Quem somos[email protected]

Search

Edilson Lucas do Amaral | Comentários feitos ao texto “STF erra em supor que defende a constituição em nome de uma autodefesa” | 15/2″

stf.jpg 14 de fevereiro de 2024 36 KB
pano-de-fundo.jpeg
pano de fundo | política, bastidores

Lucas do Amaral

O texto do comentarista Edilson Lucas do Amaral referente ao título – linki abaixo – suscitou vários comentários. Muitos apoios e algumas críticas ou avaliações. Veja os comentários do jornalista Alexandre Caetano, da professora Alda Luzia Pessotti e do Antonio Carlos Viana Freire.

Coluna

Pano de Fundo |

| Política, bastidores

don-oleari-novo-don-corleone-1-202x300-1-e1694976284806-150x150-1.jpg 11 de outubro de 2023 8 KB
don oleari

 

Don Oleari

O texto do comentarista Edilson Lucas do Amaral referente ao título – linki abaixo – suscitou vários comentários. Muitos apoios e algumas críticas ou avaliações.

Como o Don Oleari Portal de Notícias é pluralista e não pratica qualquer tipo de CENSURA, acolhemos todos que querem emitir suas opiniões, a partir da leitura que fizeram do texto de Lucas do Amaral.

edilson-lucas-do-amaral-coluna-pdo-1-300x159-1.jpeg
edilson lucas do amaral

Todos, questionando os temas e apondo suas próprias opiniões, que respeitamos dentro do princípio de que o debate boca é democrático e atende à difusão de ideias.

Conceitos opostos, divergência, concordância, são inerentes – supomos – à convivência, até mesmo para os que professem as mesmas correntes de pensamento.

Posso ser um panaca em época de insanidades, milícias e guerrilhas infernéticas, mas é o que acho ser uma contribuição à civilidade e ao respeito pelos contrários (Don Oleari).

Edilson Lucas do Amaral: STF erra em supor que defende a constituição em nome de uma autodefesa | 9/2 – https://donoleari.com.br/stf-erra/

O professor e jornalista Alexandre Caetano foi um a puxar o cadernim de anotações para comentar em cima do que disse nosso colaborador, Edilson Lucas do Amaral.

Devo dizer antes do seu texto que Alexandre Caetano é um competente comentarista político, já colaborou com o Don Oleari Portal de Notícias, de cuja tchiurma desfruta de toda a admiração e respeito. Só interrompeu seu trabalho conosco porque foi chamado para assumir cadeira de professor em concurso que prestara há tempos.

Ele acompanha o comentarista Edilson Lucas do Amaral aqui no DOPN.

Eis seu texto, na íntegra:

Alexandre Caetano

Em novembro de 1964, o setor que mais havia sofrido expurgos depois do golpe de de 1o de abril, foram justamente as Forças Armadas.

Mais de 600 já haviam sido reformados, demitidos ou expulsos, entre os quais um marechal,  20 generais, oito brigadeiros e quatro almirantes, todos da ativa. Fora os milhares de sargentos, fuzileiros navais e marinheiros que ainda estavam presos e respondendo processo.

Navios foram transformados em prisões, como foi o célebre caso do navio Raul Soares, que foi ancorado no Porto de Santos. E detalhe: em muitos casos não se respeitou o princípio do devido princípio legal.

O advogado Sobral Pinto, que apoiou a derrubada de Jango, foi um dos primeiros a denunciar as arbitrariedades cometidas pelos golpistas.

Os dados são de uma edição da época do matutino carioca O Jornal, veículo líder dos Diários Associados.

O general Assis Brasil, chefe da Casa Militar de Jango, foi expulso das Forças Armadas. Perdeu a patente. Um dos brigadeiros e um almirante de esquadra,  não vou lembrar o nome agora, também foram expulsos.

Na verdade, os golpistas de abril de 1964 se dedicaram a erradicar todo o sinal dos setores nacionalistas das Forças Armadas. Ainda em maio de 1964, o marechal Castelo Branco encaminhou a criação do SNI – Serviço Nacional de Informações (Aleandre Caetano).

Alda Luzia Pessotti: A Comissão Nacional da Verdade só teve Civis

Nossa colaboradora, a professora Alda Luzia Pessotti acompanha tudo como uma pensadora atenta, pesrpicaz, exigente, de quem lê vários livros por mês.

Ela anota sempre: “lí tudo”. E deixa sempre uma anotação ou outra, de grande importância para nosotros no trabalho diários – e noturno – direto no “tronco”. Eis seu comentário na íntegra:

Alda Luzia Pessotti

As Forças Armadas ficaram de fora – e são 3. Em todas elas Militares foram assassinados por civis durante a Ditadura militar.

O outro lado sem Democracia.

Emergiram os militares dos 3 poderes com Bolsonaro. Agora novamente os Civis.

E a Policia Federal Petista submissa ao Ex-Ministro Lewandovsky e ao STF composo por 9 petistas

Concordo com Edilson Lucas do Amaral: STF não pode julgar Militares das 3 Forças Armadas.

STF quer tirar Bolsonaro e seus aliados mais próximos das eleições de 2026, 2030, 2034, e trucidar o PL com sua grande bancada no Congresso. Querem enfraquecer o partido, é isso.

Ramagem era o nome bem cotado no Rio de Janeiro. PT e PSOL querem as prefeituras de Rio de Janeiro e de São Paulo (Alda Luzia Pessotti).

Antonio Carlos Viana Freire

O leitor Antonio Carlos Viana Freire, nosso amigo feissibuquiano, também comentou o artigo de Edilson Lucas do Amaral.

Diz ele:

“Em supor que nada, esse ditador, torturador, sádico, maquiavélico, sem concurso sem voto. Só com QI – Quem Indica – sozinho está dominando a Polícia Federal, seu braço armado, o Exército. Com os demais ministros, inclusive os dois indicados por Bolsonaro, esse câncer vai destruir o Brasil e a democracia junto com seu padrinho, o vice Geraldo Alkmin, vão ver o golpe que ele vai dar. Esse é meu ponto de vista (Antonio Carlos Viana Freire).

Lucas do Amaral

Picture of Don Oleari - Editor Chefão

Don Oleari - Editor Chefão

Radialista, Jornalista, Publicitário.
Don Oleari Corporeitcham

Posts Relacionados

A Bicharada do Don Oleari.