Rose de Freitas e Lelo Coimbra acabaram com o resto do MDB | PANO DE FUNDO 17

rose de freitas
pano-de-fundo-holofotes_52683-24076-1-1-1-1-1.jpg
coluna pano de fundo
Don-Oleari-Corleone-1-1-2-1.jpg
Don Corleari (sugestão do colega Francisco Henrique Borges)

 

Coluna PANO DE FUNDO 16 – Don Oleari

(Com assessores, olheiros e ouvideiros)

 

A senadora Rose de Freitas acaba de conseguir um título inédito dentro da rica história do MDB. Agora, Rose de Freitas pode subir num caxotim em qualquer praça ou na tribuna do senado e declarar, alto e em bom som:

“O MDB é um partido pra chamar de MEU”.

A senadora, depois da nefasta administração do ex-deputado federal Lelo Coimbra, um dos destruidores do partido, está só e a ela só restou uma “sala vazia”, segundo me disse um emedebista histórico. Ele acrescentou ainda que o MDB é único partido político que tem uma sede própria.

Não só uma sala vazia, rebate outro emedebista histórico:

“Precisamos saber agora o que é que ela vai fazer com o dinheiro do partido, se vai gastar todo na sua pretensa candidatura ao senado ou se vai usar num laranjal.”

Doutor_Hercules_-_Sessao_Ordinaria_-_18.11.2015_23129288121-1.jpg
Doutor Hércules

Entre velhos emedebistas, que lamentam Rose e Lelo terem transformado o partido num nada, existe um movimento para vigiar os passos da senadora e o uso que ela fará dos recursos do partido.

“Saiu todo mundo do MDB, até a Luzia Toledo”, revelou à coluna o emedebista histórico Sebastião Pelaes, ao ser perguntado para onde foi o deputado estadual Dr. Hércules.

“O Hércules foi levado para o PDT pelo colega deputado José Esmeraldo. Se ele ficasse no MDB, podia ter 1 milhão de votos que não se elegeria”.

 eduardo-altoe-e-helder-carnieli-1.jpg
eduardo altoé e helder carnieli

Helder Carnieli, mensagem de esperança

Nosso colunista colaborador, o engenheiro agrônomo Helder Carnieli manda uma mensagem de esperança em mudanças num momento em que tantos mudam…pelo menos, de partidos.
Diz Helder:
Hoje, dia 2 de abril, é o dia D para os políticos candidatáveis. Será o marco de final de um ciclo. O ciclo  dos Hartung’s e dos Casagrande’s e se  inicia um novo ciclo. Ciclo da esperança.
Os leões começam a urrar. As raposas, bem! Estas, como sempre ficam na tocaia. Os marimbondos caçadores em exame começam a caçar. Aí, meus amigos, aparecem novos rumos, novas saídas,  novos tempos.
Vamos todos ajustar as ideias e construir caminhos que a coletividade possa desfrutar no futuro (Helder Carnielli, Engenheiro Agrônomo).

 NOVO-1-1-1.pngAridelmo Teixeira (ES) 

O professor foi lançado pré-candidato em Encontro do Novo em SP, realizado neste sábado, 2 de abril. Foi seu 6º Encontro Nacional para apresentar seus pré-candidatos para as eleições de outubro deste ano, a começar pela pré-candidatura de Felipe d’Avila à presidência da República.

As demais foram pré-candidaturas aprovadas para governadores dos estados, a saber: Romeu Zema (MG), Vinicius Poit (SP), Paulo Ganime (RJ), Odair Tramontin (SC) e Aridelmo Teixeira (ES).

Também foram oficializados os pré-candidatos ao Senado, como Paulo Roque (DF) e Ricardo Mellão (SP). O partido ainda está em fase de conclusão do processo seletivo para os governos de Goiás e do Rio Grande do Sul.

O 6º Encontro Nacional do NOVO teve como tema principal “O Brasil que queremos”.

Idalecim Carone assina no Agir36 – | PANO DE FUNDO 16

Rose de Freitas

Rose de Freitas

COMPARTILHE:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp
Don Oleari - Editor Chefão

Don Oleari - Editor Chefão

Radialista, Jornalista, Publicitário.
Don Oleari Corporeitcham