade, conforme pesquisa realizada pelo InfoMoney.

Já o relatório da companhia de consultoria empresarial Deloitte, divulgado pela revista Forbes Brasil, estima que 74% da Geração Z buscam maiores salários, mas também o aprendizado de novas habilidades e o desenvolvimento da vida profissional.

Apesar da dificuldade em economizar, a quantidade de brasileiros que investem cada vez mais cedo tem crescido no país.

De acordo com dados da Bolsa de Valores do Brasil (B3), em 2013, 4% dos investidores tinham até 24 anos; após 10 anos, a participação aumentou, chegando a 21% no ano passado.

Outro dado revela que 80% preferem investir por conta própria, pesquisando os melhores ativos sem qualquer tipo de consultoria.

Apesar do crescimento da participação da Geração Z na Bolsa de Valores, a preferência desse público na hora de investir ainda é pelos produtos de renda fixa.

Estudo realizado em março deste ano pela Z-Invest, consultoria de educação financeira direcionada à Geração Z, mostrou que cerca de 50% dos jovens entre 16 e 25 anos aplicam na classe de retornos previsíveis.

As ações aparecem em seguida, como escolha principal para 39% dos que responderam à pesquisa.

O fundador da Z-Invest, Rafael Válio, afirma que a preferência por renda fixa tem a ver com o momento de juros altos que oferecem bons retornos.

Segundo ele, ações globais e criptoativos também têm tido adesão, o que indica o interesse por diversificação. Segundo ele, para incentivar a Geração Z a economizar e investir, é preciso adaptar o discurso e tratar conteúdos de investimentos com leveza.

Criar uma reserva financeira é o principal desafio

Os especialistas em finanças são enfáticos ao afirmar a importância de criar uma reserva de emergência, mesmo diante de um cenário econômico desafiador. A orientação é que o fundo seja capaz de cobrir, pelo menos, três meses das despesas básicas.

A Associação Brasileira do Planejamento Financeiro (Planejar) destaca que, para isso, é preciso calcular o custo mensal – contas fixas e variáveis – e multiplicar pela quantidade de meses que a reserva terá capacidade de cobrir. A partir de então, é preciso buscar alternativas para poupar.

Outra recomendação é aplicar o valor economizado em produtos de fácil acesso e resgate, já que o objetivo é usá-lo em emergências.

O letramento financeiro também é apontado como fator fundamental, já que para tomar uma decisão assertiva, é preciso ter acesso à informação, comparar produtos e buscar orientação especializada para escolher os melhores investimentos.

Geração Z

Edição, Don Oleari – [email protected] | https://twitter.com/donoleari

http://www.facebook.com/oswaldo.oleariouoleare –

Com Ana Beatriz Medina

Tevês Globo, Record e SBT querem brasileirão, diz site F5 da Folha de SP

Rivaldo novo | Campeão responde perguntas de Cafu e Giovanni no novo episódio para a Betfair

Alejandra Rodríguez, advogada e jornalista, confirma expectativas e é coroada Miss Universo Buenos Aires

Slogan | José Rubens Pontes | Onde foi parar o meu slogan?

Pré-candidatos a vereadores na chapa do pré a prefeito Lastenio se reúnem para planejar eleição de outubro em Baixo Guandu

José Augusto dos Anjos Araujo | Jogo de Damas: José Carlos Rabelo, do ES, Primeiro Campeão brasileiro de Damas

Aqui Jardim Camburi | Prefeito Lorenzo Pazolini assina ordem de serviço para obras de ampliação da Unidade Sanitária de JC

Picture of Don Oleari - Editor Chefão

Don Oleari - Editor Chefão

Radialista, Jornalista, Publicitário.
Don Oleari Corporeitcham

Posts Relacionados

A Bicharada do Don Oleari.