Getúlio e Lula: pais dos trabalhadores? | Pais de quem? | 18/9

getulio e lula

Getúlio e Lula, pais de quem?

Alencar-Garcia-de-Freitas-1.jpg
Alencar Garcia de Freitas

 

Há exatos 65 anos, numa manhã de aparência tranquilo, em 24 de agosto de 1954, Getúlio Vargas assinava sua carta testamento e dava um tiro no peito, saindo da história para entrar na eternidade, como disse ele nessa carta…

Getúlio Dornelles Vargas, um gaúcho de quatro costados, se auto-apresentava como pai dos trabalhadores, isso em razão de haver dado ao Brasil a CLT que, desde então, passou a ser a Bíblia dos trabalhadores…

Eu, àquela altura, já era bancário há quatro anos. Tinha um colega de banco, getulista de carteirinha, a quem me dirigi com a seguinte pergunta: o que será do Brasil e seus trabalhadores (a pergunta, não porque eu fosse getulista e sim por ser de esquerda e Getúlio, como se sabe, era tão ou mais de direita do que os direitistas de hoje).

Meu colega então respondeu: o Brasil continuará sendo o Brasil e os seus trabalhadores logo ganharão outro pai…

Getulio e Lula

Quarenta anos depois, como vaticinado pelo meu colega getulista, o Brasil começou a ganhar, como novo pai, o metalúrgico Lula, eleito presidente dos brasileiros por oito anos e agora tentando voltar à cadeira presidencial…

Os trabalhadores de hoje, em sua maioria, acham que realmente Lula é o pai deles. Dizer para um deles que nos governos dele houve muita corrupção, o trabalhador responderá, de pronto, ele e seus companheiros podem ter roubado, mas ajudou muito a todos nós trabalhadores…

Seja lá como for, a mentalidade tacanha de muitos eleitores é a de que os governantes, desde que ajudem aos mais necessitados podem meter a m]ao à vontade no dinheiro público contanto que deem um pouco aos necessitados.

Isso é p que se pode chamar de total ignorância e falta de legítimo patriotismo!

Alencar Garcia de Freitas é jornalista aposentado

rene_preval.jpg
rené preval

Miséria pouca é bobagem

Das três Américas, a Central tem sido a mais pobre e dentro desta o país mais pobre é o Haiti, que além de ser o “preferido” para eventos naturais, dos mais destrutivos, também eventos políticos tremendos, como o recente assassinato do seu presidente…

Parece que tudo de ruim tem que acontecer com os haitianos…

Foi por conta de uma das tragédias naturais das tantas que acontecem no Haiti que a grande brasileira Zilda Arns perdeu a vida , há mais de 20 anos, naquele país, desfalcando o quadro de mulheres brasileiras, resolutas, deixando  o Brasil na orfandade…

DETALHES DO ANEXO doutora-zilda-arns.jpgDoutora Zilda Arns perdeu a vida fazendo o que mais gostava, como fundadora e condutora da Pastoral da Criança, que era socorrer crianças carentes…

Não fosse o Haiti tão pobre diria que ele teria que indenizar o Brasil pelo prejuízo que a Pastoral da Criança teve, embora se saiba que não tem dinheiro que pague uma vida…

Apesar da morte trágica da brasileira no Haiti, o Brasil, como outros tantos países, continua tentando colaborar para, se não resolver, ajudar aquele país e seu povo terem um certo alívio de tanto sofrimento que vêm enfrentando.

Não dá nem para imaginar o que eles estão passado com tanto sofrimento, um em cima do outro, seguidamente.

Alencar Garcia de Freitas é jornalista aposentado

feiquinius.jpgVerdade nua e crua

Jornalistas que se prestam à prática da fake news não deveriam jamais ser considerados profissionais dessa área, porque quem o pratica pode ser considerado venal  e da pior espécie, pois para ganhar dinheiro ele pode vender a alma ao diabo, construindo ou desconstruindo, por dinheiro, a vida de quem quer que seja…

Para profissionais competentes e não vendáveis, espécies cada vez mais raras, trabalhar na base da verdade nua e crua, é mais do que sabido que nunca vão longe. Por exemplo, jamais será convidado para exercer um cargo importante na política ou em qualquer outra atividade que seja, por ser considerado por um  pilantra de carteirinha…

Ainda bem que nunca fui convidado por qualquer pilantra para trabalhar com ele. Pilantra é o que não falta no meio político do nosso país…

Certa vez, trabalhando como assessor parlamentar na Câmara dos Deputados, indo ao encontro de prefeitos para pegar a assinatura deles em convênios designados ao repasse de verbas federais para as prefeituras, alguns deles, depois da assinatura dos documentos, tiveram a cara de pau de me perguntar “quanto por centro das verbas vocês querem?”

Sempre ouvia dizer que malandragens desse tipo eram comuns, mas só acreditei quando uns dois ou três prefeitos me fizeram essa pergunta e eu respondi que o deputado para quem  trabalhava não agia assim e se agisse dessa maneira não trabalharia para ele. Os ditos cujos, admirados, entregavam, com o maior despudor, deputados e senadores capixabas que agiam assim…

De fato quase não dá para acreditar que alguns políticos com mandatos eletivos sejam capazes de praticar esse tipo de pilantragem.

Alencar Garcia de Freitas é jornalista aposentado

https://donoleari.com.br/webserie-corpo-rio/

https://portal.fgv.br/

Getulio e Lula

Getulio e Lula

Getulio e Lula

Getulio e Lula

Getulio e Lula

Getulio e Lula

Getulio e Lula

Getulio e Lula

COMPARTILHE:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp
Don Oleari - Editor Chefão

Don Oleari - Editor Chefão

Radialista, Jornalista, Publicitário.
Don Oleari Corporeitcham